Nona parte - Fuga e despedida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nona parte - Fuga e despedida

Mensagem por Samyaza em Qui 10 Out 2013, 21:34

Enviado por: †_Junior_† - quinta-feira, 11 de outubro de 2012 23:26:39
Quando Vardem fala comigo não consigo disfarçar meu desagrado à presença dele, me limitando a permanecer em silêncio. Olho para os outros e aguardo o que acontecerá.

Enviado por: Maedhros - quinta-feira, 11 de outubro de 2012 23:30:54
Quando Vardem me dirige a palavra, digo:

Conhecia você apenas por nome. No mercado é possivel saber sobre vários assuntos e o principal assunto corrente é a troca do burgomestre. E quando falou "minha cidade", minhas dúvidas acabaram. Dou uma pausa e continuo Chamo-me Barristan.

[Barristan... E assim será até sair desse antro de cobras, até lá Barristan servira.]

Enviado por: Blanchard - quinta-feira, 11 de outubro de 2012 23:58:47
Digo:
Sou um artista, meu senhor. Caminho pelo reino prestando meus serviços à pessoas de bom gosto. Como Lubliana mantém um comércio seguro e em expansão, devido ao excelente trabalho dos senhores, decidi pessoalmente conhecer essa bela cidade.
Um outro dourado? A notícia é surpreendentemente boa. Quem sabe não formemos um centro de estudos, para contribuirmos com a cidade.

Penso: Seja rápido grandão, a paciência desse sujeito não durará muito...

Enviado por: bcsaulo - sexta-feira, 12 de outubro de 2012 8:00:04
off: o telhado é feito de que? Ele me aguenta?

Enviado por: arabedoido77 - sexta-feira, 12 de outubro de 2012 14:29:13
Vou acompanhando Connor, confiando na experiência que ele tem nesse tipo de assunto.

Enviado por: Aurhus - sábado, 13 de outubro de 2012 12:39:31
Olho diretamente nos olhos de Vardem para demonstrar que não tenho nome dele e digo:
Sou Firiom, o metade elfo!E quanto as minhas roupas são as que possuo posso tira-las se elas lhe incomodam!Minha partida esta marcada para amanhã e não posso garantir que horas eu partirei pois eu vou e venho quando devo, e quem devine este momento são os deuses!

Enviado por: Vercenorax - sábado, 13 de outubro de 2012 17:31:33
Olho nos olhos de Vardem e respondo:
Não perderei uma cerimônia em que sou um assunto nela presente.

Enviado por: Mingo - segunda-feira, 15 de outubro de 2012 12:13:07
acompanho Pammala a contragosto, não gostei do grandão e não entendo ainda nada do que esta acontecendo, me direciono para o Grandão e digo baixo

o que vc pretende fazer? criar asas? pq vcs estão fugindo?

Olho para Pammala e digo em élfico

Pammala, precisamos voltar para casa, oq esta acontecendo? pq confia nesse homem? não é melhor voltarmos para a sala e sairmos em outra hora da cidade? uma fuga nos tornara criminosos....

Enviado por: bcsaulo - segunda-feira, 15 de outubro de 2012 12:38:17
Digo em resposta a Uther:

- Voce sabe voar?

Enviado por: arabedoido77 - segunda-feira, 15 de outubro de 2012 20:53:40
Falo para Uther, em élfico:

É difícil explicar agora. Vardem está com certeza armando uma cilada para nós. Vai saber o que ele não vai querer agora? E eu confio no grandalhão aqui porque ele já me mostrou o quão confiável ele é. Como já disse, se não fosse por ele e pelos outros, eu não estaria aqui agora, seria um cadáver nas minas.

Enviado por: Mingo - terça-feira, 16 de outubro de 2012 8:28:51
faço um gesto afirmativo para pammala e vou a procura de outra janela no quarto....

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 16 de outubro de 2012 15:32:34
SAM:

Diante da sua expressão de incomodação, Vardem dá apenas um sorriso e ergue o copo de vinho, como se o convidasse a beber algo.


BAELOR:

Vardem segura o copo com as duas mãos e olha pra baixo e para a esquerda, movimento muitos mais os olhos do que a cabeça, e comenta demonstrando desinteresse:
Barristan... Barristan... Não me lembro desse nome, é Barristan de que? Se me permite a curiosidade, é desta cidade?


CALION:

Diante das suas palavras, deixando claro estar atuando Vardem diz:
Ah! Que alívio ouvir essas palavras, as más línguas diziam que vc estava entre alguns "supostos" mercadores de uma caravana que na verdade seriam espiões e teriam violentamente atacado algumas pessoas na cidade.

Oh! Um centro de estudos, isso seria ótimo para a cidade, apesar dos anões, maioria aqui como vc deve ter notado, serem introvertidos e terem contaminado o antigo regente com sua opinião sobre estrangeiros eu sou muito mais aberto a tais negociações e um centro de estudos traria maior pluralidade de culturas, um ótimo acréscimo em todos os aspectos para a cidade. Vai ficar muito tempo? Amanhã tenho o dia comprometido, mas gostaria de conversar melhor sobre esse assunto em meu escritório, se aceitar meu convite, claro.


CONNOR:

O telhado é feito de madeira e telhas, a altura da janela até o chão dá uns 15m aproximadamente. Pulando do quarto de Náin, se não fizerem muito barulho (uma falha desastrosa) podem evitar com tranquilidade os guardas. A construção da casa logo atrás a casa da Rarurg bloqueia parcialmente a visão de quem olha debaixo, para a janela do quarto de Náin. Já a janela do quarto de Rarurg e Najila são facilmente vigiadas do ponto onde os guardas estão.


FIRIOM:

Com um sorriso de desprezo Vardem responde, fingindo estar brincando:

Oh! Não queria constrangê-lo, assim como não quero ser constrangido. pode ficar com suas roupas, só gostaria de saber a origem para informar ao meu alfaiate. É guiado pelos deuses? És um sacerdote ou apenas um fervoroso devoto?


GLÓIN:
Sorrindo Vardem lhe responde:
Nos veremos lá então mestra anão e pode ter certeza que preparei uma comemoração digna!


TODOS NO SALÃO:

Girando ao redor de si mesmo, Vardem lhes cumprimenta enquanto diz:
Agora se me permitem, preciso me retirar e conversar assuntos de estado com meu amigo Rarurg e seu amado e competente filho Náin, apostei nele como capitão da guarda por sua determinação, coragem e competência, o que acham?

Dizendo isso ele caminha até o inicio das escada enquanto Rarurg apenas olha para ele, com uma expressão de quem desconhece que assuntos seriam esses.

UTHER:
Há apenas uma janela no quarto em que vc´s estão, mas há um outro quarto, ao lado, que provavelmente, possui outra janela.

Enviado por: Vercenorax - terça-feira, 16 de outubro de 2012 15:44:33
Antes que Vardem suba digo:
Espero que seja agradável, meu caro regente.

Me levanto de onde estou e me dirijindo às escadas, comento aos demais:
Firiom, creio que esteja tarde, vá para a taverna onde está acomodado, e durma, amanhã teremos um longo dia, Sam lhe recomendo o mesmo. Com licença senhores hei de me deitar.

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 16 de outubro de 2012 16:04:10
Sussuro para Pammala e Uther:

- Venham comigo! - Amarro a corda no gancho e coloco o gancho no parapeiro da janela do quarto de Náin em seguida verifico se está firme e então digo - Vamos descer por aqui!!! A construção - Aponto para a construção detrás da casa de Jacus - Impede que nos vejam, contudo ainda podem ouvir - Logo que digo isso verifico mais uma vez se a corda esta segura e então começo a descer - Espero vocês lá embaixo.

[1d20] Escalar Superficies

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 16 de outubro de 2012 16:05:27
[1d20] Vou tentar escalar novamente!? A corda diminui a dificuldade, certo?

Enviado por: Mingo - terça-feira, 16 de outubro de 2012 16:18:17
digo para Pammala

Va antes, eu lhe dou cobertura aqui de cima se algo der errado

depois que ela descer eu desço, segue dado [1d20]

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 16 de outubro de 2012 18:57:23
off: Mingo, bastava tirar um 2! Thiago eu posso tentar segurar o mingo antes dele cair no chão?

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 16 de outubro de 2012 20:56:04
GLOIN:

Vc sobe as escadas tendo Vardem e Rarurg a frente, Náin vem logo atrás. A subida é em silêncio por todas as partes e ao chegar ao quarto de Náin vc se depara com Connor, Pammala e Uther prestes a fugir pela janela.


CONNOR:
Citação:
Dificuldade base = Fácil(amarelo), a ajuda das cordas baixa a dificuldade em um nível: Rotineiro (branco). Rolou na coluna 4, tirou 7, branco, sucesso
.

A descida exige os cuidados básicos de uma escalada, precavendo-se para evitar quaisquer bobagem vc consegue descer de forma tranquila e rápida.


OFF: Vamos esperar que a Pammala desça, se ela passar no teste vc pode fazer um teste de Agilidade(Dificil) pra tentar segurá-lo (e que será extramemente engraçado a mocinha descendo tranquila e o mocinho sendo segurado pelo brutamontes no colo! Acho que quem vai dançar nessa é a Pammala! Foi mal Mingo, mas, não deu pra evitar!).


Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 16 de outubro de 2012 21:28:46
Minha ação não seria outra. Vou descer pela corda (se os dados não me sacanearem).

[1d20]

Enviado por: †_Junior_† - terça-feira, 16 de outubro de 2012 22:40:05
Suspiro e procuro meu lugar para dormir. Vou até najila e digo:

Onde posso dormir?

Enviado por: Blanchard - terça-feira, 16 de outubro de 2012 23:35:16
Corro até a cozinha e não vendo os elfos e Connor volto para próximo da escada pensando: Não, o caminho de Vardem...
Subo, com o rabinho entre as pernas, tentando encontrar alguém..

Enviado por: Maedhros - terça-feira, 16 de outubro de 2012 23:37:54
Vendo que Vardem não tem interesse em mim, deixo somente o silencio como resposta. Depois dele deixar a sala, sussurro para o bardo:

Onde ELA esta? As coisas não estão nada boas por aqui. Sei que não nos conhecemos, mas você é o unico "amigo" aqui.

Enviado por: Maedhros - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 0:58:56
(off: estou corringindo minha acao, ja q nao vi o post do calion, por isso ignorem o post acima.)

Vendo que Vardem não da interesse em minha conversa, deixo o silencio como resposta a minha pergunta. Depois espero ele subir completamente as escadas. Vendo o elfo ir a cozinha e subir a escadas, vou até a cozinha. Não encontrando Pammala lá, começo a me desesperar.

[Maldição! Onde ela esta? Não sabe o risco de fugir agora, com Vardem aqui?!]

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 7:55:42
off: acho que já posso testar agilidade para adiantar as coisas...

20, 20, 20... Pray

[1d20]

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 8:02:45
off: pqp... tem outra chance tipo amortecer ele com meu corpo?

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 8:42:39
haahahhahaa pensa em uma fuga zuada!!! ahahhahahah.... todos os dados ruins... estamos fadados a sermos pegos.... malditos dados brincalhões...

Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 11:02:29
Olho para eles e penso:
[Quantas coisas ruins podem acontecer agora?]

Vou para o quarto dormir e finjo que não estou vendo-os.

Enviado por: arabedoido77 - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 21:16:54
(off: Essa foi de chorar. Provavelmente viúva antes de casar...)

Enviado por: †_Junior_† - quarta-feira, 17 de outubro de 2012 22:00:17
Acompanho Gloin para o lugar para dormir e digo baixo:

Será que eles vão conseguir, mestre Gloin?

Enviado por: Vercenorax - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 10:33:57
Olho para Sam, inspiro profundamente e sussurro:
Espero que sim...

Enviado por: Ares - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 10:46:40
Também vou ao quarto.
"O que farei se eles forem descobertos, luta é morte certa, se entregar também é morte certa, só me resta tentar fugir e ser perseguido como um criminoso"

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 16:05:11
OFF: Pessoal, já pedi para não postarem ações fora de tempo, por exemplo, no caso do Uther, ele declara que vai descer logo após Pammala. Se eu fosse levar ao pé da letra, ele não iria se importar com a queda de Pammala e desceria mesmo assim.

Porém, diante da situação complicada, serei "bonzinho" e darei uma colher de chá, mas queria avisar uma coisa: Essa cena se estendeu tanto, pq, só queria que vc´s saíssem da cidade depois de entenderem duas coisas:
De que são livres para decidir o que que querem fazer com seus personagens, livrando-os do estigma de "cumprir a missão determinada pelo NPC" e de que essa liberdade tem um preço e que as ações tem consequencias tanto para os PC´s quanto para os NPC´s.

Lembrando-se sempre que o mundo gira e enquanto ficam parados, as coisas acontecem (vejam que Vardem chega e encontra todos vc´s por culpa de suas próprias ações).

UTHER, PAMMALA E CONNOR:
Citação:
Sistema dos testes de Escalar Superfícies de Pammala: Usar habilidade sem nível, rola na coluna -7 e ajusta pela Agilidade 1, dificuldade rotineira (branco) pelo uso da corda, usa a coluna -6, tirou 4, verde, falha.


Quando Pammala olha pela janela ela sente um leve desconforto, uma intuição iminente e ruim, porém, a emergência da situação faz com que ela ignore seus sentidos e então ela se prepara para a descida. Ela sai da janela com dificuldade e no momento de largar as mãos da janela pela corda ela se desespera, os anos sentada sobre uma mesa estudando livros antigos não a permitiram desenvolver a resistência necessária para algo assuim e suportar o próprio peso apenas com o braço tornou-se impossível, logo, ela solta a corda deixando seu corpo cair.

Connor em desespero corre para tentar segurá-la mas tropeça e cai de bruços no chão.

Uther antes que vc pudesse descer vc vê Pammala caindo mas não consegue segurar seus braços, sua única oportunidade seria usar sua magia de Telecinese para usar a corda para "segurar" o corpo de Pammala.

Faça uma rolagem de 1d20.


GLOIN:
Subindo as escadas vc se encontra com Najila saindo do quarto, ela lhe pergunta se vai dormir e, ao ser respondida, lhe deseja uma boa noite.

Chegando no quarto vc vê Uther debruçado sobre a janela e um gancho preso na mesma.


SAM:
Vc encontra Najila no final da escada, com os ouvidos colados a porta do escrirtorio de Rarurg, ao vê-lo ela toma um susto e tapa a própria boca com as mãos. Depois de recobra-se ela leva o dedo indicador a boca em sinal de silêncio e fala baixinho:
Vá para o quarto de Náin, Glóin já está lá.


CALION, BAELOR E DERIN:
Enquanto terminavam de subir as escadas vc´s vemê Sam e Najila no fim de uma conversa em vozes baixas. Quando termina a subida Sam está caminhando para um quarto e Najila se aproxima de uma porta colocando o ouvido na madeira como se tentasse ouvir o que se passa do outro lado.

Ao ver a cena vc´s se reparam com curiosidade na arquitetura da casa já que é uma casa de anões e o tamanho das portas é menor e a localização das maçanetas mais baixo do que o normal.


SAM E GLOIN:
Vc´s ignoram os motivos de Uther estar dependurado sobre a janela e se acomodam nas camas improvisadas com esteiras e lençóis. Todas as camas estão bem arrumadas, apesar do improviso, cuidados de Najila. Um aparelho parecido com uma mini-fogueira onde embaixo tem óleo e um pavio queimando protegidos por uma armação de vidro com buracos para a entrada do oxigênio e acima uma espécie de pires, suspenso por uma armação metálica, contendo um pouco de água, algumas pedras de diferentes cores tamanhos e formatos. Parece que o calor da chama aquece a água e as pedras perfumando o ambiente.





Enviado por: Blanchard - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 16:15:07
Sigo até o aposento em que Sam entrou, silenciosamente.

(furtividade, caso precise) [1d20]

Enviado por: Mingo - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 16:23:02
(Off: eu tinha dito para Pammala que daria cobertura para ela caso fosse preciso, minha intenção foi exatamente essa, se algo desse errado tentaria ajudar de alguma forma... nas próximas vezes tentarei ser mais claro em minhas postagens, mal ae...)

ao ver Pammala caindo um certo desespero toma conta de mim, aquele frio na barriga clássico de um susto mto grande.

[fu***]

Rapidamente me concentro e uso a magia telecinese. dado [1d20]

Enviado por: Maedhros - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 16:26:28
(off: ja vou tirando o meu da reta. Quando eu cheguei na casa, as coisas ja estavam feitas. Nao tinha outra coisa a fazer senao ir daquele ponto em diante.)

Me aproximo de Najila e pergunto, sem olhar para ela:

Por favor, senhora, poderia me dizer... Só então reparo que ela esta tentando ouvir alguma coisa e pergunto Algum problema, senhora?

Enviado por: Ares - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 18:08:35
Vou direto ao quarto ignorando a mulher ouvindo atrás da porta, não queria me envolver em nenhuma outra intriga e em nenhuma outra conspiração, me lembro que como a pouco tempo meu único objetivo era viver, depois foi trocado por colocar uma flecha na cabeça de quem matou meu mestre e agora nem sei mais o que fazer.

Enviado por: bcsaulo - quinta-feira, 18 de outubro de 2012 19:09:01
Me levanto rapidamente olhando para os lados, tentando erguer Pammala desesperadamente. Rezando para que não tenham escutado nada.


Enviado por: Blanchard - sábado, 20 de outubro de 2012 11:45:00
Quando ouço o sacerdote, desisto da tentativa de furtividade e corro para o quarto onde Sam entrou. Após a entrada de Derin digo à Sam e Gloin:

O sacerdote ou está louco ou não é aliado de Norne. Ele acabou de denunciar Najila, que tentava ouvir a conversa reservada, e a nós também. Derin sabe do que digo.

Enviado por: bcsaulo - sábado, 20 de outubro de 2012 15:40:11
Abraço Pammala levando ela para junto de meu corpo e então tento abafar a boca de Pammala, para ela não gritar.

Teste de Agilidade.

[1d20] Vai dar 1, 1, 1. To usando pressão psicologica nos dados!

Enviado por: Aurhus - sábado, 20 de outubro de 2012 16:27:58
Saio da casa e me dirijo ao meu "beco".

Enviado por: Vercenorax - segunda-feira, 22 de outubro de 2012 10:57:52
Já deitado digo a Caliom:
Se as conversas estiverem acaloradas, eles podem não ter escutado. Vamos dormir, amanhã será um looooonnngo dia.

Penso:
[Ó Blator ajudai-me no dia de amanhã, tolices foram feitas, mas merecem seus devidos consertos.]

Enviado por: †_Junior_† - terça-feira, 23 de outubro de 2012 14:44:00
Olho de Calion para Gloin e falo muito sonolento:

Hmmm, acho que se tivessem ouvido já teriam saído do quarto ou ficado em silêncio imediato. Irei dormir agora senhores.

E desabo na cama.

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 23 de outubro de 2012 15:33:51
UTHER, PAMMALA E CONNOR:

Pammala cai e um grito de desespero é abafado pelo susto da queda, ela cai "de ponta" com a cabeça na direção do solo. Numa tentativa desesperada de evitar que a elfa se machuque e que a fuga seja denunciada Uther conjura uma de suas magias fazendo a corda levitar e enroscar-se ao redor do corpo da elfa.

Devido a falta de concentração necessária para um domínio completo da magia a corda se enrosca tarde demais sobre a elfa, enrolando apenas a perna dela na altura do tornozelo. Quando a corda é tensionada Connor pode ouvir e Uther consegue ver nitidamente o pé da elfa se deslocando com a força da queda.

O grito abafado parece sair mas a boca da elfa é fechada pelas mãos de Connor. Com dor insuportável a elfa morde a mão do guerreiro só parando quando a dor começa a diminuir e ela sente o gosto ferroso do sangue do seu amigo na boca.

Seus itens, considero que todos ainda estejam no quarto (se estivessem com vc´s os testes seriam aumentados)


CALION, DERIN, SAM E GLÓIN:

Os outros presentes no quarto parecem ignorar suas palavras e quando vc entra no quarto vc mesmo esquece o que estava fazendo enquanto vê Uther dependurado na janela com cara de despesero e começa a deduzir oque pode ter ocorrido.

Derin, ao entrar vc ver Uther quase em transe na janela, concentrado e nitidamente preocupado com alguma coisa.

Sam e Glóin deitam-se cansado e despreocupados.


BAELOR:
Najila o olha com raiva, como um ladrão que é denunciado pelo amigo. Ela leva a mão a própria boca e o segura pelo braço, puxando-o para o corredor.

Instantes depois a porta se abre e poucos segundos depois vc´s escutam ela ser fechada.

Najila respira aliviada, sem dizer uma palavra apenas olha pra vc, aponta na direção de uma porta enquanto caminha em direção a outra.

Enviado por: Ares - terça-feira, 23 de outubro de 2012 16:33:19
Sabendo que não seria inteligente quebrar a concentração do Uther, caminho silenciosamente para perto dele e procuro ver o que ele esta fazendo.

Enviado por: Mingo - terça-feira, 23 de outubro de 2012 16:49:08
desesperado com td que aconteceu eu me viro para deiar de ver aquela cena, me deparo com os outros ali comigo no quarto, não percebi a chegada deles, não sei oq fazer, não consegui ser util em nada e ainda não sei de que ou de quem estamos fugindo... só consigo pensar que a pammala deve voltar para o quarto, qlqr chance de fuga agora esta perdida!

Volto para a janela e volto a tentar conjurar a telecinese, quero trazer pammala para dentro do quarto novamente, alguém aqui deve saber oq fazer para cura-la....

[1d20]

Enviado por: Maedhros - terça-feira, 23 de outubro de 2012 17:49:54
Olha para a anã com um olhar " o que que eu fiz?", mas depois deles abrirem a porta entendo o que estava havendo.

[Não acredito no erro que fiz...]

Vou em direção a porta que ela indicou.

(off: por acaso eu passo na frente da porta q ela estava escutando?)

Enviado por: bcsaulo - terça-feira, 23 de outubro de 2012 17:56:56
Cerro os dentes para nao gritar devido a mordida. E entao coloco a elfa no ombro a segurando com uma das maos em seguida puxo a corda da janela e começo a caminhar pelo beco.

Enviado por: arabedoido77 - terça-feira, 23 de outubro de 2012 20:50:14
Se ainda estiver consciente depois do que aconteceu, apenas me deixo levar por Connor, tentando da melhor forma não atrapalhá-lo.

Enviado por: Blanchard - terça-feira, 23 de outubro de 2012 23:22:06
Vou atrás de Derin e vendo o ocorrido sinto pena de Pammala. Ao vejo Uther novamente se concentrar, não vejo que Connor arrancaria a corda. Digo para Derin:

Espere que eu desça e me jogue os equipamentos.

Avalio a janela e possibilidades de descida e começo a fazê-la.
[1d20] (Escalar superfícies)

Enviado por: Ares - quarta-feira, 24 de outubro de 2012 0:07:32
"Uma fuga esta ocorrendo e com toda a certeza é a melhor chance de eu fugir também."
-Certo, vou descer logo depois.
Após o Calion descer(não importando se em segurança ou não) eu desço também.
Magia escalar superfícies 1(pagina 59 do livro de magias).
Dado para escalar superfícies [1d20].

Off:Depois de tantos dados ruins espero que eu pelo menos consiga descer.

Enviado por: bcsaulo - quarta-feira, 24 de outubro de 2012 9:05:04
Desisto da corda ao perceber que estão descendo e logo caminho pelas vielas com cuidado sempre obervando a cada esquina possíveis vigias, vou para o templo de Blator a procura de Norne:

- Aguenta firme dona Pammala, vou dar um jeito nisso e depois saimos daqui!

off: Thiago o templo fica proximo daí certo, no bairro dos anoes!?

Enviado por: Vercenorax - quarta-feira, 24 de outubro de 2012 10:56:46
Fecho os olhos e numa questão de instantes desato a roncar, um "costume" dos anões.
ronccccccccccccccccccccccccccc....

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 24 de outubro de 2012 11:50:32
DERIN:

Ao se aproximar de Uther e da janela vc vê um gancho preso a janela e lá embaixo Pammala de pé, com o corpo apoiado sobre o de Connor, seu pé esquerdo está virado para trás e a perna erguida para evitar tocá-lo no chão. Connor está com a mão sobre a boca de elfa de onde escorre um liquido, provavelmente sangue.

UTHER:

Vc procura esvaziar sua mente de preocupações e ignorar o ambiente ao seu redor,inclusive a presença de Derin perto de vc. Aos poucos sua concentração é estabilizada e vc começa a reunir as energias místicas para realizar a magia. Em poucos segundos vc pode sentir todo o peso de Pammala sobre sua mente e começa a perceber que a tarefa está além de suas capacidades. Vc nunca tentou levantar algo tão pesado.

Exaurido vc percebe que a tentativa será inútil.

OFF: A magia em nível 1 só permite vc levantar 5kg.


BAELOR:
Vc caminha até o quarto e encontra Calion de pé, Gloin e Sam deitados e Uther e Derin de pé próximos a janela.


CONNOR E PAMMALA:
Pammala está semiconsciente e Connor está a xingar todos os Deuses, Demônios e Titãs conhecidos devido a dor da mordida. O sangue não pára de pingar das mãos.

O templo fica bem perto, na direção noroeste à casa de Rarurg.

Faça dois rolamentos por favor.

CALION:
Vc passa por Uther e Derin, apoiando as mãos no batente da janela vc projeta as pernas para fora enquanto com dificuldade segura a corda, seu corpo escorrega com o peso e vc desce quase 2 metros em queda até firmar-se na corda. Suas costas batem na parede da casa e vc começa a pensar que sozinho daria outras soluções para os eventos.

Depois de bater na parede a descida ficou mais fácil, deslizando as mãos e com as pernas enroladas na corda vc chega ao chão. Do solo, vc vê Derin começar a escalada.

DERIN:
Como um gato que se prepara para um salto vc se encolhe ficando abaixado no batente da janela, vc enrola seu manto ao redor das mãos e segura a corda. Com um pequeno salto vc fica de pé na horizontal, perpendicular a parede, seus pés apoiados na parede e seu corpo virado na direção do solo.

Caminhando na vertical enquanto deixa a corda passar suavemente sobre as mãos vc desce de forma rápida e elegante, perto do solo vc pressiona as mãos na corda e com a força do tranco seu corpo faz uma cambalhota lenta no ar, corrigindo sua postura e colocando-o novamente na vertical.

Vc está no solo e em segurança.

GLOIN:
Vc dorme sem se preocupar com os eventos. Seu ronco é como o de mil picaretas batendo na pedra.

SAM:
Vc começa a perceber que será dificil dormir com o barulho que Glóin e começa a preferir quando ele estava em coma e em silêncio.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1056
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum