Anaru "Argrim" Akahata

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Anaru "Argrim" Akahata

Mensagem por Samyaza em Qui 24 Out 2013, 01:54

Nome: Aruna "Argrim" Akahata
Profissão: Guerreiro
Deus: Palier


Fruto de um casamento para trazer união a duas tribos que habitavam Khubar, Anaru Akahata não sabe ao certo seu local de nascimento e pouco se lembra de sua
infância. A única coisa que se lembra claramente é de onde veio o nome do qual ele viria a ser chamado pelo resto de sua curta vida, "Argrim". Nome dado pelos
anciões aos mais jovens que demonstravam precocemente habilidade e talento em combate. Esses eram apresentados aos mestres de armas para receberem treinamento,
podendo assim se unirem aos adultos nas guerras.

Mesmo sendo filho dos descendentes diretos da tribo e integrar a linhagem real, Argrim nunca recebeu tratamento especial ou qualquer regalia por isso. Cresceu
em meio a jornadas em busca de território e guerras travadas pra conquistá-los. Aos 17 anos, sua tribo foi dizimada pelo exército de Yuden. Ferido durante o
combate, foi deixado para morrer.

Após dias desacordado, foi encontrado por um grupo de mercenários e levado para Triumphus, onde passou meses até se recuperar completamente. Seguindo os costumes
de sua tribo, Argrim jurou lealdade e devotou sua vida aos homens que o haviam salvo da morte certa. Durante 4 anos ele passou treinando e ajudando o grupo em
tarefas básicas. A convivência com seus pares o tornara fanfarrão e seu tipo exótico lhe rendera muitos rabos de saia e também diversas confusões por conta dos mesmos.

Gersemi, líder dos mercénários, conhecedor de seus talentos o incumbiu de uma tarefa, que seria um simples teste. Acompanhar e proteger uma pessoa em sua jornada
até um calabouço onde sua irmã, que havia sido raptada, era mantida.

Foram reunidos para a jornada além de Argrim, Lezard e mais um humano mago, cuja família era dona do calabouço e um anão clérigo que buscava evidências a respeito
de denúncias de que a família do mago realizava rituais necromânticos no local. Reunidos, antes de saírem, foram atacados por orcs que teriam seguido o contratante
até a taverna de onde eles partiriam. A tal tarefa simples seria, na verdade, sua última.

Durante sua jornada, numerosos foram os combates. Trolls, krakens, mermans, orcs, todos sucumbiam a vontade de ferro do grupo que seguia com o moral inabalável.
Por fim, chegaram a cripta e superando armadilhas, hordas de zumbis e mais um pelotão orc, conseguiram resgatar a refém e lá o anão encontrou diversas evidências
provando que rituais de necromancia vinham sendo conduzidos no calabouço.

Ao voltarem para Triumphus foram impedidos de sair da cidade em busca de respostas pelo comandante da milícia armada da cidade, pois ele recebera uma queixa de
que um grupo invadira o calabouço de uma respeitada família de Triumphus e havia pilhado o local e ainda executado um ritual necromântico, profanando o local antes
de deixá-lo.

Argrim estava de mãos atadas, pois seu grupo havia deixado a cidade para executar outra tarefa. Inconformado com a idéia de que estavam tentando incriminá-lo e
a seu grupo, ele bolou com seus pares uma forma de deixar a cidade e partir em busca do homem responsável por tal acusação.

Deixando a cidade, o grupo foi interceptado por uma pratrulha, que lhes pediu que entregassem suas armas. Antes que pudessem se aproximar, Argrim e seus compa
nheiros levantaram suas armas e começaram a batalhar ferozmente. Infelizmente ao tentar ajudar um de seus pares, ele cometeu um deslize e deu as costas a seu inimi
go, que sem titubear lançou sua espada ao redor do pescoço de Argrim e ameaçou matá-lo caso o grupo não se rendesse.

Segundo as tradições de sua tribo, era uma honra morrer em combate. Preparado para aceitar seu destino, ele grita a Lezard:

- Acerte-o quando eu cair!!!!!!!!!!

O aço frio percorre por sua garganta. O gosto do sangue preenche sua boca e sua visão começa a ficar turva...frio...tudo fica escuro...com os olhos fechadose em
poucos segundos sua vida percorre em sua frente e ele se lembra que, logo estara reunido com sua tribo novamente e um sentimento de felicidade toma seus pensamentos
até que...
...
...
...ele está de pé, sem ferimentos, em uma embarcação junto com aqueles que acabara de matar. Logo ao olhar a sua direita ele vê o homem que lhe tirou a vida...

FICHA DO PERSONAGEM:

avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1032
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Anaru "Argrim" Akahata

Mensagem por Samyaza em Dom 27 Out 2013, 01:22

Paladino, digite aqui o histórico do seu personagem por favor.

Depois vai em perfil>>>assinatura e copia e cola o código abaixo:

Código:
[spoiler="INFORMAÇÕES"][b]EH:[/b]20        [b]ABSORÇÃO:[/b]0       [b]EF:[/b]20       [b]KARMA:[/b]0

[b]EQUIPAMENTOS:[/b] 10 moedas de ouro

[b]CARACTERÍSTICAS GASTAS:[/b] Nenhuma até o momento

[b]EXPERIÊNCIA:[/b] 0xp[/spoiler]

[spoiler="FICHA DO PERSONAGEM"][img(700px,500px)]http://i1109.photobucket.com/albums/h426/trodurizen/argrim_zps05bf0c50.jpg[/img][/spoiler]


avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1032
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum