Cena 3: Le Havre Resiste

Ir em baixo

Cena 3: Le Havre Resiste

Mensagem por Hugar em Sex 02 Nov 2018, 21:25

Todos
Nuvens de tempestade encobrem o céu negro. Relâmpagos fulminam no horizonte, clarões saltam entre as nuvens. Trovões ecoam pelo ar, anunciando a chuva iminente.

Silêncio. Folhas farfalham ao vento, que muda subitamente de direção e intensidade. Um estrondo distante tenta se passar por um trovão, e falha. Um momento depois o barulho se repete, e desta vez o celeiro veio abaixo.

São morteiros. Primeiro, o clarão dos relâmpagos, depois, as trovoadas. Então eles disparam, aproveitando o estrondo natural para ocultar suas posições. O explosivo demora a cair, e não raramente atinge apenas o campo aberto ou pastagem. Mas precisou apenas de um acerto e levou o telhado inteiro do celeiro abaixo.

Uma arma de assalto dispara intermitentemente contra a residência dos senhores daquela terra. As paredes de tijolos mal aguentam à munição de alto explosivo. Logo um tiro entrou pela janela e devastou o interior com uma ferocidade indizível. O flash das explosões em terra rivaliza com o dos relâmpagos nos céus.

Vocês assistem o ataque à fazenda de longe. Colunas de fumaça surgem das construções rurais. As janelas lançam luzes contra a escuridão da noite, nascidas de um incêndio na casa grande. Os morteiros e o canhão de assalto insistem por mais alguns minutos, antes que a grande cerca-viva fosse arrancada em alguns pontos pelo reboque dos caminhões de transporte de tropas. A infantaria avança pelas fendas, sem encontrar oposição.  


(1) Soldados alemães preparam um morteiro de 8 cm e (2) Arma de assalto Pak 38.

Não haveria a menor chance de resistência. Não sem armas, não sem carros de combate, não sem tropas. Vocês abandonaram a fazenda pouco tempo antes do ataque. A maioria teve várias horas de descanso, embora o sono tivesse sido perturbado por pesadelos de perseguição e morte. Os músculos acordaram doloridos do esforço prolongado, e sopa quente servida em latas era o único alimento disponível.

O tratamento intensivo e o descanso serviram bem a Cristhian e a Aníbal Vieira. Ainda sentem que precisariam descansar meses até que se recuperassem totalmente, mas os médicos que os atenderam operaram verdadeiros milagres. Embora a capacidade de combate esteja reduzida, a condição de saúde se estabilizou.

Os partisans desempenharam papel importante na vigia da fazenda, e provavelmente não teriam tido condições de escapar não fossem esses sentinelas. Também foram capazes de reparar o caminhão roubado, trocando algumas peças e pneus. A carroceria continua com marcas de tiros, mas a lona rasgada e suja de sangue foi substituída.

À margem de uma estrada de terra batida e sobre um morro na área rural, vocês discutem os próximos passos.

- Há um trecho para travessia de balsas rio acima, podemos chegar lá mesmo evitando a rodovia, pelo mesmo caminho que fizemos quando viemos para Honfleur. - Isabelle orienta.

- Isto significa correr o mesmo risco da vinda, de ter o caminhão abatido numa emboscada no mesmo lugar. - Robert rejeita a ideia - A passagem de balsa ainda é guardada pelos alemães, tinha até um ninho de metralhadora lá.

- São muitas estradas rurais como esta, e nosso caminhão ainda se passa por um veículo deles. - Isabelle insiste. - De qualquer forma, somos muitas pessoas para apenas um carro. Tenente Boris, decida como faremos para retornar a Le Havre. E rápido, pode começar a chover a qualquer hora.

Status dos Ferimentos
Todos: façam um teste de Resistência (3d6) para tentar recuperar de 1 Lesão. Quem falhar, o Thierry ou o Nate podem ajudar com um teste de Medicina.

Cristhian: não pode atirar com a mão esquerda (mão esquerda), não pode atirar com armas de duas mãos (clavícula direita), não pode tentar seduzir (corte no rosto), nem correr (corte na perna esquerda).

Vieira: não pode atirar com armas que requerem duas mãos (braço direito), não pode suspender peso (ombro esquerdo), perde numa disputa de força (barriga), afoga se cair na água (pulmão direito).

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Guarulhos/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum