Oitava parte - As minas de carvão de Lubliama

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Oitava parte - As minas de carvão de Lubliama

Mensagem por Samyaza em Seg 07 Out 2013, 00:52

Enviado por: Ares - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 15:03:51
Digo espantado o buraco enquanto sigo pro elevador.
-Que Cambu abençoe nossa jornada,pois nunca tinha visto algo tão profundo e que me espanta-se tanto como isto.
"Sem um guia estaríamos mortos andando por tal coisa"
-Acho que devemos marchar com os anões na frente e Connor atrás,para termos os melhores guerreiros nas pontas,Pammala no centro pois pode ajudar com magias em caso de ataque e eu poderia ficar dando cobertura para um dos guerreiros na ponta com meu arco.Assim só fica faltando Sam e Benjen,Sam acho que poderia ficar junto com Connor cumprindo o encargo de escudeiro.Sei que não é perfeito mais é uma ideia inicial,que acham da ideia?Principalmente os anões que conhecem as minas melhor que qualquer outro membro desta empreitada.
Em qualquer caso fico no lugar decidido pelo grupo todo.

Enviado por: bcsaulo - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 15:22:26
Após ouvir os comentários de Derin, digo - Então em frente Glóin, a "casa" é sua, deixe que eu protejo a retaguarda - Seguro firmemente um machado, na outra mão carrego o escudo grande - Pammala acenda sua lanterna, suponho que não empunhará arma alguma - Dou uma leve batida no escudo com o cabo do machado para ouvir o eco voltando das paredes - Vamos estou ansioso pra ver que tipo de criatura assombra esse local.

(Off: Thiago aumenta ai +2 na EF, to usando um Escudo Grande. E aumenta minha EH, é pra ser 21)

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 15:35:22
Pelo caminho vou elogiando e fazendo perguntas sobre o túnel, coisas típicas de anões, e quando Náin diz como lhe fazer contato assinto com a cabeça; quando o elevador é baixado, e chegamos ao fundo digo:
Muito bem se todos querem assim, vamos Cletus tomemos a frente.

De acordo que formos proseguindo, bato no peito com os punhos e digo:
Por Blator, como é bom estar embaixo da terra de novo.

Caminhando mais um pouco indago a Cletus:
Ninguém mais está trabalhando nestes túneis?
Dou uma pausa para a resposta e digo:
Onde ele termina? E quais metais aqui são extraídos?

Enviado por: arabedoido77 - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 15:49:33
Pelo que me lembro, fiquei com os pergaminhos, uma lanterna e um frasco de óleo.

No caminho, vou comentando sobre a mina:

Já tinha ouvido falar muito sobre Anões e sua habilidade em com minas. Mas vistas de perto, elas superam qualquer descrição.

Consinto com a proporsta de Derin, assumo a posição e quando Connor pede, acendo a lanterna. Dessa forma, tenho a lanterna na mão esquerda e o cajado na direita. Acho que ele pode ser usado como "apoio", caso o piso seja acidentado.

Dou uma panorâmica geral no lugar.

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 17:17:31
(Off: Meus caros um coisa,Maedhro não irá postar hoje.)

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 18:15:34
TODOS:

Pessoal, numa situação de exploração, eu vou aguardar todos, sem exceção, a menos que, depois, alguém diga que pode-se pular a vez.

Connor, Sam e Pammala, me reenviem por gentileza a ficha e a imagem do avatar, por favor

Enviado por: †_Junior_† - quinta-feira, 24 de novembro de 2011 21:26:53
Olho para as paredes da mina com um misto de admiração e surpresa. Fico andando sempre próximo de Connor. Quando Derin fala sobre as posições, falo:

- Estou de acordo, ficarei próximo a Connor!

Olho ao redor, procurando detalhes no local onde estamos.

(observar)



(off: samyaza, eu já tinha enviado a ficha, mas enviei novamente hj por via das dúvidas.)


Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 25 de novembro de 2011 15:15:54
retiro o simbolo sagrado de ferro do pescoço, enrolo-o na mão e desembainho a espada. E falo num tom sério e sem calor:

Seguimos em frente.

Enviado por: arabedoido77 - sexta-feira, 25 de novembro de 2011 18:58:16
Vou adiantar que em situação normal, vou sempre seguindo o grupo e iluminando o caminho. Vou sempre com a máxima atenção a tudo, para depois fazer as anotações e evitar surpresas. (quando precisar novamente, basta avisar para os dados para observar).

Enviado por: arabedoido77 - sexta-feira, 25 de novembro de 2011 21:32:41
Estranho... não saiu. De novo a rolagem.


Enviado por: Samyaza - terça-feira, 29 de novembro de 2011 14:48:32
OFF:
Observações que deixei passar batido:

GLOIN: sim, vc pode interpretar pelo Roac, é até melhor pq evita que eu tenha que ficar interpretando ele, porém, algumas vezes, quando eu achar necessário, eu irei interpretar alguma coisa por ele, mas a maior parte do tempo a ave é sua.

SAM: pode sim sam,se puder, num erro crítico, corte a garganta do enrolão do connor, ok?

CONNOR: sim o escudo possui a haste conforme pediu.

DERIN: quando vc pediu pra ouvir a conversa dos anões, apesar do resultado, não vi em sua ficha a habilidade de linguas, e Glóin está falando na voz de pedra, pela cor da fonte que ele usou.

CONNOR: Jered leva a mochila para o acampamento, porém, especifique o que foi dentro da mochila, ok?

DERIN: as flechas foram compradas sim.

CONNOR: desconte o valor das flechas do seu total de moedas, sua EH e EF estão corretas? verifique por gentileza.

PAMMALA: Carregar uma lanterna ou tocha, vai impedir que vc lance suas magias, vc precisará largá-las, ok?




Enviado por: Vercenorax - terça-feira, 29 de novembro de 2011 14:52:04
(Off:Quanto a minha tudo certo.)

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:04:07
(Off: Ué só se eu tiver deitado... hehe...)

Na verdade EF é 36... São 20 sem armadura, +9 malha, +5 escudo grande, +2 elmo fechado.

Na mochila que Jered levou há, 40 tochas, e o estojo para trabalhos em metal.

Já descontei as moedas, ainda tenho 6 MP.



Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:14:41
Tudo bem. No caso de um combate, coloco a lanterna no chão para ficar com a mão livre.

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:25:13
TODOS:

Vc´s iniciam a caminhada pelos corredores, eles são escuros e frios, as paredes são formadas de pedra bruta, o espaço é curto, permitindo que apenas dois de vc´s possam caminhar lado a lado, mesmo assim, o uso de algumas armas maiores pode ser dificultado enquanto estiverem nos corredores.
O piso é irregular mas não chega a dificultar a marcha, correr porém, pode ser arriscado´. Os túneis possuem aproximadamente 5 metros de altura e a luz não chega ao teto.

A ordem de marcha de vc´s tem Cletus e Glóin a frente, seguidos por Benjen e Pammala, Pammala com a iluminação, na retaguarda estão Sam e Connor, Derin está entre Sam e Benjen, aproveitando-se da baixa estatura de Sam para disparar suas flechas por detrás dele.



Cletus diz a Gloin:


Esses túneis foram evacuados, e estão fora de uso, muitos deles nem foram nós que fizemos, já estavam aqui e foram descobertos por acaso. Aqui extraiu-se um pouco de carvão, suspeita-se que se fossemos mais longe encontraríamos diamantes, mas nada foi achado. Eu só conheço algumas partes dele, cogita-se que existam muitas galerias ainda não exploradas.


Após avançar quase 50 metros em frente, vc´s chegam uam bifurcação em forma de Y, é necessário escolher qual caminho seguir. À esquerda de vc´s exite uma vão maior no corredor, na forma de um comodo de uns 15 metros quadrados, alguns carrinhos vazios e quebrados e algumas ferramentas estão espalhadas pelo local.

SAM

Olhando para o comodo vc tem a nítida impressão de ter visto algo se movendo rapidamente, subindo pela parede, alguma coisa cheia de patas peludas que com um salto rápido fugiu da luz ocultando-se na escuridão do teto.


TODOS:

Rolem 1d20 por gentileza (senhores, vou adotar o critério de apenas um d20 por teste. difenrentemente do que o pessoal costuma usar, ok?)


Enviado por: Ares - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:30:15
Permaneço em guarda com uma flecha pronta no arco,mais com esta com a corda solta
[1d20]
(os dados estão de mal comigo hoje)

Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:30:45
Falo:

Alguém pode se encarregar da lanterna? Acho melhor começar a mapear este lugar. Nunca se sabe.

Falo para os anões:

E podem deixar que não divulgarei nada sem permissão.

E a jogada pedida.

[1d20]

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 29 de novembro de 2011 15:51:33
Observar...

Enviado por: Vercenorax - terça-feira, 29 de novembro de 2011 16:15:13
Digo a em voz baixa Cletus:
Trabalhos humanos, ou ainda de criaturas que aqui viviam.

Mestre pr um acaso, por ser anão tenho um redutor de colunas na habilidade?
Teste.[1d20]

Me viro a Pammala e digo:
Ponha luz neste salão elfa, antes de escrver.
Depois digo a Connor:
Connor ilumine um pouco a frente, quero ver quais dos dois seguimentos é mais atrativo.

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 29 de novembro de 2011 17:30:01
Em resposta a Glóin - Claro, deixem-me passar - Solto o escudo no chão - Sam, me traga o escudo - Acendo uma tocha e caminho a frente procurando iluminar o local, na outra mão continuo empunhando o machado.

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 8:07:21
dados...

(off: nossa! agora q percebi q era apenas 1d20 pra lançar e não 3! kkkkkkkk... considere apenas o primeiro valor então.)

Enviado por: †_Junior_† - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:05:24
Dou uma risada meio nervosa e falo para Connor:

- Ehhh, mestre Connor. Não sei se meus olhos estão me confundindo nessa escuridão, mas tive a impressão de ter visto algo se movendo bem ali(aponto para o lugar onde vi a pata)- Parecia uma pata peluda...

Pego o escudo como Connor falou, e vou levando, enquanto pego meu gládio e empunho firmemente ele.

(dado)

(tem como eu usar esse escudo? Ou ele é maior que meu corpo? kkkk)

[1d20]


Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:19:37
Sam o que está dizendo a Connor? Diga a mim!

Enviado por: Ares - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:24:58
Ao ouvir Gloin perguntar sobre o que Sam estava falando presto atenção para saber do que fala.
-O que aconteceu Sam?

Enviado por: †_Junior_† - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:35:37
Olho para Gloin e falo:

- Vi uma pata peluda se mexendo bem ali(aponto novamente)- Foi bem rápido, nem deu pra ver direito. Pode ter sido impressão minha...


Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 14:39:38
Me viro a Cletus e digo:
Aranha?

Röac crocita e diz:
"Aranha","Aranha","Aranha".

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:06:35
Avanço com a tocha na frente, na direção da qual Sam apontou.

Teste de Observar.

(Off: Que é isso? Papagaio é?)

Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:09:51
(Off: Você sabe que os corvos comem dos mortos primeiros os olhos.)

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:10:52
Me preparo para alguma eventualidade. Falo, em tom de nervosismo:

Vou pousar esta lanterna. Preciso das mãos livres para poder queimar essa coisa, caso seja preciso. Ou alguém quer segura-la?

Caso ninguém se habilite, coloco a lanterna no chão. Senão, entrego para quem pedi-la.

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:15:25
Fico olhando para bifurcação, mas depois persebo a movimentação do grupo e digo:

O que ocorreu?

Enviado por: Ares - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:19:47
"Uma aranha!?Gigante?!"
Como já estava com o arco quase armado aponto ele pro interior da caverna aonde parece que estava a aranha!? e procuro o bicho.
-Alguém fica de olho no outro lado,pois algo pode vir do outro lado e nos pegar desprotegidos.
Dado pra observar [1d20]
(estes dados me odeiam,isto é um fato)

Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 15:22:49
Calma, não temos certeza de nada!

O entoa:
"Calma".

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 16:13:51
(Off: Você sabia que porcos gostam de comer testiculos? Então é um corvo ou papagaio?)

Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 16:15:40
(Off: Como um animal não sabe reconhecer outro, é um corvo!)

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 16:19:35
(Off: Pode não reconhecer quando o criador e o animal são os mesmos individuos. Então é um corvo de pirata!?)

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 17:54:45
DERIN:
Vc aponta o arco em direção ao vão enquanto vasculha entre os escombros por alguma coisa com a descrição que Sam deu, porém, não encontrou nada.

[5d20]

PAMMALA:
Assim que Connor se aproxima com a lanterna do local, vc percebe que algo se moveu para o teto, olhando para cima, vc percebe vultos escuros se movimentando bem acima de vc´s.


GLÓIN:
OFF: não haverá penalidade.
Ao perguntar a a Cletus sobre a Aranha ele diz:
"Pouco provável, estamos muito perto da entrada, elas infestam as áreas mais internas das minas. Deixe-me ver isso de perto"

Ele move-se para próximo de Connor:

"Cuidado humano, esteja pronto para qualquer surpresa"


SAM:
OFF: o escudo servirá pra vc como um escudo de corpo, equanto estiver com ele, mas vc não poderá atacar.


CONNOR:
Ao avançar com a tocha vc ilumina a área e percebe que vultos caminham pelo teto acima de vc´s.



TODOS:
Súbito algumas criaturas aracnídeas caem do teto sobre vc´s, a maiora dela cai bem no centro do grupo cercando Sam e Derin. As criaturas emitem um chiado estranho, enquanto patas cheias de pelos deslizam sobre seus corpos. Seus vários olhos fitam alguns de vc´s antes mesmo de atacarem.

SISTEMA: As aranhas conseguiram uma surpresa parcial sobre vc´s e por isso vão se beneficiar da técnica de combate Ataque de Surpresa, recebendo +5 na coluna de ataque.

OFF TODOS
Os off´s de Connor e Glóin, são brincadeiras um com o outro,ou estamos tendo um desentendimento entre vc´s?





Enviado por: †_Junior_† - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 18:39:47
(off: ferrou! Estou cercado! auehauehua)

Tento correr com o escudo por cima do meu corpo e passar por baixo da aranha e ficar atrás de Connor. Uso a técnina esquiva para desviar dos golpes das aranhas. Caso não consiga, puxo o gládio e ataco a perna da aranha, para derrubá-la e passar por ela.

- Saiam de perto de mim, criaturas estúpidas!

(dado para o ataque, caso não consiga passar pela aranha.)

[1d20]

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 18:53:53
OS TESTES DE ATAQUE DAS ARANHAS QUE NÃO SAIRAM NO POST ANTERIOR:

Enviado por: Ares - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 19:10:01
"Ferrou,estes bichos estão caindo do teto!"
Tinha sido cercado por aranhas e agora só tinha uma coisa pra fazer,atacar.Estico a corda do arco segurando a flecha e aponto em direção a uma das aranhas que estivessem perto da parede pra diminuir a chance de por algum acaso acertar um dos meus companheiros.
Se conseguir ou não acertar uma das aranhas com meu tiro começo a correr para o lado de Cletus,enquanto pego meu gladio,usando a técnica de combate esquiva se precisar desviar de uma delas,de modo a deixar livre o campo para Pammala lançar alguma magia como ela disse que poderia fazer.
(1d20 para ataque)
(Off:estes dados estão de zuação comigo,terceira falha seguido Eh? )

Enviado por: Ares - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 19:22:50
(Aposto que vai dar 1 também)
[1d20]

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 20:03:19
Imagino que já havia colocado a lanterna no chão.

Iniciativa:


Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 30 de novembro de 2011 20:04:48
Ataque com a bola de fogo na aranha que está virada para mim, perto dos anões.

(Dados viciados!)

[1d20]

Enviado por: bcsaulo - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 1:24:17
Aparo a aranha quando esta me ataca, e em seguida contra-golpeio com o machado cortando de cima para baixo, enquanto grito - SAAAM JOGUE O ÓLEO SOBRE ELAS.

Primeiro teste manobra Aparar e segundo teste Ataque.

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 7:47:29
Iniciativa.
Nem pensar que vão colocar fogo nas aranhas conosco aqui dentro, EU NÃO PERMITO!

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 7:53:35
Ataque.[1d20]

Enviado por: Maedhros - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 8:02:02
Quando as aranhas caem sobre nós, assusto e depois desfiro o golpe:

(dado para iniciativa se precisar...)




Enviado por: Maedhros - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 8:05:01
Dado para ataque...

[1d20]

(off: acho q esse dado tá viciado Think só dá 6! kkkkkkkkk...)

Enviado por: arabedoido77 - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 8:20:47
(Off: Alguém andou gastando os números altos desses dados.)

Enviado por: Ares - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 9:47:52
(Off:Estes dados estão super viciados,só numero baixo.E eu tirei três vezes o 1 seguido,como pode?)

Enviado por: †_Junior_† - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 11:56:20
Penso no meu desespero de escapar das aranhas: [Que diabos de óleo Connor ta falando?]

Se eu tiver escapado delas, passando por baixo da que está na minha frente, abro a mochila em frenesi, pego o óleo (se lá estiver!) e taco por cima das aranhas da melhor forma possível.

(precisa de dado para essa ação doida?)

[1d20]

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 17:39:46
ROLAGEM DO CRÍTICO

Ao rolar os ataques eu usei a sequencia de personagens da postagem anterior, e tivemos um 20 e agora preciso rolar o que caiu do crítico que é? [1d20].

Abaixo passo as pessoas atacadas e o resultado do teste:

derin - 6
pammala - 14
gloin - 18
sam - 20
connor - 16

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 19:34:46
Mestre o que fazemos atacamos?

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 19:45:15
SAM
Vc escuta um chiado bem encima de sua cabeça, ao olhar para cima uma aranha, que poderia servir-lhe de montaria pelo seu tamanho, cai sobre vc, as pernas se mexem no ar em movimentos que se parecem um os que sua mãe fazia quando tricotava.
Vc ergue o escudo acima de sua cabeça pra proteger-se, mas o peso da criatura sobre o seu corpo e a velocidade do ataque não lhe permitiram uma boa esquiva, derrubando-o no chão aos pés de Connor e permitindo que ela lhe finque o ferrão no tronco, em instantes seu corpo todo é tomado por uma cãibra e vc fica incapaz de se movimentar.


DERIN:
OFF: estamos na rodada surpresa, olhe quantas ações vc está realizando:
1 - atacar
2 - sacar uma arma e mover-se
3 - usar a técnica de combate esquiva (que impede que vc ataque na rodada)
Vou considerar uma ação de cada vez, seguindo a sequência acima

Vc ergue o arco e aproxima a corda do seu rosto mirando em uma das aranhas, não notando que acima de vc uma aranha saltara, caindo com todo o seu peso sobre o seu corpo, derrubando-o ao chão e fazendo-o largar o arco e a flecha.
Já caído no chão a aranha ergue suas patas tentando cravar-lhe o ferrão, mas ainda tonta pela queda ela erra, acertando a algusn centímetros dos seus olhos.


PAMMALA
Ao olhar pra cima vc vê uma das aranhas caindo com o ferrão em sua direção, a atenção dada ao gestos e palavras para conjurar sua bola de fogo não lhe permite uma defesa boa e a aranha cai sobre suas costas fincando-lhe o ferrão na altura do ombro, um comichão toma todo seu lado direito que vai ficando todo dormente, a aranha cai ao seu lado, vc cambaleia e encosta na parede, extremamente ferida.


CONNOR:
Ao aproximar a tocha vc percebe que algumas criaturas se movimentam e uma delas cai nas suas costas tentando derrubá-los com as patas antes de tentar fincar-lhe o ferrão, com um movimento rápido vc gira ao redor de si mesmo e evita o golpe e ainda golpeá-la, porém, o movimento deixa-o exausto.


GLOIN:
Enquanto vc dava ordens ao grupo para definir o que seria feito sobre as criaturas que são viu, vc não notou uma aranha que caiu do teto, hasteando as patas sobre seu corpo, suas pernas pareciam que iam ceder, mas vc se recupera e empurra a aranha em direção à parede, desferindo em sequencia um golpe com seu machado na barriga do monstro.


BENJEN:
Aturdido com o ataque das criaturas, vc saca sua espada e ataca uma delas, sem sucesso.


CLETUS
Cletus tenta atacar a aranha com seu martelo mas erra o golpe, acertando o ar.



A PARTIR DE AGORA COMEÇA A RODADA DE COMBATE REGULAR, POR FAVOR ROLEM A INICIATIVA E SEUS ATAQUES, SE FOREM FAZÊ-LOS, INDICANDO QUEM OU O QUE VÃO ATACAR.

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 19:51:05
Continuo na mesma aranha. Iniciativa.

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 19:51:39
Ataque.[1d20]

Enviado por: Ares - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 19:53:48
iniciativa

Enviado por: arabedoido77 - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 20:01:14
Fiquei fora de combate ou ainda consigo atacar depois do que aconteceu?

Enviado por: Ares - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 20:08:59
Procuro o punhal no cinto e após pegar este giro meu o corpo para ficar meio agachado de forma a poder atacar a aranha com o punhal,deixo meu dedão no pomo do punhal e tento dar uma apunhalada na cabeça da aranha num movimento de cima para baixo.
[1d20]

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 20:26:28
PODE ATACAR PAMMALA

Enviado por: arabedoido77 - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 20:45:05
Iniciativa:


Enviado por: arabedoido77 - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 20:47:08
Que droga, esse animal me envenenou! Não posso morrer aqui. Queime!

Bola de fogo de novo na aranha que me picou.

[1d20]

Enviado por: bcsaulo - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 21:57:15
(Off: Acho que a gente precisava testar iniciativa antes do ataque delas afinal a gente já sabiam que elas iriam atacar)

Iniciativa

Enviado por: bcsaulo - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 22:13:20
Avanço sobre a aranha, que me atacou golpeando com o machado e usando a tocha como porrete para atacar - HUUUAAAAA.

Dados de ataques: Machado e Porrete.

Enviado por: †_Junior_† - quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 22:14:58
(off: aff que azar. Tomei um 20, que droga!]

- ARGHHHH!

Fico me contorcendo de dor no chão. Se tiver como me arrastar de alguma forma, tento escapar de baixo da aranha. Se possível, coloco o escudo sobre meu corpo e fico lá escondido. (kkkk)


Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 7:49:45
Continuo a atacar.

(Iniciativa)


Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 7:50:50
Dado para ataque.

[1d20]

(off: kkkkkkkkkkk... desisto! esses dados não se dão bem comigo! kkkkkkk...)

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 13:27:58
TODOS:

Vc´s estão satisfeitos com a dinâmica do combate até agora, caso não dêem sugestões.


Ainda faltam as iniciativas de Sam e Connor.

Além do dado de ataque, seria legal se vc´s interpretassem o ataque e tbm avisassem qual a aranha que estão atacando, se quiser posso colocar indicativos em cada aranha pra facilitar.

Connor, quando pedi os testes, era pra evitar a rodada surpresa, como só o Sam viu, mas avisou a vc´s, considerei apenas uma surpresa parcial (vc´s nem perderam o bônus de agilidade na defesa), mas se errei, comprovado o erro, eu volto atrás e faço a correção, ok?

Enviado por: bcsaulo - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 14:23:15
(off: sem problemas, mas tipo já rolei iniciativa no post 409... E editei o post de ataque 410. Tipo O sam tem EF negativa ele não estaria tipo inconsciente?)

Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 14:27:36
O combate esta bom, só a sorte que não esta aqui. E quanto a interpretação e os alvos, a partir de agora farei isto. (acho essa parte de vc falar o golpe q deu maneira. Fica menos... sabe, automatico.)

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 14:53:38
OFF:

Connor, segundo o manual de regras, pg. 64, entre 0 e -5 o "personagem está ferido e fora de combate, mas, consciente"

Dá uma olhada lá

Enviado por: Maedhros - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 14:56:17
(off: só uma pergunta, Samyaza: como Sam saiu de combate, as aranhas não o atacaram, não é? Pois ele não representa nenhum perigo mais para elas. Estou certo ou errado?)

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 15:15:35
OFF:

Isso mesmo benjen, não sendo uma ameaça as aranhas terão outras lâminas para se preocuparem.

Enviado por: bcsaulo - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 16:15:03
(Off: Acredito em vc... Então pode continuar...)

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 17:11:49
TODOS:

A ordem das iniciativas foi (nome [dado+agilidade=iniciativa]):

Glóin [9+2=11]
Connor [8+2=10]
Benjen [7+1=8]
Derin [6+2=8]
Pammala [2+1=3]
Cletus
Sam [será o último agir por estar fora de combate, tudo bem Sam?]

Segue os ataques e seus resultados:

GLOIN
Após acertar a barriga da aranha, vc puxa seu machado de volta, gira-o acima da cabeça e desfere outro golpe. A força do golpe abre o ventre da aranha jorrando uma substância gelatinosa e gosmenta sobre vc e manchando toda a parede de verde musgo e vermelho sangue.
(Sistema: L2 [defesa da aranha] - 4 [ataque de Glóin], rolou na coluna 2, tirou 11, amarelo, 25% do dano = Cool

CONNOR:
Após girar e atacar a aranha, vc se recompõe, podendo atacá-la de frente e usando a tocha como porrete, o golpe com o porrete deixa a aranha aturdida permitindo que o segundo ataque, com o machado, corte o corpo da aranha ao meio, que vai no chão derramando um sangue quase negro.
(Sistema: machado L2-3, coluna 1, tirou 17, vermelho, por usar ambidestria reduz um nivel, laranja, 50% = 13)
(Sistema: porrete L2-5, coluna 3, tirou 15, vermelho, por usar ambidestria reduz um nivel, laranja, 50% = 9)

BENJEN:
Vc se recompõe da última tentativa de ataque e investe novamente contra uma das aranhas, porém, a aranha é mais rápida e desvia do ataque esticando as patas dianteiras para cima.
(Sistema: L2-5, coluna 3, tirou 3, branco, falha)

DERIN:
Seu ataque acerta com força a aranha, o golpe de cima pra baixo faz com que ela caia de costas no chão enquanto chia de dor pelo rasgo causado pelo golpe.
(Sistema: L2-5, coluna 3, tirou 18, azul claro, 100% = 13)

PAMMALA:
Ainda encostada na parede pela violência do ataque da aranha, vc se recobra o suficiente para reunir karma que se aquece ao redor de sua mão, até que a sua frente uma bola de calor se incendeia e sai em direção a aranha ao seu lado, a bola de fogo atinge além do seu alvo, a aranha logo atrás dela. Um forte cheiro de pêlo queimado sobe infestando suas narinas e a dos seus aliados.
(Sistema: custa 1 de karma, não exige teste, causa 12 pontos de dano numa esfera de 1 metro de raio.)

SAM:
Vc está caído, sangue e uma substância gelatinosa de cor verde musgo cobrem o seu corpo, saídos da aranha morta por Connor, seu corpo ainda está adormecido, mas vc já consegue se mover, lentamente e não possui forças para atacar ainda.

CLETUS:
Cletus ataca a aranha em sua frente acertando uma de suas patas, a aranha manca mas ainda etá em condições de lutar.



Pessoal, vou rolar aqui de ataque das aranhas
[3d20]

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 17:14:09
AGUARDEM QUE AGORA POSTO A AÇÃO DAS ARANHAS, ASSIM QUE ENVIAR O PRÓXIMO POST, PODE SEGUIR COM AS AÇÕES DE VC´S, LEMBREM-SE, A INICIATIVA É SÓ PRA TERMOS DE COMBATE, PODE POSTAR QUANDO QUISEREM QUE NA HORA DE DESCREVER A AÇÃO EU COLOCO DE ACORDO COM A INICIATIVA QUE SERÁ A MESMA ATÉ O FIM DO COMBATE, OK?

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 18:54:37
CONNOR:
Uma das aranhas que foi queimada por Pammala, num acesso de fúria e desespero passa por cima do corpo de Sam e dos restos da outra aranha e salta em sua direção com as patas à frente tenta mordê-lo, cruzando a tocha e o machado vc consegue proteger-se do ataque, e a aranha cai a sua frente.
(Sistema: M4-5, coluna 1, tirou 3, errou )

CLETUS:
Uma das aranhas salta sobre Cletus, ele tenta proteger-se com o braço, mas a aranha fica pendurada em seu corpo, até o momento em que ele urra de dor e caem ele e a aranha, dois furos negros no braço de Cletus expelem uma substância esverdeada e um pouco de espuma, da aranha a mesma substância pinga de suas mandíbulas.

DERIN:
A aranha salta que caíra de costas, tenta se recompor, mas seus movimentos são lentos e imprecisos, permitindo que vc facilmente se esquive dos ataques da criatura fazendo que que ela arrebente o seu ferrão no solo duro das minas.
(Sistema: L3-7, coluna 4, tirou 1, verde, falha)

AGORA COMEÇA A SEGUNDA RODADA DE COMBATE, PODEM DIZER SUAS AÇÕES E ROLAR OS DADOS DE ATAQUE SE FOR O CASO


Enviado por: Vercenorax - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 19:03:50
Levanto o machado bem alto e parto em direção de onde Cletus combate.
Se o alcançe não permitir, arremessoa a machadina, e se der vou com o machado de guerra. Dois dados, o 1° machadinha, e o 2° machado de guerra, o que funcionar desconsidere o outro.

Enviado por: bcsaulo - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 19:06:56
Aproveito que a aranha caiu na minha frente e salto sobre ela dando um pisão nas suas costas utilizando os dois pés e tento ficar de pé sobre ela.


Teste de acrobacias para o salto.

(Off: Preciso testar Agilidade pra me manter de pé sobre ela?)

Enviado por: Ares - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 19:14:51
Me levando o mais rápido que puder e fico agachado perto da aranha.Não modifico a posição do punhal e continuo segurando ele de forma que o dedão fique no pomo,mais meu movimento agora será diferente.Com o punhal na mão faço um giro diagonal com ele vindo do ombro contrario ao da mão com que seguro o punhal,com o objetivo de acertar com a ponta do punhal semi inclinada e criar um corte nela.
[1d20]

Enviado por: †_Junior_† - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 21:37:17
(samyaza, sem problema ser o ultimo. É o que faz mais sentido =D)

Depois da aranha que está sobre mim morrer, tento me afastar do combate. Continuo colocando o escudo sobre meu corpo para me proteger de futuros ataques.


Enviado por: arabedoido77 - sexta-feira, 2 de dezembro de 2011 23:11:43
Ainda não morreu essa maldita?

Outra bola de fogo. Se for possível e ele quiser, dou passagem para o Glóin passar.

Enviado por: Maedhros - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 14:28:46
Benjen dá um salto se esquivando da aranha, coloca a espada em na horizontal e desfere um estocada com a ponta da espada no centro do corpo da aranha.

[1d20]

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 16:35:21
GLÓIN:
Tomado pelo ímpeto da batalha vc ergue o machado para ajudar Cletus, porém, vc percebe que em seu caminho estão Benjen e Pammala impedindo sua trajetória, esperar que eles abram passagem poderia ser arriscado, logo vc decide arremessar uma machadinha. Vc saca a machadinha, rapidamente faz pontaria tentando determinar a melhor trajetória e a arremessa! Apesar do pouco tempo e espaço para um arremesso perfeito vc consegue acertar uma das patas da aranha, arrancando-o, a criatura se debate tentando manter o equilibrio.
(Sistema: L7-4, coluna -3, tirou 16, laranja, 50% = 11)


CONNOR:
Ao ver a aranha a sua frente vc dobra seus joelhos um pouco tomando impulso e salta por cima da aranha tentando acertá-la, no ar, vc estica suas pernas jogando todo o peso do seu enorme corpo para as pernas para atingi-la em cheio, porém, a aranha consegue salta pra trás, impedindo seu ataque, seus pés com força no solo e a força do impacto é sentida em todo o seu corpo.
(Sistema: L7-3, coluna -4, tirou 7, branco, falha)


BENJEN:
Com a espada reta, vc aproveita o desespero da aranha que perdeu a pata pela machadinha de Glóin e investe com a espada sobre ela, a espada acerta-a bem no meio, atravessando-a, um muco esverdeado escorre pela lâmina da espada junto com o sangue da aranha, que chia de dor, estremecendo-se toda até conseguir desvencilhar-se da lâmina.
(Sistema: L7-5, coluna -2, tirou 11, laranja, 25% = 7)


DERIN:
Vc gira o braço e desfere o golpe com o punhal que atinge violentamente o corpo da aranha, pelos ferimentos que ela já havia recebido ou pela força do golpe, vc desprende metade do corpo dela, dividindo-o ao meio, sendo um lado preso ao outro por um pequeno espaço que ainda ficou inteiro. A criatura agoniza a sua frente numa cena onde cada metade do seu corpo se movimenta num sentido e vc e os outros podem observar a arahna rasgando sua própria pele em desespero.
(Sistema: L7-5, coluna -2, tirou 18, vermelho, 75% = 10)


PAMMALA:
Apesar de ferida a condição não lhe permite os mesmos tratamentos que a vida na corte lhe trazia, apesar de sofrido, sua alma é a de uma guerreira, e com convicção vc deixa de ser a nobre elfa dourada, educada na formalidade daqueles da capital e torna-se a mística e poderosa dourada, senhora das artes místicas. Vc concentra novamente o karma, dessa vez, muito mais fácil devido ao calor provacado pela primeira explosão, com gestos e múmurios, vc recita as palavras que invocam uma onda de calor que ao sair de sua mão se inflama e voa em direção a aranha, a critura começa a correr em desespero pelos corredores, numa dança macabra cuja sinfonia são seus gritos de dor, enquanto caminha, pedaços carbonizados do seu corpo ficam pelo chão. O cheiro de queimado toma conta do lugar, não só incomodando o olfato mas trazendo uma ânsia de vômito.
(Sistema: custa 1 de karma, não exige teste, causa 12 pontos de dano numa esfera de 1 metro de raio.)


SAM:
Enquanto vc se arrastava para o corredor, para garantir sua segurança, ao seu lado, uma aranha em chamas passa em disparada gritando de desespero, aos poucos, a tocha humana que ela se tornara vai desaparecendo no corredor, dando lugar apenas a escuridão e ao silêncio.


CLETUS:
Ao ver que a aranha com que lutava foi morta por Derin, Cletus vira seu corpo para a aranha que lutava com Connor, ele avança com girando o martelo e dá um pequeno salto antes do ataque, o golpe atinge com toda a potência a cabeça da aranha que é esmagada contra o solo até que os ossos estourem, espalhando pedaços de sua massa cefálica pelo aposento. A aranha sem cabeça, após algunas passos cai morta.


TODOS:
As aranhas foram derrotadas, a frente de vc´s dois corredores e uma escolha a ser feita, Pammala e Sam estão gravemente feridos, Connor e Glóin estão exaustos, qualquer que seja o corredor escolhido para seguir, ele com certeza apresentará novos desafios, qual será a ação de vc´s:

Enviado por: arabedoido77 - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 16:50:26
Encosto na parede, vou abaixando até conseguir sentar ao chão, tateio o ferimento. Digo com um jeito meio envergonhado:

Senhores, perdoem minhas palavras ainda há pouco. Não sei o que foi que me deu, se foi a dor, a surpresa do ataque ou tudo isso junto, algo me tirou do sério. Ainda bem que não tirou também minha concentração. As batalhas são sempre assim?

Olho para Gloin, com um olhar cansado.

Como lhe prometi, usei apenas as bolas de fogo, nenhuma outra magia...

Abaixo a cabeça e digo, quase murmurando:

Deixem-me descansar um pouco e já continuamos, desta vez com mais cuidado. Mais alguém se feriu?

Fico lá, de cabeça baixa, descansando um pouco até que alguém tome uma decisão.

Enviado por: Ares - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 16:57:03
Fico com um pouco de nojo ao ver aquele bicho se separando em dois,mais me lembro que tinha derrubado meu arco e flechas e a primeira coisa que faço é juntar elas e guardar elas e meu arco,pegando assim o gladio e o punhal.
-Isto foi... surpreendente e arrasador,se falar nojento e nada de espíritos.Alguém esta gravemente ferido que ache que não possa continuar com isto?
Penso um pouco.
-Temos dois corredores e não seria inteligente nos separarmos.Alguém te uma tocha e poderia me emprestar por um minuto?

Enviado por: †_Junior_† - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 17:09:31
Continuo deitado no chão e espero alguém me socorrer.

- ARGH! Isso dói...


Enviado por: bcsaulo - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 17:21:05
Coloco meu escudo nas costas e a arma de Sam na bainha, coloco o hobbit nos braços e levo na direção de Benjen - O pequeno foi gravemente ferido, pode curá-lo? - Quando os outros perguntam sobre minha situação, digo - Nenhum arranhão, poderia vir mais dez aranhas, que as destruiria e sairia ileso.

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 18:40:20
Quando o combate acaba, passo a mão pela barba e digo:
Um bom combate para começo de conversa, não acham? Mas quanto aos feridos como andamos? Cletus venha cá, deime dar uma olhada nestes furos no braço! Benjen, ajude Sam, me parece que o pequeno sofreu um pesado golpe, e quanto a você elfa, deixe que Benjen também lhe vistorie, me parece em demasia ferida.

Sento-me em uma aranha e limpo meu machado em seu pelo dizendo:
Criaturas desgraçadas, estão muito p´roximas da entrada do túnel, algo aconteceu mais ao interior, Derin, pegue esta tocha de Connor, e faça o benefício de dar uma olhada nos corredores, mas só aqui no começo.

Pego Röac e digo-lhe:
Aranhas no corredor! Mortas!
Depois dou-lhe um sinal para que leve a mensagem a Náin.

Enviado por: arabedoido77 - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 19:31:46
Desencosto da parede e aponto o ferimento, com expressão meio chorosa.

Foi bem aqui. Dói, coça, arde... Espero que não tenha veneno também.

Depois de uma pausa:

Se essas aranhas não eram para estar aqui e sim mais para o interior, concordo que alguma coisa as deva ter assustado ou expulsado de seu local de origem. Fantasmas ou algo mais material.

Enviado por: bcsaulo - segunda-feira, 5 de dezembro de 2011 19:56:22
Me encosto numa parede para descansar, retiro meu odre de vinho bom e tomo um gole. Quando Glóin faz o comentário sobre o combate digo - Um pouco rápido demais - Passo a mão na testa retirando os fios de cabelo do rosto como se tivesse relembrando algo e digo - Certa vez lutei contra um ogro, desarmado... Criatura dura na queda, passei quase dez minutos para derrotá-lo. Aquilo sim era um combate - Levanto-me e caminho até Pammala - Quer um pouco de vinho dona? Pode passar um pouco a sensassão de dor - Em caso afirmativo estendo o odre pra ela - Na proxima vez fica mais perto de mim, meus braços fortes vão deixá-la em segurança. - Depois sento proximo a parede onde eu possa descansar e fico lá até decidir seguir viagem.

Enviado por: Maedhros - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 7:53:35
Após matar a aranha, embainho a espada e vou ajudar meus companheiros. Quando Connor trás Sam até mim, deito-o no chão (sem nenhuma palavra), abro a camisa na parte do peito, achando assim o ferimento que o derrubou no ombro. Quando acho-o, retiro a luva da mão direita, e a coloco em cima do ferimento. Fecho os olhos:

[Cruine...]

Segundos passam em silêncio. Quando uma luz começa a emanar do ferimento (nessa hora uso CURAS FÍSICAS 1, duas vezes) e então as feridas curam-se. Depois de tudo estar terminado, abro os olhos e falo a Sam:

Cruine lhe disse:Hoje não...

Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 8:14:42
Aceito um pouco do vinho que Connor oferece, tomo um pouco e devolvo-lhe o odre.

Obrigada. Acho que ajudou um pouco...

Enviado por: Maedhros - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 9:21:19
Depois me dirijo a Pammala, retiro a outra luva e coloco ambas presas ao cinto e pretendo ajudar com seus ferimentos, mas antes peço permissão para toca-la:

Me permite?

Dado para medicina... [1d20]

Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 9:45:20
Respondo para o sacerdote:

Claro. Faça o que for preciso.

Me posiciono para que ele possa ver melhor o ferimento.

Enviado por: Vercenorax - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 9:47:28
Terminem aí para podermos ir, mas não precisam se apressar.
Me levanto pego a lanterna e vou até onde o correrdor se divide, para vistoriar.

Enviado por: †_Junior_† - terça-feira, 6 de dezembro de 2011 16:33:28
Quando Benjen me cura, falo ainda fraco:

- Muito obrigado Benjen...


Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:15:47
GLÓIN:
O pássaro inicia o voo em direção a saída, rapidamente ele a mancha branca em meio a escuridão dos corredores desaparece, ficando apenas o som do seu bater de asas, que em instantes, começa a diminir até desaparecer tbm.


BENJEN:
Agachado para alcançar o pequenino, vc se sente confortável, apesar do chão duro e irregular, os anos que passou de joelhos orando a Cruine lhe permitiriam ficar ali por horas, se fosse preciso. Enquanto orava, vc foi capaz de sentir a vitalidade retornando ao corpo de Sam, rapidamente a respiração volta ao ritmo normal. Pouco antes de vc encerrar suas orações, visões tomam a sua mente, quase forçando-o a cancelar o milagre, um lago com uma ilha, uma fila de pessoas aguarda na praia, um barco que vai e volta, buscando mais pessoas, as pessoas sempre vão até a ilha, nunca voltam dela, de repente, uma escuridão toma a tarde de sol, o barco vai mais uma vez até a ilha e volta, dessa vez, no barco, muitas pessoas tentam subir, algumas, que obtém algum sucesso, são atacadas ferozmente pelo barqueiro. As pessoas que ficam na praia acendem velas, e quanto mais velas são acesas, mais pessoas tentam sair da ilha e ou se afogam no mar, ou são mortas pelo barqueiro, o barqueiro volta a praia, ele sai do barco pela primeira vez, e com seu remo ele ataca as pessoas, a cada golpe o rempo esfacela faces, quebra ossos e rasga a carne das pessoas, o remo nunca se quebra, e lentamente, o mar azul, vai ficando vermelho pelo sangue das pessoas, quase negro pela escuridão.

Vc volta do transe aturdido, as visões tomam a sua mente, mas seus amigos ainda precisam de vc. Quando vc vai diagnosticar Pammala, vc percebe que os ferimentos por pouco não a deixaram pior ou igual ao Sam e que, apesar de ainda de pé, qualquer outro golpe pode ser fatal.


DERIN:
Quando vc pega a tocha para observar os corredores, vc encontra, apesar do solo duro, pegadas formadas por terra úmida. Elas seguem o corredor em frente de vc´s. Talvez vasculhando um pouco mais, pode-se encontrar mais pistas.

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:28:28
Vamos esperar um pouco por Röac, ele não demorará a vir. Derin o que encontrastes?

Enviado por: Ares - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:35:48
-Encontrei um trilha feita por terra úmida que segue em frente.Como que terra úmida fica dentro de uma caverna?Aqui não devia ser só rocha?
Continuo olhando uns 2 metros mais a frente com a tocha pra ver se acho algo e também observo como esta a caverna a frente,se existe alguma fonte de água,goteira,ou algo que possa ter umedecido a terra.
Dados Observar e Seguir Trilhas
[Off:Dados malditos Brick wall ]

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:40:05
Como dise vamos esperar Röac, e daí vamos.

Enviado por: Maedhros - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:48:26
Me levanto e falo aos meus amigos em um tom sombrio:

Ódio... Rancor... Desespero... Dor... Este lugar é sombrio demais, caros companheiros. E muito perigoso para aqueles que não passaram por tais sentimentos e conseguiu vencê-las. dou uma pausa e continuo Cruine me deu a graça de uma visão, porém dúvido que gostaria de vê-la novamente... um lago com uma ilha, com um barqueiro a levar pessoas de uma fila para a ilha. Porém numa viagem de somente ida. Mas em um momento, o barqueiro se recusou a continuar seu ofício... E as pessoas no desespero tentavam entrar no barco, porém são afastadas a golpes de remo... E as pessoas da ilha tentavam voltar a terra... Mas afogavam-se. dou uma nova pausa relembrando a imagem do barqueiro E o barqueiro fez o que não devia... Ele saiu do barco e atacou impiedosamente as pessoas em terra. Sangue... Dor... Agonia... Algo inimaginavel. depois me dirijo a palavra a meus companheiros Isso significa que o Ciclo foi interferido. O ofício da Morte fou interferido. E agora eu lhes digo: a caminhada apartir daqui é sombria e escura, de um perigo não conhecido. É meu dever e missão resolver isso, mas vocês não são obrigados a continuar, por isso eu pergunto: queres ainda me acompanhar?

Espero a resposta de meus companheiros.

Enviado por: Ares - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:54:51
Ouso as palavras do Benjen e falo.
-Eu continuo,mais caso eu morra e não possam regatar meu corpo façam o possível para não me transformar num morto vivo.

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 14:57:55
Eu irei!Sou o líder desta expedição, se tiver de ir para a morte, peço somente que me enterrem com dignidade ao estilo de minha raça!

Enviado por: bcsaulo - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 16:56:57
- Eu sorrio na cara da morte - Cuspo no chão - Estamos todos nessa sacerdote e não deixarei que ninguém morra aqui - Continuo tomando meu vinho o bastante para não ficar bêbado.

Digo para Glóin - Por quanto tempo ficaremos aqui?

(Off: Thiago quanto tempo pra todos nós recuperarmos a EH e o Benjen recuperar o Karma?)


Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 17:08:03
CONNOR: (off)
tsc! tsc! não fez o dever de casa de novo neh? Lá vai:
EH = 2/hora de sono ou 1/hora se estiver descansando ou esforço leve, esforço pesado impede a recuperação

EF = 1/dia se EF >= 0; se EF < 0, Teste de Habilidade Medicina Difícil recupera 1/dia

Karma = todo o karma com uma noite de sono ou metade disse se dormir menos que 8 horas. 1 ponto para cada 4 horas de descanso

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 17:43:10
Ficaremos o tempo suficiente, meu caro, matamos o que tivermos de matar e saimos!

Enviado por: arabedoido77 - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 20:13:46
Quando o sacerdote fala sobre sua visão, penso um pouco e digo:

A ferida ainda dói e esta foi a primeira vez que estive em uma luta de verdade. Não quero morrer aqui, mas não consigo me conter. Quero muito ver o que se esconde lá na frente e no mais, tenho uma missão a cumprir. O que vou dizer ao governante de Marana e a meu mestre também, se fugir assim?

Baixo a cabeça, penso um pouco. Finalmente, levo a mão ao rosto, aperto os olhos (dúvida cruel) e continuo:

Quem estou querendo enganar? Bastaria dizer que o local é perigoso demais e pronto. O problema sou eu. Quero até os ossos ver até onde esta mina vai e desvendar esse mistério. Não vou descansar enquanto não souber tudo. Vamos continuar, mas tomando mais cuidado. Ainda tenho minha magia e posso ajudar.

Enviado por: †_Junior_† - segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 20:24:35
Falo bem fraco:

- Ainda sinto muitas dores no corpo. Aquela aranha não foi fácil. Mas preparado e disposto a continuar!




Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 13 de dezembro de 2011 10:46:26
Depois de ouvir os devaneios de Pammala digo - Nem em sonho filhota. Você e o pequeno ainda estão muito fracos para andar. Além do mais as coisas devem piorar daqui pra frente. Descansem - Falo para Benjen - Sacerdote não pode usar seu dom para curá-los? Esperaremos tempo o suficiente para que se recupere espiritualmente.

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 13 de dezembro de 2011 11:20:51
TODOS:

Após alguns minutos, enquanto vc´s conversavam, Roarc volta e pouso no ombro de Glóin.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1038
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum