Parte 4 - A sedução da Súccubus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Parte 4 - A sedução da Súccubus

Mensagem por Samyaza em Sex 11 Out 2013, 00:39

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 14:55:58
CALION E BAELOR:
A porta é aberta com um pouco de dificuldade, a fechadura de metal velho e enferrujado mas um barulho irritante e vc´s se preocupam com a possibilidade de terem sido ouvidos.

Com a porta aberta vc´s encontram uma sala, com uma mesa de madeira e uma espécie de estante vazia numa parede. A sala é pequena e na parede oposta a de entrada há outra porta que está aberta. Esta porta dá para uma escada em zigue-zague não muito íngreme que desce não mais do que 10m abaixo do solo. O local fica mais escuro e frio conforme vc´s descem, as paredes apresentam umidade constante e em alguns pontos vc´s encontram lágrimas de água na parede.

A escada termina num corredor um pouco maior que o anterior e vc´s começam a ouvir gemidos e murmúrios. Caminhando pelo corredor vc´s observam que em cada lado das paredes há uma cela em forma de arco, elas estão vazias mas o cheiro ruim que exalam indica que foram usadas recentemente, pelo menos há um mês atrás. Também há restos de equipamentos como açoites, correntes e ganchos, geralmente usados em torturas. Além desses equipamentos há muitas velas e marcas nas paredes feitas com tinta vermelha, são desenhos estranhos que vc´s julgam ser runas. Um forte cheiro de enxofre permeia o lugar.

Quando terminam de caminhar pelas celas vc´s chegam a um salão circular, os gemidos são altos aqui e ao se aproximar mais vc´s se surpreendem. O salão circular está cheio de velas e o cheiro de enxofre é ainda mais forte aqui, também tem muitos tecidos de veludo espalhados pelo local. Há corpos carcomidos caídos pelo chão com vermes saindo dos olhos, bocas e narizes deles. No centro do salão há uma mesa de pedra com correntes e algemas penduradas, de costas para vc´s está lorde Horicius, com as calças arriadas até os joelhos e fazendo movimentos repetitivos para frente e para trás. sobre a mesa está o que seria uma mulher muito bonita se não fosse pelos seus pares de chifres na testa e suas asas de morcegam que balançam freneticamente enquanto ela murmura obscenidades para o lorde.

UTHER:
Vc leva Hared com dificuldade até o quarto das moças, assim que chega lá elas tomam muito do seu tempo com perguntas, principalmente ao verem que o rapaz fora ferido. Tomado pela pressa vc simplesmente as deixa falando para retornar ao corredor onde deixou seus amigos. No caminho vc percebe alguns empregados escondidos, tentando entender o que estava acontecendo. Alguns, mais curiosos, chegam ao ponto de interrompê-lo para perguntar o que se passa.

Faça uma rolagem de 1d20.

PAMMALA:
Vc fica no corredor temendo pelo que poderia acontecer e observando Rarurg, um pouco depois de Calion e Baelor sumirem de sua vista o anão começa a se mexer, ele cerra os punhos e tenta se arrastar em sua direção enquanto começa a tossir e respirar com dificuldade. A cada tosse ele expele sangue misturado com saliva, sua intuição diz que ele precisa de cuidados emergenciais.

Enviado por: arabedoido77 - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 15:16:00
Quando o anão começa a tentar se mexer, vou até ele, tento da melhor forma fazê-lo sossegar para que não faça esforços desnecessários.

Tenha calma senhor, não se esforce demais. A ajuda está vindo.

Depois, como atitude desesperada para ajudar, pego o livro que as garotas haviam passado. Tento ver nele alguma orientação para ao menos tentar fazer o coitado do anão durar até que o sacerdote retorne de sua luta.

Se precisar, vai o dado para o teste.

[1d20]

Enviado por: Maedhros - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 17:46:34
A cena me choca bastante. Depois de um tempo me recupero e avanço em direção a lorde Horicius, gritando:

POR BLATOR E PELOS DEUSES!!! MORTE AOS INFIÉIS!!!

(off: Samyaza, minha intenção é desacordar lorde Horicius com uma pancada do escudo ou da maça e depois combater a mulher demôniaca)

Enviado por: Mingo - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 18:16:12
[Droga, não posso perder mais tempo]

dado [1d20]

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 18:29:01
Baelor e Calion podem rolar iniciativa e ataques caso queiram. Calion vc está furtivo.

Enviado por: Blanchard - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 19:30:38
Vendo o sacerdote chamar a atenção para si, caminho furtivamente tentando fazer um arco até a mulher. Se conseguir, atacarei tentando enfiar meu gládio em sua vagina (usando ataque oportuno 2? Ela está preparada..)
Iniciativa (se for preciso) e ataque.

Enviado por: Maedhros - segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 20:13:45
Dado pra iniciativa e ataque.


Enviado por: Samyaza - terça-feira, 22 de janeiro de 2013 9:30:14
iniciativa de horicius e seu ataque, iniciativa da demônio e seu ataque .

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 22 de janeiro de 2013 9:52:04
INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Baelor 6+2=8
Horicius 1+0=1

Quando Baelor grita Horicius tenta se recompor levantando as calças e pegando uma instrumento de tortura parecido com um espeto de churrasco. A demônio simplesmente salta sobre a mesa ficando apoiada nos joelhos e braços.

CALION:
Citação:
Sistema:M4+2(surpresa)-3=3, tirou 1, laranja 50%, 8 pontos de dano na EF (19/56)

Vc aproveita que eles não o notaram e atravessa o salão até perto o suficiente da criatura, vc segura o gladio a sua frente preocupado, não gostava de combates e sabia que as coisas poderiam não acabar bem. Sem pensar vc sai da escuridão e ataca mirando a vagina da criatura, porém ela consegue usar as asas de morcego para se proteger e o que vc faz é rasgar a membrana da asa.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: L9-2=7, tirou 6, amarelo 25%, 5 pontos de dano na EH.

Sendo surpreendida a demônio tenta inutilmente voar mas os rasgos em suas asas não permitem estabilidade, obrigando-a a atacar com suas unhas negras que mais parecem garras. O ataque é lateral e por pouco não pega o seu braço.

BAELOR:
OFF: Baelor vc não possui Combate não letal, seus ataques vão ferir normalmente.
Citação:
Sistema: L2-0=2, tirou 4, branco, falha.

Tentando não matar lorde Horicius vc aplica um golpe desajeitado que é facilmente defendido por ele.

HORICIUS:
Citação:
Sistema: M0-4=-4, tirou 16, laranja 50%, 8 pontos de dano na EH

Aproveitando de seu desleixo lorde Horicius dá um passo lateral, ergue a ferramenta acima da cabeça e desfere um golpe que vc defende com dificuldade.


Enviado por: Blanchard - terça-feira, 22 de janeiro de 2013 15:49:52
Ainda sentindo enjoos pela situação, ataco o demônio e se possível vou recuando. Penso: Onde estão os magos quando precisamos deles?

Ataque [1d20]

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 8:57:29
Novamente ataco lorde Horicius. Dado...
[1d20]

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 9:01:18
Dado do critico...

(off: espero não ter matado o lorde. Senão a coisa vai ficar preta)

[1d20]

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 11:34:41
ataques de lorde horicius (se ele sobreviver) e da demonio

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 11:39:34
PAMMALA:
Não há informações no livro sobre o que fazer, mas sua intuição diz que Rarurg precisa de ajuda imediatamente ou corre risco de vida. (Se vc ou o livro tiver níveis em medicina vc pode fazer testes para socorrê-lo, ok?)

UTHER:
Já chegando perto de onde estava Pammala um frio percorre sua espinha, como o mesmo frio que vc sentiu outrora. Ao chegar até sua prometida vc percebe que ela está em desespero com Rarurg agonizando a seus pés enquanto ela consulta um livro.

INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Baelor 6+2=8
Horicius 1+0=1

CALION:
Citação:
Sistema:Sistema:M4-3=1, tirou 2, branco=falha,(19/56)

Sua atenção em recuar é maior do que no ataque e vc desfere um golpe no vazio mas se afasta um pouco para poder ficar entre algumas colunas que sustentam o salão.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: L9-2=7, tirou 5, branco, falha.

A demônio diz:
VC ficaria bem melhor na minha cama elfo do que morto, dou-lhe apenas uma chance!
A demônio tenta atacar-lhe com as asas mas vc recuou para trás de uma coluna protegendo-se, as asas batem na coluna e ela solta um grito de dor.

BAELOR:
Citação:
Sistema: L2-0=2, tirou 20, verificação 17, vermelho 75%, 17 pontos de dano na EF.

Com um golpe enérgico de cima para baixo vc acerta a cabeça de lorde Horicius, o sangue jorra instantaneamente pelos seus narizes e ouvidos enquanto ele cai desacordado no chão.




Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 12:28:50
Depois de desacordar o lorde, avanço em direção ao demônio com um golpe de cima pra baixo com a maça, gritando:

[colo=olive]DE VOLTA ÀS TREVAS, MONSTRO!!![/color]

Dado ataque...

[1d20]

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 14:18:11
Off? como eu fui parar no quarto da Pammala??

Citação:
Apoio o corpo de Hared e o levo até o quarto, entrando deixo ele confortável, olho de relance para Rarurg e volto correndo pelo caminho tentando ser silencioso.

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 14:39:08
(Pelo que entendi, as garotas foram para o quarto e eu nunca saí de perto da porta que dava para o aposento secreto.)

Enviado por: Blanchard - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 15:49:00
Ao ouvir a proposta, guardo o meu gládio com lentidão, fazendo questão de que ela ouça.
Tiro o alaúde das costas e canto (enquanto toco):

Não tenho certeza do que você me diz
Não quero viver como uma meretriz
Se o seu corpo é invejável
Sem os chifres, desejável
Então, deixe-me arranca-los
E depois reiniciamos.

(Canção do ânimo 1 – Calion)

Depois saco a arma novamente.

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 15:57:22
(off: kkkkkkkkkkkkkkkkk... tenho q admitir, essa ficou fera Blanchard. Invejei seu personagem agora. Até consegui imaginar a cena. Muito FODA!)

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:04:55
Eu também chorei de rir.

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:06:30
ataque da demônio em Calion [1d20]

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:15:38
UTHER E PAMMALA:
OFF: o árabe está correto, ele não saiu da entrada do corredor no salão do castelo. Podem declarar suas ações.

INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Baelor 6+2=8


CALION:
Sistema:+3 no Ataque
Vc conjura sua magia e sente um ímpeto maior em vencer a demônio, fortalecido também pela derrota do lorde, dois contra um seria um combate mais justo.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: L9-2-2(atrás da coluna)=5, tirou 12, laranja 50%, 10 pontos de dano na EH.


A criatura salta na parede enquanto vc toca e o ataca com a garra enquanto diz:
Vc vai cantar pra mim elfo, enquanto fornicaremos sobre os cadáveres dos seus amigos.

O golpe por pouco o acerta e vc tem que se abaixar antes de trocar o alaúde pelo gládio.

BAELOR:
Citação:
M5-3=2, tirou 10, amarelo 25%, 7 pontos de dano na EH.

Vc ataca com um golpe circular, tamanha a força que vc quase desequilibra com o giro, o golpe porém é desviado pela demônio enquanto ela se volta para vc.
Vc primeiro sacerdote, vou te enforcar com suas tripas.



Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:20:19
Concentrado no combate, digo nada ao demônio. Apenas tento me concentrar em acertar o maldito ser.

Dado...
[1d20]

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:28:20
Passo direto por Pammala e corro a frente procurando os outros.

(Off: Pensei que ela tivesse voltado, se eu soubesse que ela estava ali não teria levado o moleque pro quarto...)

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 16:28:38
Estou sem a ficha aqui, mas pelo que me lembro, não tenho nível em medicina.

Começo a ver o anão morrendo ali na minha frente agonizando, lembrando que chamei mais de uma vez alguém aue o ajudasse e que solenemente me ignoraram e faço a única coisa que resta a uma moça nessa situação fazer - chorar.

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 13:03:12
Aguardando a ação do Calion.

Enviado por: Blanchard - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 14:53:23
(Off: Foi mal, compromissos.)
(Off2: Maedros, esse Calion é mais um bardo lazarento. Medroso. E acho que o principal objetivo dele agora é (além de sobreviver) comer a Pammala.)

Respondo:
Bem, você consegue ler meus pensamentos? Você sabe como minha noite terminará. A única diferença é que ao invés de você, terei em meus braços uma donzela de minha raça.

Digo baixo em élfico:
Pammala.

Percebendo a ação do demônio para cima do sacerdote, tento entrar em algum ponto escuro da sala, ou num local onde não esteja tão evidente. Respiro lentamente e tento me colocar por trás da inimiga, para um futuro golpe que conte com a sorte.

Furtividade [1d20]

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 18:41:50
ataque da demônio em baelor. [1d20]

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 18:46:56
UTHER:
Mingo, vc chega na próxima rodada ok?
Vc passa por Pammala e Rarurg e vê que as condições do anão não são as melhores e ele corre sério risco de vida.

PAMMALA:
Vc começa a se desesperar quando Rarurg começa a se arrastar e puxar a barra do seu vestido, ele tenta falar alguma coisa mas as palavras lhe escapam por falta de força e pelo fato dele começar a golfar sangue viscoso e muito escuro.

Vc sente um pouco de alívio quando Uther se aproxima mas a sensação logo muda para o desespero e abandono ao vê-lo passar direto na direção do corredor. A incapacidade de saber lidar com a situação a faz sentir-se fraca e vc se encosta na parede e aos poucos vai abaixando para segurar as mãos do anão.

INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Baelor 6+2=8

CALION:
Assim que a demônio vira-se para Baelor vai se esgueirando até o outro lado da mesa, contornando-a para tentar acertá-la de forma mais vantajosa.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: M9-4=5, branco, falha.

A demônio salta batendo as asas tentando ganhar altura e então ergue os braços e as asas para descer com velocidade, as pernas estão retas e juntas para tentarem acertá-lo no peito, Baelor porém é mais rápido e recua lateralmente para proteger-se.

BAELOR:
Citação:
Sistema: M5-3=2, tirou 7, branco, falha.

Aproveitando-se do erro da criatura vc tenta um golpe horizontal mas a criatura abaixa-se como uma aranha antes do ataque e sua maça gira em pleno ar.


Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 19:16:35
MALDITO SER!! FIQUE PARADO E TE MANDAREI PARA CASA: O INFERNO!!!!!

Dado. [1d20]

Enviado por: Blanchard - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 20:04:51
Tento me aproveitar que o demônio está abaixado e faço um ataque em suas costas, no meio de suas asas

Ataque [1d20]

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 20:45:04
ataque da demonio em baelor [1d20]

o próximo ataque provavelmente será em calion.

Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 23:38:55
(off: mas tem como eu me entrepor entre o demonio e calion, impedindo ela de ataca-lo?)

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 11:41:38
INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Baelor 6+2=8

CALION:
Citação:
Sistema:M4+3-3=4, tirou 15, vermelho 75%, 12 pontos de dano na EH,(19/37)

Vc sobe na mesa, segura o gládio com as duas mãos e a ponta para baixo e tenta fincar a espada nas costas da demônio. A criatura porém parece ter uma percepção sobrenatural e consegue girar ao redor de si mesma e evitar que a lâmina a acertasse.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: M9-4=5, tirou 19, azul claro 100% 20 pontos de dano na EH.

Enquanto gira ao redor de si mesma a demônio tenta aproveitar a força do movimento para atacá-lo com sua cauda pontiaguda, vc tenta se proteger aparando com sua arma mas mesmo assim ela deixa um profundo corte em seu rosto.

BAELOR:
Sistema: M5-3=2, tirou 18, azul claro, 100%, 22 pontos de dano na EH (19/15)
Aproveitando-se da distração da demônio que agora encarava Calion vc passa por ela enquanto golpeia com violência com sua maça, o ataque não é preciso mas a obriga a recuar com dificuldade e vc pode se colocar entre ela e Calion.

UTHER:
Percorrendo corredores e escadas escuras a visão da masmorra lhe traz certo nojo, com dificuldade para acostumar-se a situação vc chega até o salão e vê Baelor e Calion enfrentando uma criatura monstruosa meio-mulher meio-demônio. Lorde Horicius está caído no chão, aparentemente desmaiado.

OFF: vc pode falar que ainda será considerado ação nessa rodada, mas só poderá atacar na próxima.


Enviado por: Maedhros - segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 12:13:42
Me coloco na frente de Calion, protegendo-o de um ataque da demônio. E continuo a atacá-la.
[1d20]

Enviado por: Mingo - segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 13:25:19
Não falarei nada para não estragar a surpresa... creio que o demônio não sabe que estou ali, então eu posso me aproveitar disso.

Chego até o salão e olho aquela cena, o Lorde está morto e tem um demônio atacando os outros, preciso ajudar de alguma forma!!

Começo a junta o karma para atacar com o Raio Elétrico.



Dado para iniciativa se for necessário e ataque.

Enviado por: Blanchard - terça-feira, 29 de janeiro de 2013 10:55:08
Quando Baelor movimenta-se claramente para me proteger, guardo meu gládio e pego novamente o alaúde:

Obrigado, meu amigo
Não quero sair ferido
Esse é o momento do desempate
Aproveite essa oportunidade
E acabe com essa atrocidade
(Canção do ânimo 1 - Baelor)

Confiando na capacidade militar do sacerdote, recuo dizendo:
O mestre anão Rarurg precisa de sua ajuda. Eu mesmo o resgatei, em floresta próxima. Verei se ele ainda respira e onde os malditos magos se meteram. Chame se as coisas ficarem feias.

Nem mesmo saco o Gládio. Sigo para a porta, com alguma atenção na demônio e a maior das atenções para agilidade no caminho.

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 29 de janeiro de 2013 13:59:23
ataque do demonio em baelor [1d20]

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 29 de janeiro de 2013 14:26:36
INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Uther 17+2=19
Baelor 6+2=8

CALION:
Vc salta da mesa e contorna o salão enquanto Baelor distraia o demônio. Ao chegar perto da porta vc vê Uther entrando no salão parecendo estar muito concentrado.

Sem dizer nada vc passa por ele e começa a percorrer o corredor e subir as escadas.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: M11-4=7, tirou 9, amarelo 25%, 5 pontos de dano na Absorção.

A demônio começa a perder a confiança no combate e começa a emitir um zunido como um enxame de abelhas enquanto gira a mão no próprio ar que começa a esquentar rapidamente até que se forma um chicote feito de chamas em suas mãos. Ela o açoita enquanto vc tenta se proteger com o escudo. O golpe do chicote danifica o escudo consideravelmente e tbm acerta o elmo arrancando-o da cabeça.

PAMMALA:
Rarurg começa a tossir com força expelindo ainda mais daquele sangue negro e viscoso enquanto larga a barra do seu vestido e se coloca em posição fetal, contraindo os braços com força sobre o abdômen como se alguém que estivesse sendo devorado de dentro pra fora. O cheiro começa a ficar insuportável e vc só não desmaia pq começa a ouvir gritos e correria dentro da casa.

UTHER:
Citação:
Sistema: rola na coluna 1, tirou 17, vermelho 75%, 12 pontos de dano na EH (19/3)

Os poucos pelos do seu corpo se arrepiam enquanto vc por inteiro se agita, aos poucos seus dedos começam a transmitir eletricidade uns pros outros de forma crescente até que toda sua mão esteja coberta por energia elétrica. Vc então mira na criatura a sua frente e dispara.

O tiro foi preciso mas a criatura inclinou-se pro lado e o disparo atingiu apenas um altar atrás dela derrubando velas e um livro que ali estava.

BAELOR:
Citação:
Sistema: M5+3(canção do ânimo)-3=5, tirou 11, laranja 50%, 17 pontos de dano na EH da criatura. (19/0)

Enfurecido por perder seu elmo e ter o escudo danificado quase por completo vc ergue a maça num golpe vertical, a demônio para proteger-se precisou subir na mesa arrastando pernas e braços para fugir do ataque.





Enviado por: Maedhros - terça-feira, 29 de janeiro de 2013 17:44:27
Esperando que seja o golpe final, grito para o monstro:

AMALDIÇOE SEU MESTRE PARA MIM... NO INFERNO!!!

dado...

[1d20]

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 18:55:15
[Droga! Errei]

Começo a me concentrar novamente e utilizo novamente raio elétrico.

[1d20]

Enviado por: Blanchard - quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 20:45:11
(Off: vou considerar que durante essa rodada cheguei até Pammala. Caso isso não ocorra, desconsidere o post e eu continuo na caminhada)

Saindo do calabouço, vejo o anão quase morto e Pammala desesperada. Imediatamente me aproximo de onde ela esteja e a abraço dizendo (em élfico):

Acalme-se, o sacerdote já está a caminho. Tivemos um pequeno imprevisto com uma demônio, mas cuidei de enfraquecê-la, para que o sacerdote pudesse acabar com o perigo.

Tento encostar sua cabeça em meu peito, para confortá-la.

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 21:41:11
ataque da demônio em Baelor [1d20]

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 22:16:15
INICIATIVA:
Calion 20+2=22
Demônio 19+2=21
Uther 17+2=19
Baelor 6+2=8

PAMMALA E CALION:
OFF: vou considerar que Pammala não se opôs ao abraço.

Vc´s ficam juntos abraçados enquanto Rarurg começa tremer cada vez mais devagar, uma poça de sangue enegrecido se forma abaixo dele e começa a molhar seus pés. Pammala se aproxima mais de Calion tentando não molhar seu pé naquele sangue.

Mais gritos são ouvidos pela casa e vc´s começam a ouvir passos em várias direções.

DEMÔNIO:
Citação:
Sistema: M11-4=7, tirou 15, vermelho, 75%, 15 pontos de dano na EF.

Já recuperada do golpe que recebera a demônio se ergue atrás da mesa e gira seu chicote de fogo que forma uma espiral no ar antes de acertá-lo com força. O golpe arranca o escudo que cai destruído no chão além de danificar a armadura por completo obrigando-o a tirá-la para não lhe atrapalhar os movimentos.

UTHER:
Citação:
Sistema: rola na coluna 1, tirou 11, amarelo 25%, 4 pontos de dano na
EF (15/0)

Vendo a demônio distraída com Baelor vc concentra novamente o karma ao redor de suas mãos as faíscas percorrem todo o seu corpo e vc dispara um raio que acerta o ombro esquerdo da criatura.

BAELOR:
Citação:
Sistema: M5+3(canção do ânimo)-3=5, tirou 16, vermelho, 75%, 17 pontos de dano na EF.

A demônio recua com o feixe de eletricidade que a atingiu, vc usa essa oportunidade para subir na mesa de pedra, erguer a maça e saltar sobre a criatura desferindo um golpe vertical tão forte que vc sente o momento onde os ossos da demônio se quebram. Ela vai ao chão em espasmos de dor enquanto grita alguma coisa numa língua estranha.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum