Arco 1 - Os portões de Agrimir

Página 3 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por †_Junior_† em Seg 15 Jan 2018, 01:06

[humm, acho que precisarei de algumas outras informações...]

Quando Roram vai embora, vou até um canto do quarto onde eu possa me lavar adequadamente (off: suponho que eu tome banho no quarto por ser um bordel de luxo, mas nunca se sabe kkk). Me lavo bem e uso um pouco de loção cheirosa que tenho guardada, além da maquiagem usual no seio, cobrindo a marca. Arrumo os cabelos, deixando-os soltos e úmidos. Pego um pouco de uma pasta rosada com um fino pincel e passo nos lábios, apenas ressaltando levemente a cor natural e me arrumo com um vestido casual roxo, o qual costumo normalmente usar no bordel da Madame Luiene.

Saio do quarto e vou até o "escritório" de Madame Luiene. Algumas respostas para algumas questões minhas poderiam vir daquela mulher antes de ir para a taverna "Braço Forte". No caminho, pego uma bebida leve e adocicada (em algum lugar ai do bordel) para compartilhar com Luiene.




_________________
INFORMAÇÕES:
EH:9        ABSORÇÃO:12      EF:14       KARMA:8

EQUIPAMENTOS: Punhais, Roupa Tingida, Flauta de Madeira, Calçado e Luvas, Capa, Cachecol, Par de Botas, Cinto, Mochila de Couro e Cantil.

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
†_Junior_†

Mensagens : 388
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Mingo em Seg 15 Jan 2018, 14:37

Não entendo oq ele está nos mandando assinar, quando ele entrega o papel com o Sinete eu pego na mão e começo a examinar contra a luz, chacoalhar para tentar identificar o barulho de moedas, sentir o peso.

"Esse homem quer enganar, mim não ser burro, não tem um machado aqui dentro, nem moedas"

oq fazer com pedaço de papel? Cadê moeda brilhante que compra vinho e comida? Mim não ser ignorante, saber peso das moedas.

Começo a ficar nervoso e tento observar meu companheiro anão, "pq ele está tão calmo em ser enganado? Será que ele eh homem pequeno e gordo fingindo ser anão? "

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:17        ABSORÇÃO:3       EF:19       KARMA:2

EQUIPAMENTOS: cinto, pederneira, par de botas, capa, par de luvas, aljava com 20 flechas, faca, arco e armadura de couro leve

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 4xp


FICHA DO PERSONAGEM:

Mingo

Mensagens : 83
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 31
Localização : Osasco/SP

Ficha do personagem
Nome: Nate
Posto: Aspirante
Especialidade: Médico de Combate

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por arabedoido em Seg 15 Jan 2018, 15:41

Vou chegar até os guardas e dizer:

- Olá, senhores. Acabei de chegar à cidade e um dos guarda orientou-me a vir aqui falar com Sir Roram. Procuro pelo paradeiro de um criminoso. Por acaso ele pode me atender?

_________________
Personagem:
avatar
arabedoido

Mensagens : 530
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 42
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Renan Paladino em Ter 16 Jan 2018, 16:06

Assim que Aeron termina de falar, aliviado, vou em direção ao guarda, dizendo de forma intimidante:

- Vocês o ouviram! Nada de demônios neste elfo aqui! Tirem essas algemas e entreguem meus pertences.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH: 16       EF:33       KARMA:6

EQUIPAMENTOS:

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Renan Paladino

Mensagens : 225
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Samyaza em Ter 16 Jan 2018, 18:34




Para Yeru, Óin, Lambelas e Artos:


Teste de Negociação:
Spoiler:


Código:
Negociação 2, resultado 1, verde, falha crítica, não realiza a intenção e ainda sofre uma consequência pesada.

O homem de capuz mantém a mão sobre a adaga e continua encarando Artos até que o mesmo chegue na fila, em seguida, ele vira-se novamente para Tulkas e bate com o indicador três vezes no peito do Rato enquanto diz em tom ameaçador para todos ouvirem:
"Você vai nos mostrar o caminho entendeu? NÃO É BOM MEXER COM OS ADAGAS NEGRAS!"

Com a rapidez de uma raposa Vence pega seus contratos, dobra e guarda em sua bolsa enquanto lhes diz ignorando a fala de Óin:
"Então é isso, se quiserem se divertir, podem ir, mas lembro-os que temos um compromisso e que preciso de vocês inteiros para nossa jornada amanhã..."

O florestal sorri e finalmente se apresenta:
"Me chamo Sares, podemos aprender um com o outro, isso, se você conseguir nos colocar nessa caravana."

Quando o Adaga Negra se retira, Tulkas se aproxima de Artos, a expressão de desafio de outrora muda assumindo um semblante mais sério e preocupado:
"O que é que você queria?"


Para Thadiel e Aeron:
Tersep se aproxima ficando de frente para Thadiel, então com um gesto de mão ele indica uma das portas laterais do salão principal que dava acesso a uma escada. Vocês começam a caminhar enquanto ele vai explicando o ocorrido:
"Sim, vamos até a sala de Filgas para passar nosso prisioneiro para sua tutoria, de certo que não queremos ele sobre nossa responsabilidade. Enquanto isso permita-me explicar o ocorrido. Esse templo é dedicado a paz e Agrimir é uma cidade pacífica, não temos uma guarda pessoal, aliás, nem mesmo solicitamos ao Duque dispor seus guardas para nossa segurança. Esses homens a quem você se refere são soldados da guarda e só estão aqui por causa do seu prisioneiro, a pedido de Palop, livrar-nos deles é uma das benesses que almejamos assim que você levar o elfo consigo."

Quando Tersep e Aeron seguem para a sala, o guarda pede que Thadiel o acompanhe. Vocês voltam pelos corredores escuros que davam acesso a cela e lá, vocês encontram o outro guarda de joelhos em oração. Após abrir o cadeado de um armário ele lhe entrega todos os pertences e o conduz até a sala onde estavam Aeron e Tersep.

A sala de Filgas era pequena, contendo apenas uma mesa e assento de madeiras postas próximo a uma janela que facilitava a entrada de luz natural durante o dia, havia também uma pequena cômoda com um tipo de altar pequeno e oferendas à Selimon. Tersep vai até a mesa e acende um castiçal com velas enquanto disponibiliza material para você escrever seu documento:
"Entenda irmão Aeron, que, ao contrário do que possa parecer, não queremos prisioneiros, ainda mais um que é inocente, e assim também não queremos qualquer força coercitiva para contê-los. Os homens se assustaram pois, não sendo religiosos, provavelmente não entenderam o que aconteceu na cela."

Ele também retira do bolso um envelope e lhe entrega:
"A carta do seu amigo..."

O que vocês vão fazer? 

Para Sylvana:
Quando você deixa o quarto a casa já estava mais cheias, cada homem com pelo menos uma garota que tentava a todo custo fazê-lo gastar suas moedas e suas forças antes de levá-las para o quarto, para um homem qualquer, do campo ou nobre, todas eram bonitas e sensuais mas para você elas pareciam galinhas desengonçadas. 

Madame Luiene fumava um cigarrete e conversava com um homem alto e magro, mesmo sentados numa mesa era possível mensurar o tamanho do homenzarrão o que a fez por uns instantes pensar nas proporções. Ao vê-la sair do quarto ela acena para você sorrindo, pedindo que você se aproximasse:
"Syl, venha aqui amor... deixe-me apresentá-la a uma pessoa..."

Sua presença e o apelo da Madame faz com que vários homens no local a percebam e olhem interessados, alguns chegam a perguntar para suas acompanhantes qual era seu preço.

O que você vai fazer?

Para Covaz:
Um dos guardas, de barba e cabelos claros, fala de forma rude:
"Já é noite, ele não está aqui. Volte amanhã."
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1275
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por †_Junior_† em Ter 16 Jan 2018, 19:51

Caminho até a mesa onde Luiene se encontra, sem dar muita atenção aos homens que dirigem olhares para mim. Ao chegar, me curvo levemente para dar um beijo na bochecha dela e sorrio para o homem enorme. Puxo uma cadeira e me sento cruzando as pernas, de frente ao homem.

Um amigo de Luiene é meu amigo também...

Aguardo as apresentações, observando o homem.

[off: aparência dele?]

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:9        ABSORÇÃO:12      EF:14       KARMA:8

EQUIPAMENTOS: Punhais, Roupa Tingida, Flauta de Madeira, Calçado e Luvas, Capa, Cachecol, Par de Botas, Cinto, Mochila de Couro e Cantil.

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
†_Junior_†

Mensagens : 388
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por bcsaulo em Ter 16 Jan 2018, 20:52

Respondo a ele: "Vou ver o que posso fazer!" Aguardo meu momento na fila.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH: [58] [-9 -20] = 29     ABSORÇÃO: = 22      EF: 20 =      KARMA: 0     DEFESA P2/P4

EQUIPAMENTOS: Couraça Parcial, Elmo Fechado, Escudo Grande, 2 Machados de Batalha, 1 Montante, Ração para viajantes (Frutas, pães e carne seca), Cantil com água e 11 moedas de ouro e 5 moedas de prata.

EXPERIÊNCIA: 35xp


FICHA DO PERSONAGEM:


FICHA DO PERSONAGEM - A FLORESTA DO SILÊNCIO:

avatar
bcsaulo

Mensagens : 538
Data de inscrição : 07/10/2013
Localização : [roll="d20"]x[/roll]

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Vercenorax em Ter 16 Jan 2018, 22:29

Respondo de maneira que somente Tulkas assim que o assassino sai:
Pelos deuses, Tulkas, não se faça de idiota. Eu queria saber o que um batedor de carteiras de boa índole fazia falando com um assassino. Ainda continuo querendo saber. Conte-me,
só pra eu tenha conhecimento, sabe que não me importo com nada que não seja dinheiro. Aliás aproveite e me conte o que sabe sobre o mercador. Seja rápido.


Levando em consideração que ainda estou com a caneca de vinho dou um gole. Passei do meio da caneca.

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 438
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Mingo em Ter 16 Jan 2018, 23:02

Fico sem entender nada, ainda estou confuso com o papel na mão, me viro para o outro Anão.

mim quer ver se esse papel funciona para comprar coisas. Oce sabe como usar isso?

Balanço o papel para o Anão e lanço um olhar desconfiado para o homem que me contratou.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:17        ABSORÇÃO:3       EF:19       KARMA:2

EQUIPAMENTOS: cinto, pederneira, par de botas, capa, par de luvas, aljava com 20 flechas, faca, arco e armadura de couro leve

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 4xp


FICHA DO PERSONAGEM:

Mingo

Mensagens : 83
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 31
Localização : Osasco/SP

Ficha do personagem
Nome: Nate
Posto: Aspirante
Especialidade: Médico de Combate

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Blanchard em Qua 17 Jan 2018, 00:08

Com a aproximação de Tersep, preocupo-me com a minha própria acusação.
Com a explicação, o acompanho, um pouco menos sério.
Quando Thadiel volta com os pertences por quais ele parecia desesperado, recolho gentilmente a carta e digo:
Entendido, irmão. Thadiel e eu partiremos imediatamente, pois nossos assuntos são urgentes. Pela acolhida, responsabilizo-me por enviar relatórios sobre as práticas em questão, na região.

Pergunto para Thadiel (élfico):
Qual o nome de seu pai?

Escrevo o documento:
Dia e ano - Agrimir
Pela autoridade concedida a mim, Aeron Niben, filho de Arandron Niben, pela Ordem da Luz, afirmo que Thadiel ***, filho de ***, é inocente de sua acusação de aliança com seitas demoníacas. A conclusão construiu-se por meio do uso de poderosos milagres, tornando sua contestação uma ousadia contra os deuses. Desta forma, responsabilizo-me pelas ações futuras do réu, visando o esclarecimento da situação que o levou a enfrentar um demônio. O réu, por sua vez, jura que orientará sua vida a combater todas as formas de trevas e escuridão presentes em nosso reino.    
Que a verdade esteja sempre conosco.


Assino e entrego respeitosamente para Tersep.

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:14     EF:13    KARMA: 10
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
Blanchard

Mensagens : 751
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Renan Paladino em Qui 18 Jan 2018, 18:11

Pegava meus itens com o guarda. No caminho para a sala de Filgas, vou preparando meu cachimbo. Acendo dentro da sala com os demais. Respondo a pergunta de Aeron após uma boa tragada:

- Räwgil Mithrandir, de Âmien.

Enquanto Aeron escreve, observo a sala, fixando o olhar no altar com as oferendas por uns instantes, meus pensamentos se distanciam.... dou outra tragada e digo a Tersep:

- Ainda que não fosse intenção de nenhum dos senhores manter um inocente preso, vocês o fizeram. Eu perdi preciosos dias trancado naquela masmorra. Dias que eu, de certo, utilizaria para prosseguir com minha busca. Vossa Excelência deve concordar que, sseria no mínimo justo, reparar o erro cometido de alguma forma.

Puxava mais um trago e dizia:

- Não sei quanto a Vosssa Excelência, mas acredito que seria justo se eu fosse recompensado com algumas moedas, para que eu possa recomeçar do ponto onde fui interrompido....

....meu olhar se voltava para o altar novamente. Olhava para Tersep e dizia:

- Vossa Excelência concorda?






_________________
INFORMAÇÕES:
EH: 16       EF:33       KARMA:6

EQUIPAMENTOS:

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Renan Paladino

Mensagens : 225
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por arabedoido em Qui 18 Jan 2018, 18:29

Sinalizo positivamente para eles e então fazendo um gesto de agradecimento pela informação, digo:

- Muito bem, deixemos a conversa para amanhã. A propósito, sabe me informar o caminho para um bom lugar para descansar a mim e ao cavalo? Os guardas do portão recomendaram o Braço Forte. Como chego lá?

Ele passando a informação, tomo meu rumo e qualquer coisa, vou perguntando para os transeuntes caso ele não coopere ou dê alguma informação confusa.

_________________
Personagem:
avatar
arabedoido

Mensagens : 530
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 42
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Vieirinha em Qui 18 Jan 2018, 21:27

Yeru resmunga novamente...

"Pff... Já foi embora?! Que porcaria... Nem deu tempo de lustrar meu martelo no capuz dele... HAHAHAHHAHA..."

Pega a carta de crédito e olhando para o negociador diz para Óin...

"Vamos irmão, temos que nos preparar para a viagem... O homem nos deu este papel, que não brilha como ouro, mas que tem valor igual... Vamos pegar algumas provisões... E tomar algumas cervejas... Hahahahhaha"

Olha para o negociante e diz...

"Conseguiu um martelo e um machado à um bom preço homem... Fique tranquilo que nós saberemos onde e quando usar nossas armas"

E vai se retirando... Mas antes pergunta à um dos soldados do comerciante

"Onde mesmo ele falou pra usarmos a carta? Como chama o lugar?"

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 169
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Samyaza em Ter 23 Jan 2018, 15:03

Para Sylvana:

Luiene sorri para o homem como se estivesse comemorando a vitória em uma aposta. você percebe que o "homem" na verdade era um meio-elfo de cabelos longos e castanhos, pele branca levemente rosada e traços fino porém bem definidos, destacando-se o queixo meio quadrado contrastando com o rosto fino, era realmente muito alto,
mas os ombros não eram largos, tinha o corpo mais esguio.

Enquanto o homem enchia três taças com o vinho de uma garrafa que estava sob a mesa, a madame tocava o seu braço demonstrando intimidade enquanto dizia:
"Eu não lhe disse que era uma verdadeira dama?
Syl, esse é Ilis, um bom amigo que teve uma recente ascensão profissional. Ele viu seu amigo saindo daqui e quando falei da moça que fez o nobre cavaleiro se encantar ele quis conhecê-la. "


Ilis lhe passa a taça de vinho, toma um gole da sua própria taça e então diz:
"Fala-me sobre o seu... "amigo", ele faz valer a imagem de bom cavaleiro que tem? "

O que você vai fazer?

Para Artos, Óin, Yeru e Lambelas:
Tulkas olha para os lados verificando se ninguém o observava, também olhou para a porta de saída da taverna e para janela antes de se aproximar e falar ao pé do ouvido de Artos:
"Ele é dos "Adagas Negras" Artos, eles me procuraram dizendo que o Duque não vai deixar ninguém sair da cidade, que os portões serão fechados. Só qu existe uma forma de sair, eu conheço ela, e eles querem que eu mostre. Eu não sei se eles querem uma rota de fuga caso sejam descobertos ou se querem é impedir que alguém saia. O que sei é que agora tô enrolado. Vou sair daqui e arrumar um lugar pra ficar na moita até os portões serem abertos, depois disso, dou o pé dessa cidade."

Ele vira de costas em direção à saída, mas volta novamente e lhe diz, agora em tom de voz comum:
"Se eu fosse você, não faria diferente, vc irritou ele e os Adagas Negras não deixam pontas soltas."


Vence afasta um pouco a cadeira de mesa deixando ainda mais a mostra o barrigão dele enquanto passa as mãos pelo tecido vermelho que cobre o corpo gordo. Ele diz:
"De certo, não foi um negócio ruim. Espero por vocês amanhã, no horário combinado."

[continua abaixo....]

Sares não trazia consigo nada parecido com um amuleto, pelo menos nada que uma mago dourado usaria como objeto de poder para canalizar as energias místicas. Os anões finalmente encerram as negociações, para seu desprazer, pelo tempo que levaram, possivelmente serão sua companhia na viagem até as Terras Selvagens.

Vence o chama acenando com as mãos, nos momentos em que você dava os poucos passos para chegar até a mesa você sente um desconforto, começando por um calafrio que termina com uma queimação no estômago, sintomas já sentidos outrora e que sempre indicavam mal agouro.

[continuação de Óin e Yeru...]

Enquanto caminhavam em direção à porta seis homens de aparência nada amistosa, vestidos com roupas simples mas com com gládios, adagas e lanças em mãos entram na taverna formando um arco que cobria duas janelas e a porta. Olhando feio para todos os presentes, um deles diz atiçando os demais:
"Já não bastam elfos e mestiços tirando todas as nossas moedas, agora também anões... Isso não ficar barato! Acabem com esses imundos!" 


O que todos vocês farão?

Para Covaz:
O homem de mal humor sorri desdenhosamente enquanto lhe responde:
"É um lugar para homens! Bebida boa e barata! Mas não tem raparigas, só Árias, a garçonete, mas aquela lá Barl já levou, teria que convencê-la a deixar o taverneiro. Volte para a rua principal, lá caminhe alguns metros em direção ao sul e pegue a primeira rua larga à direita, vai reconhecer o local."

Deixando os homens você segue as orientações caminhando até o final da rua, cruzando com uma garota que corria apressada passando por você sem sequer notá-lo. Ali, num local bem escuro, vc vê uma placa com alto relevo de um dois braços como se estivessem disputando uma queda de braço. Antes que você pudesse entrar seis homens armados mas sem as roupas da guarda entram na taverna e começam a gritar, uma briga parecia começar.

Role um teste de Examinar e em seguida diga o que vai fazer.

Para Aeron e Thadiel:
Tersep baixa a cabeça como alguém que tenta controlar a irritação, depois de alguns segundos cabisbaixo ele ergue o rosto e enquanto tira um anel do dedo ele lhe diz para Thadiel:
"Está certo! Selimom não ficaria feliz se eu desperdiçasse uma chance de corrigir meus erros. Aqui está, tome, vale mais moedas do que os dias que você ficou aqui, dada a pressa de Aeron, não teria tempo de conseguir-lhe pagar em moedas."

Enquanto eles conversavam Aeron termina o documento e entrega à Tersep que o coloca encima da mesa enquanto os acompanha para fora da sala:
"Que as coisas estejam acertadas entre nós e os deuses. Irmão Aeron, já sabe onde vai ficar? Há um templo de Crisagom no forte principal onde fica o castelo, também posso indicar uma boa estalagem e, se mais alguns dias aqui não for afronta para Thadiel, deixo nosso templo à sua disposição."

Enquanto conversavam vcs atravessam o salão e chegam à saída do templo.

O que vocês farão?
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1275
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Mingo em Ter 23 Jan 2018, 15:17

Vejo os homens chegando e fico preocupado que já possam atacar o homem que me contratou, porém quando vejo que o problema é com minha raça e que ele me chamou de sujo eu perco a cabeça.

Mim tomou banho semana passada, mim ser anão limpinho!!

Completamente tomado pela raiva irei atacar os homens.

Dados para iniciativa

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:17        ABSORÇÃO:3       EF:19       KARMA:2

EQUIPAMENTOS: cinto, pederneira, par de botas, capa, par de luvas, aljava com 20 flechas, faca, arco e armadura de couro leve

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 4xp


FICHA DO PERSONAGEM:

Mingo

Mensagens : 83
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 31
Localização : Osasco/SP

Ficha do personagem
Nome: Nate
Posto: Aspirante
Especialidade: Médico de Combate

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Samyaza em Ter 23 Jan 2018, 15:17

O membro 'Mingo' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'd10' :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1275
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por †_Junior_† em Ter 23 Jan 2018, 15:38

Olho de Luiene para o homem alto:

Roram? Sim, ele é um ótimo cavaleiro de fato. Sua única fidelidade é com a cidade de Agrimir, isso posso lhe garantir. Ele irá se ausentar da cidade por esses dias, pois foi convocado pelo próprio Duque a investigar uma possível invasão de orcs pelo sul da muralha.

Faço uma pausa, tomo um gole do vinho e retomo:

Sobre isso, é verdade? Há uma possibilidade de sermos invadidos por orcs pelo sul?


_________________
INFORMAÇÕES:
EH:9        ABSORÇÃO:12      EF:14       KARMA:8

EQUIPAMENTOS: Punhais, Roupa Tingida, Flauta de Madeira, Calçado e Luvas, Capa, Cachecol, Par de Botas, Cinto, Mochila de Couro e Cantil.

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
†_Junior_†

Mensagens : 388
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por bcsaulo em Ter 23 Jan 2018, 16:05

Puxo a aba do chapéu para esconder meus olhos e caminho até o homem tentando me controlar, se houver uma cadeira me sento e continuo olhando por baixo da aba do chapéu sem encara-lo diretamente: "Ouvi dizer que procura um guia pra sua expedição! Posso saber para onde sua comitiva vai?"

_________________
INFORMAÇÕES:
EH: [58] [-9 -20] = 29     ABSORÇÃO: = 22      EF: 20 =      KARMA: 0     DEFESA P2/P4

EQUIPAMENTOS: Couraça Parcial, Elmo Fechado, Escudo Grande, 2 Machados de Batalha, 1 Montante, Ração para viajantes (Frutas, pães e carne seca), Cantil com água e 11 moedas de ouro e 5 moedas de prata.

EXPERIÊNCIA: 35xp


FICHA DO PERSONAGEM:


FICHA DO PERSONAGEM - A FLORESTA DO SILÊNCIO:

avatar
bcsaulo

Mensagens : 538
Data de inscrição : 07/10/2013
Localização : [roll="d20"]x[/roll]

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Vercenorax em Ter 23 Jan 2018, 18:41

Respondo a Rato em voz baixa:
Eu não tenho muito medo de morrer, Tulkas, mas já vou providenciar minha saída daqui.

Quando os feiosos entram na taverna me aproximo do balcão e digo a Barl:
Agora é uma boa hora pra chamar a guarda.

Depois disso, antes que eu aja para qualquer lado eu me adianto até a mesa de Vence, e digo ao homem de chapéu sentado e depois a Vence:
Com licença, não vou lhe interromper. Vence aguarde um pouco, ainda não foi a minha vez ainda.

Da mesa eu já me adianto a gritar aos homens:
SE ESTÃO TIRANDO AS MOEDAS DE VOCÊS É PORQUÊ NÃO ESTÃO SEGURANDO ELAS COM A DEVIDA FORÇA! OU PORQUE SÃO MUITO RUINS PARA GANHÁ-LAS! HAHAHAHAHA.

Dito isso vou até meio perto da fogueira no centro aguardar aquele que tope meu desafio.

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 438
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Blanchard em Ter 23 Jan 2018, 19:30

Acompanho Tersep, enquanto digo:
Nós agradecemos imensamente vossa oferta, mas hoje precisamos do contato com pessoas comuns. Elas nos colocarão de volta em nossa busca.
Creio que por hoje terei um guia particular, não é Thadiel?

Caso estejamos já na saída, digo:
Obrigado, irmão. Que a paz seja nosso objetivo e que a verdade ilumine vosso templo.

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:14     EF:13    KARMA: 10
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
Blanchard

Mensagens : 751
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Vieirinha em Qui 25 Jan 2018, 10:12

Yeru observa a desvantagem numérica e isso o incomoda de pronto, mas o que ele disse o incomoda mais ainda...

"Como assim humano?! Você está nos comparando aos elfos?!" - pensa o anão em um ranger de dentes de raiva quase audível

Tão rápido quanto possível o anão saca seu martelo o agarrando com uma ira brutal enquanto bate o martelo no escudo e fala...

"Perdeu o juízo humano?! Pois hoje vai perder mais do que o juízo e meras moedas!!!!"

Toma aí minha iniciativa!

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 169
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Samyaza em Qui 25 Jan 2018, 10:12

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'd10' :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1275
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Vieirinha em Qui 25 Jan 2018, 10:14

Off:

O Foco de Yeru é o humano falastrão
Sua experiência de batalha lhe ensinou que em um grupo numeroso, quando o "lider" cai os demais tendem à correr...

O ataque será com extrema brutalidade pra machucar mesmo! De preferência martelada na mandíbula pra quebrar de acordo!

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 169
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Samyaza em Sex 26 Jan 2018, 01:47

Mapa da taverna para vocês usarem de base de orientação:

avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1275
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por arabedoido em Sex 26 Jan 2018, 14:12

Teste de examinar.

arabedoido efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

A princípio, não pretendo me meter na briga, só aproximar mesmo do local, colocar o cavalo para descansar e se possível, descansar também depois de comer e beber alguma coisa.

_________________
Personagem:
avatar
arabedoido

Mensagens : 530
Data de inscrição : 05/10/2013
Idade : 42
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arco 1 - Os portões de Agrimir

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum