Quinta parte - Um resgate desesperado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quinta parte - Um resgate desesperado

Mensagem por Samyaza em Dom 06 Out 2013, 23:32

Enviado por: Mingo - terça-feira, 24 de janeiro de 2012 8:38:32
faço um gesto para Seymar ficar em silêncio e me acompanhar.

Fico a distância observando o desenrolar dos fatos e seguirei o grupo para onde ele for, usarei a magia ações furtivas para facilitar que consiga acompanhar o grupo sem ser percebido.

Enviado por: Baltazar - terça-feira, 24 de janeiro de 2012 13:40:32
Sabia que com aquela pouca quantia de Karma não poderia fazer muita coisa, e por isso, logo após entrar no estado meditativo em que se encontrava, o mesmo adormece, procurando recuperar suas forças para o que viria logo depois.

Enviado por: Aurhus - terça-feira, 24 de janeiro de 2012 20:34:15
eu deixo me amarrarem.

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 13:17:13
HALT:

Vc e Seymar permanecem quietos enquanto os homens amarram seus companheiros.

GARRUK E BALTAZAR:
os soldados amarram cordas em seus pés e braços e depois os colocam deitados sobre um cavalo.

ALASTOR:
Sua ação cara,vai deixar-se amarrar?

OFF1:
FELIPE,PRECISO DAS INFORMAÇÕES ATÉ O DOMINGO CARA:
Nome completo, endereço completo, telefones de contato, RG, CPF, e-mail.
Inclua tbm um resumo da formação acadêmica de vc´s e da experiência profissional e com RPG (não precisa ter mais de 10 linhas)
MANDA NO MEU E-MAIL,CASO VC NÃO VÁ PARTICIPAR ME AVISE PQ PRECISAREI ACHAR UM SUBSTITUTO EM EMERGÊNCIA

Enviado por: Baltazar - quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 14:38:59
Não havia plano por enquanto, não sabiam para onde iriam ser levados. Por tanto, apenas continuou dormindo.

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 16:35:21
TODOS:
Os soldados amarram Alastor que silenciosamente reluta, mas cede. Os 3 são colocados em cavalos separados e os soldados arrancam em direção à saida da cidade.


HALT:
Assim que se afastam um pouco, Seymar que até então mantinha a postura firme e resoluta, abaixa a cabeça e lamenta-se sozinha, mas em voz alta.
Não para ter sido assim, vc´s chegaram tarde demais...

Voltando-se para vc:
Vc tem seus objetivos, mas meu dever é para com a vida de Baltazar, vou encontrá-lo. Mas, lamento a teimosia e ingenuidade dos anões, se o interesse deles era com Baltazar, os anões serão inúteis e desarmados e presos por corda, são inuteis e indefesos.

BALTAZAR E GARRUK:
Vc´s galopam por pelo menos uns 10 minutos, o corpo já dói pela posição desconfortável nos cavalos. Os homens que até agora estavam em silencio começam falar, um deles dirige-se ao líder:

O que faremos com os anões, será que ele vai pagar alguma coisa a mais por eles?

O líder responde:

Provável que não, nos livraremos deles assim que sairmos da cidade, só servem de peso pra atrasar os cavalos.Mate-os na primeira noite que acamparmos fora.

Enviado por: Mingo - quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 16:48:44
Olho para Seymar e digo.

Eu não vou abandona-los, o elfo conquistou minha confiança e vou ajuda-lo, além do mais, é sobrinho de Irvem, não posso simplesmente abandona-lo. Vamos seguilos.

Coloco o capuz e vou atras dos cavalos, tentando me manter escondido e não perder o contato visual, sei que a velocidade é mto diferente, mas irei correndo atras e seguindo a trilha usando ações furtivas. Dados caso precise, espero que não, afinal esse um quebrou as pernas....

Enviado por: Baltazar - sexta-feira, 27 de janeiro de 2012 2:17:12
O jovem mago acorda, não pudera dormir bem. Ouvira as palavras ditas pelos que os prenderam, e pensou: torço para que Alastor e Garruk tenham ouvido aquilo e estejam prontos para fugir, porque faremos isso na primeira oportunidade. Ele já olhava ao redor, gravando bem a imagem dos lugares por onde passava.

Enviado por: Samyaza - sábado, 28 de janeiro de 2012 18:44:16
HALT:
Vc começa a correr para acompanhar os cavalos, o que é fácil até a saída da cidade. Deixando a cidade, Seymar, que já estava ofegante diz:

Halt! Halt! Não aguento mais correr, vá e veja até onde eles vão,deixe pistas,vou conseguir cavalos e armas, senão, não teremos chance alguma.

Vc continua o caminho seguindo pela estrada os rastros dos cavalos, porém, a estafa toma seu corpo e vc decide que precisará parar e descansar, se continuar, mesmo que chegue até eles, não conseguirá lutar.


BALTAZAR E GARRUK:
Os cavalos saem da cidade e caminham pela estrada por mais umas duas horas,depois eles abandonam a estrada e após quase uma hora andando em terreno selvagem, eles param e começam a montar acampamento. Uivos são escutados ao longe, deixando alguns homens assustados.
O chefe deles diz:

Acamparemos aqui e sairemos antes do sol raiar, quero entregar a encomenda em Seviala o quanto antes. Deixaremos os anões amarrados para servirem de alimento aos lobos. Acendam uma fogueira para afastá-los enquanto estivermos aqui.


OFF: PELAMORDEDEUS FELIPE, PRECISO DOS DADOS ATÉ O DOMINGO, SEGUNDA É O DIA DE FAZER A INSCRIÇÃO!!! SE NÃO FOR PARTICIPAR ME AVISE, PQ PRECISAREI DE UM SUBSTITUTO!!!!!!!!

Enviado por: Baltazar - domingo, 29 de janeiro de 2012 19:04:26
Ele apenas escuta atentamente as palavras ditas, e tenta ver quais armas os guerreiros carregam consigo, e também ouvir alguma coisa extra do que escutara.

>>>>Teste escutar <<<<

Enviado por: Mingo - segunda-feira, 30 de janeiro de 2012 8:31:19
[Droga, preciso descançar, não vai adiantar nada alcança-los e estar morto de cansaço]

Paro para um pequena pausa e procuro um lugar para descançar e como não tenho nenhuma provisão, procuro algo na mata que posssa me alimentar, dois dados, um para o local seguro, e um para procurar o alimento (achoq ue é sobrevivência que usa)..


Enviado por: Leonardo - segunda-feira, 30 de janeiro de 2012 10:50:15
Me deixo ser amarrado e tento escutar tudo o que dizem pensando numa forma de escapar.

(Escutar)


Enviado por: Aurhus - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 11:31:08
Conforme avançamos tento me desamarrar de maneira que eles não percebam.
Dados:Ações furitvas e escapar.

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 15:05:14
BALTAZAR:
Os soldados estão usando gládios e bestas. Quando montam o acampamento, eles arremessam vc´s ao chão, colocando apenas vc sentado com alguma dignidade. Após o acampamento montado, um dos soldados, lhe traz num prato improvisado alguma coisa parecida com um risoto, o cheiro não chega a ser desegradável, mas nem de longe se parece com a comida da cidadela onde vc vivia.

O soldado lhe coloca o prato no chão e quando percebe que, sentado e amarrado vc não conseguiria comer ele fala:
Não consegue comer não é mesmo elfo? Vou ajudá-lo, um instante!

Então o soldado, com muita dificuldade, consegue colocá-lo de joelhos.
Agora é só abaixar a cabeça e comer.


ALASTOR:
Quando o grupo pára e monta acampamento, vc e Garruk são lançados ao chão e deixados como estão caídos com os braços e pernas amarrados. Os soldados conversam sobre banalidades. Apenas a conversa de um deles lhe chama a atenção. Este soldado conversa com o líder:
Posso arrancar as orelhas dele? Quero fazer um colar! Se não puder, posso raspar a cabeça ea barba dos anões pelo menos?


GARRUK:
Vc cai no chão tentando usar o impacto para amortecer as cordas, porém, não obtem sucesso, as amarras continuam firmes e seu corpo começa a ficar dolorido dos movimentos bruscos que vc executou.


HALT:
Caminhando um pouco vc encontra árvores frutíferas e encontrar um vão num enorme tronco de uma árvore morta que lhe servirá de abrigo durante seu período de repouso.

QUIROMAN:
Vc está escondido entre os corredores escuros de Fontenova observando Seymar que caminha as pressas pela cidade.

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 15:40:11
[Droga, não posso demorar mto, ainda bem que achei essas frutas]

Penso isso enquanto as pego e vou em direção ao tronco, já comendo uma.

[vou descansar apenas um pouco para poder ir atrás deles....]

Me arrumo no tronco de arvore enquanto termino de comer e começo a descançar. Vou ficar apenas o tempo suficiente para me recuperar


(OFF, Samyaza, as ações estão se passando ao mesmo tempo?)

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 15:57:53
OFF:
Halt, não, as ações dos sequestrados estão um pouco mais à frente na linha temporal, é que se for esperar eles ficarão sem postar.

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 16:06:04
(Off, ok, fiquei preocupado com eles agora....)

Enviado por: Baltazar - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 16:16:11
{OFF}: Calma, rs. Tô pensando em uma coisa pra fazer. Tô só esperando Garruk e Alastor postarem pra ver se vou conseguir fazer o que quero, rs

Enviado por: Aurhus - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 18:41:37
Bom eu vou tentar em desmarrar de nov fazer oq?
[1d20]

Enviado por: Leonardo - quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 21:25:02
(Minhas mãos estão amarradas na frente ou atras???)

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012 14:10:40
OFF:

As mão estão amarradas atrás. Estou aguardando o Quiroman


GARRUK:
Após mais alguns minutos as cordas começam a dar sinal de que podem ser um pouco afrouxadas.

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012 14:24:45
OFF:

As mão estão amarradas atrás. Estou aguardando o Quiroman


GARRUK:
Após mais alguns minutos as cordas começam a dar sinal de que podem ser um pouco afrouxadas.

Enviado por: Aurhus - quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012 20:41:30
ultima tentativa:
[1d20]
Se não der certo olho para Alastor e digo:
Me ajude aqui com as cordas!fique de costas pra mim e tente me desamarrar!

Enviado por: Leonardo - quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012 22:36:38
Tento fazer oque Garruk pede.

Enviado por: Samyaza - sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 17:37:33
OFF:

Pessoal, desculpem as postagens escassas e a qualidade delas. Em janeiro estava numa misssão supersecreta em nome do Tagmar, alguns até já sabem do que se trata, é sobre a organização de um projeto cultural com o Tagmar e passei o mesmo todo desenvolvendo isso, se o projeto for aprovado, teremos surpresas muito legais pro Tagmar.

Além disso, essa semana começaram as aulas e minha esposa está dando aula a tarde, diferente que que imaginávamos que seria (achamos que seria dessa manhã), dessa forma meu pimpolho de 11 meses e super-hiperativo fica comigo e a menos que ele durma, eu tenho dificuldades de postar.

Acredito que com alguma adaptação posso retomar um ritmo normal, mas até lá, peço aos senhores paciência. No caso de eu estar indo lento demais, to aberto a sugestões e até aceito que alguém que me substitua temporariamente.

No caso do grupo 1, to me encostando na ausência do Quiroman, ele pediu pra entrar no grupo e to dando um tempo maior pra ele se achar e começar a postar.

Enviado por: Baltazar - sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 17:38:18
O mago resmunga sentindo um pouco de dor, mas para em seguida. Não devia demonstrar fraquezas para os inimigos.
Após ser colocado de joelhos no chão, ele come devagar, e por um puro acaso, nota que os amigos anões estão tentando se libertar. Para tentar distrair os guardas enquanto Garruk e Alastor estão se libertanto, ele diz:
- Quanto tempo ficaremos aqui?
Pergunta para o guarda que lhe trouxera a comida, mas em seguida, suspira e dá de ombros, pedindo desculpas.
- Ah, esquece. Gostaria de perguntar isso pro líder do seu grupo, já que é ele quem decide o que vocês farão. E acho que por isso você não tem o direito de responder à minha pergunta. Poderia chama-lo?

>>>EDITADO<<<

Enviado por: j_carvalho - sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 23:35:41
Eu sigo Seymar tentando nao perdelo de vista, mas tambem tentando nao chamar a atençao dele pra mim.

Enviado por: Samyaza - sábado, 4 de fevereiro de 2012 13:32:34
HALT:
Vc adormece exausto com os últimos acontecimentos.

QUIROMAN:
OFF: (Seymar é uma mulher, leia um pouco da campanha pra vc entender do que se trata)
Vc sabe como rolar um d20? Basta colocar na sua postagem 1d20 entre colchetes [] que quando vc postar vai aparecer o resultado, preciso que vc faça um teste de Ações Furtivas rolando 1d20, ok?

BALTAZAR:
O guarda olha pra vc com certa indignação:
Deveria ser mais prudente com quem cuida de vc elfo, tratando-me desse jeito, posso esquecer de te da o que comer, e ainda falta muito para chegarmos em Seviala.

Após falar, o soldado se dirige até o líder deles e cochica um pouco, após um tempo o líder se aproxima:
O que quer falar elfo?

GARRUK:
OFF: Alastor não possui Ações Furtivas, portanto, vc usará apenas o seu nivel na habilidade para o teste, pode rolar 1d20.

ALASTOR:
rolando pelo chão e se apoiando numa pedra pra tentar se sentar e ajudar Garruk, vc se aproxima dele, porém, sair de uma corda já seria algo dificil se suas mãos estivem amarradas a frente, quem dirá, tentar libertar um amigo com suas mãos amarradas as costas. Vc tenta, mas sabe que não ajudará muito.

Enviado por: Baltazar - sábado, 4 de fevereiro de 2012 14:45:44
Ele apenas limita-se à se desculpar com o guarda.
- Não faça isso. Acho que os seus superiores não iriam gostar nada de me ver desnutrido, não é?
Diz apenas, e vê o guarda indo falar com o líder deles.
- Oh, você é o líder?
Pergunta o jovem, visivelmente muito surpreso.
-Bem, gostaria de perguntar quanto tempo ficaremos aqui apenas.
Fala, mantendo-se calmo e fita o líder por um bom tempo, até dizer:
- Ei, você é mesmo o líder?
Em seguida, apressa-se há dizer:
- Perdoe minha insolência, é que o guarda que me trouxe comida tem mais jeito de líder do que vossa senhoria... Acho que é algo na aparência. Algo que ele tem e que você não tem... deixe-me olhar os dois por mais um momento, acho que sei o que é.
Comenta Baltazar, olhando para os guardas. Ele é claro, evitava olhar para Garruk e Alastor, para os dois guardas não desconfiarem e acabarem olhando para o mesmo lugar que ele. Caso isso viesse há acontecer, seria algo ruim, muito ruim.

[OFF]: Que armas e armaduras o guarda e o líder estão usando, poderia me dizer, por favor Samyaza?

Enviado por: j_carvalho - sábado, 4 de fevereiro de 2012 17:19:43
OK!
Açoes Furtivas 3
[1d20]
[Off]Eu percebi um erro na minha ficha nos grupos de arma eu coloquei Em enves de PMA

Enviado por: j_carvalho - sábado, 4 de fevereiro de 2012 17:47:28
OFF: Eu estava lendo o inicio da campanha, de onde ela começa!
e se possivel ao termino da aventura pode me mandar o rascunho da aventura (se tiver um)1!

Enviado por: Samyaza - sábado, 4 de fevereiro de 2012 17:51:17
BALTAZAR:
Couro leve pros soldados e cota de malha o líder deles.
O líder, insatisfeito com suas palavras:

sua língua não fará falta a quem me paga por vc elfo, mais uma dessas e eu pessoalmente a arranco fora!!

QUIROMAN:
Vc se esqueira pelos corredores até um estábulo, Seymar, bate na porta e conversa alguma coisa, retira algo do bolso e então vai até a estrebaria e sai montada num cavalo e segurando outro pela rédea. ela sai do estábulo e segue pela cidade até uma casa, dessa vez ela apenas entra, e volta colocando uma sacola grande e aparentemente muito pesada num dos cavalos, ela monta no outro e parte em galope voltando pelo caminho.

Essa pode ser a sua última chance de falar com ela.

Enviado por: j_carvalho - sábado, 4 de fevereiro de 2012 18:02:48
Eu vou Ate ela e digo
ola voce e seymar

Enviado por: Samyaza - sábado, 4 de fevereiro de 2012 18:27:09
QUIROMAN:
Assustada ela empina o cavalo.
Está louco homem! surgir dessa forma, à noite?! Seja breve, não tenho tempo!

Ela nitidamente, se estica para pegar uma espada curta que estava na sacola no outro cavalo.


OFF:Não tenho nada anotado cara, infelizmente, vou criando e adaptando de acordo com o que os personagens fazem, o único backup que temos é o que está no forum mesmo.

Enviado por: Leonardo - domingo, 5 de fevereiro de 2012 11:42:44
(A pedra que eu me apoiei é afiada, lisa, áspera ou o que??)

Caso a pedra seja afiada ou áspera eu tento cortar ou puir a corda ao mesmo tento que eu faço força pra escorregar as mãos através delas, mesmo que esfole um pouco minhas mãos.

(Teste de Força e Resistência a Dor)


Enviado por: Leonardo - domingo, 5 de fevereiro de 2012 11:43:52
(Teste de atributo 1d10 né??)


Enviado por: Samyaza - domingo, 5 de fevereiro de 2012 12:39:08
ALASTOR:

Vc encontra um vértice mais afinado na corda e consegue com muito esforço, puir a corda e cortá-la, porém, seus punhos ficaram machucados, com queimaduras e em alguns pontos vc a pele se abriu, causando sangramento e dor.

Enviado por: j_carvalho - domingo, 5 de fevereiro de 2012 15:25:52
Eu digo a seymar calmante.
Não tenha medo eu sou Quiron, e gostaria de saber se voce conhece Irvem, e onde posso encontralo?
Alem disso eu gostaria de saber se voce sabe onde posso encotrar aqueles homens(Elfo, 2 anoes e humano) que estavam com voce na taverna?

Enviado por: Leonardo - domingo, 5 de fevereiro de 2012 19:51:56
Primeira ação:

Me livrando das cordas - com dor nos pulsos - me viro rápido e silenciosamente para Garruk e tento fazer o mesmo com a corda dele, enquanto corto e puo a corda vou observando os sequestradores olham para a gente e se tem alguma arma por perto que possamos usar.

(Observar)


Enviado por: Aurhus - domingo, 5 de fevereiro de 2012 20:06:26
Vendo o que Alastor fez e que ele quer fazer o mesmo comigo cochicho para ele:
Não seria mais facil somente me desamarrar do que correr o risco de me cortar o pulso?

Dado caso necessario:
[1d20]


Enviado por: Aurhus - domingo, 5 de fevereiro de 2012 20:07:05
de novo
[1d20]

Enviado por: Leonardo - segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 10:58:11
[Droga!]

Desamarro as cordas.


Enviado por: Mingo - segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 11:43:55
zzzzzzzzzz

Samyaza, me avise qndo acordar. hehe

Enviado por: Baltazar - segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 12:48:12
Ele apenas ficou fitando os dois homens por um longo tempo até perguntar:
- Diga-me, quem são as pessoas que estão atrás de mim?

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 13:08:35
QUIROMAN:
Empinando o cavalo em sua direção, numa nitida tentativa de lhe intimidar Seymar diz:
Saber o seu nome não vai me fazer confiar mais ou menos em vc. Muitas pessoas procuram Irvem não é qualquer Quiron que direi onde ele está. Quanto aos homens que vc procura, estarão mortos se vc continuar me atrasando...


GARRUK E ALASTOR:
Com um pouco de dificuldade Alastor consegue livrar Garruk das cordas, os homens parecem não ter notado nada ainda.


HALT:
No meio da madrugada vc acorda sobresaltado julgando ter dormido demais, nenhum sinal de Seymar até o momento e vc ainda precisa seguir as pistas dos soldados (teste de seguir trilhas, pode usar a magia Ler Trilhas, se a possuir, ANTES de realizar o teste)


BALTAZAR:
O líder do grupo coloca o pé dele em seu peito e com força o empurra no chão:
Nenhum mercenário fala sobre seu contrante elfo, mas logo vc saberá de quem se trata,daí veremos se continuará com sua arrogância e instransigência.

Depois ele chuta o seu prato de comida virando o pouco de comida que ainda tinha misturando-a com a terra seca do solo.

Enviado por: Baltazar - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 13:41:56
- É claro que não falam.
- E estou ansioso para conhecê-los.
Diz o jovem, e ao olhar a comida no chão, limita-se à rir alto, desdenhoso.

Enviado por: Mingo - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 14:28:14
[Droga, sera que dormi demais? tenho que correr]

Me arrumo para partir e volto ao ponto onde deixei a trilha, la chegando me agaixo e faço uma marca em alguma arvore próxima, deixando um H na árvore. após isso faço uma oração e uso a magia ler trilhas (Nivel 1).

Começo a sentir a ajuda divina e entender melhor os rastros e uso a ação seguir trilhas (Nivel 3). Dado [1d20]

[Espero que Seymar entenda o sinal]

Enviado por: j_carvalho - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 14:29:48
Para Seymar: Se estiver indo salvalos eu quero ir com voce!
(se for preciso [1d20], teste de persuasao.)

Enviado por: Samyaza - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 14:53:13
TODOS:
Notei uma coisa no forum que é perigosa, não pode-se EDITAR uma postagem pra mudar o resultado do teste, mas, quando rola-se muitos dados de uma vez, eu poderia EDITAR a postagem de forma a reorganizar as ações declaradas, escolhendo onde colocar o melhor resultado, por exemplo, inicialmente eu rolo 3d20 e declaro que são, iniciativa, ataque e o uso de uma habilidade. Após enviar a postagem e conferir os resultados, verifico que saiu: 20, 9, 16, pensando em colocar o 20 como o resultado do ataque, eu edito a postagem de forma que fique declarado assim: ataque, iniciativa e uso de habilidade.

Não sei se to falando bobagem e existe um sistema de verificar se alguém faz isso ou não, se houver e vc´s conhecerem por favor me avisem, caso não exista vou pedir que rolem apenas um dado por postagem, se tiver que rolar mais de um dado, peço que façam em postagens separadas e declarando o que está sendo rolado na PRIMEIRA POSTAGEM, ok?

Enviado por: Baltazar - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 15:01:23
{OFF}De acordo.

Enviado por: Leonardo - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 16:14:54
(Samyasa, faltou minha ação de ver se tinha alguma arma perto que os sequestradores possam ter deixado de lado quando fora falar com Baltzar.)


Enviado por: Samyaza - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 17:15:40
ALASTOR:
Não ficou nenhuma arma por perto, as armas estão ou com os soldados ou nos cavalos.

Enviado por: Leonardo - terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 18:06:22
(Os cavalos estão muito longe ou tem alguma outra coisa que possamos usar como armas, tipo alguma pedra sem ser fora a que está comigo??)

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 13:54:03
BALTAZAR:
O líder deles dá as costas e apenas sai andando em direção ao cavalo, enquanto retira de uma mochila uma adaga, ele diz:
Segurem o elfo e coloquem a lingua dele para fora, ele já falou demais.


HALT:
Vc corre em disparada, acelerado, vc tinha um mau pressentimento.


QUIROMAN:
Guardando a espada e lhe passando a rédea do segundo cavalo ela diz:
Sabe montar e lutar? Teremos que cavalgar rápido e lutaremos em desvantagem! Veremos se vc merece ou não minha ajuda.

VC´s cavalgam por alguns minutos até que com um gesto Seymar ordena que vc pare. Ela desce do cavalo e esquadrinha a mata, ela toca numa árvore e então volta ao cavalo.
Venha, é por aqui!


ALASTOR E GARRUK:
Enquanto vc´s procuram por algo que possa ser usado como arma e a única coisa que encontram são gravetos e pedras, ora grande, ora pequenas demais. Vc´s ouvem o líder dar ordens para segurarem o elfo, parece que vão arrancar-lhe a lingua.

Enviado por: Mingo - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 14:09:17
[Ohhh preciso ir rápido! sinto que teremos problemas!!!]

Continuo seguindo a trilha o mais rápido que posso.

Enviado por: Baltazar - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 14:40:24
Baltazar limita-se à fechar os olhos e se prepara para usar a Telecinese.
[1d20]
O mago tenta tirar a adaga da mão do líder com a magia e cravá-la em sua garganta, e se possível, usar a mesma para matar o(s) outro(s) guarda(s) que o seguram em partes fatais como tórax, barriga, garganta e no rosto.
>>>>Editado<<<<

Enviado por: j_carvalho - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 14:42:55
Eu pergunto a seymar como por tocar em uma arvore ela sabia o cominho e se ja estavamos chegando ao nosso destino.
OFF: Eu Tenho o Cavalo Que ganhei de Maira.

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 15:12:08
HALT:
Correndo por alguns minutos vc chega ofegante próximo ao local onde o grupo acampara, quatro soldados estão cercando Baltazar e gritam felizes coisas como: "-Agora o elfo vai ter que merece!" ou "Teremos lingua de elfo pra janta!"
Enquanto isso, o líder deles caminha em direção a Baltzar com uma faca na mão, ele vem segurando a lâmina e verificando se está afiada.


BALTAZAR:
Assustado com o que pode ocorrer, vc se concentra e com esforço, consegue arrancar a adaga da mão do líder. A adaga flutua no ar e fica com a ponta apontada para o lider, que no susto grita:
Maldito! Magia! O elfo está usando magia!


Citação:
Veja que são várias ações ao mesmo tempo, vamos dividi-las uma de cada vez ok? Primeiro, arrancar a adaga da mão do lider, isso eu considero um teste do atributo Força do líder (3) contra seu nivel de telecinese (1), com o seu resultado vc consegue arrancar a adaga.



ALASTOR E GARRUK:
Vc´s percebem que Baltazar usa de magia para tirar a adaga das mãos do líder, que grita assustado alertando os homens


QUIROMAN:
Não Quiroman, eu cortei o cavalo de sua ficha, um cavalo é um item caro demais e seria injusto que vc tenha um, enquanto tinha jogador pedindo pra ter flechas. Tudo bem?


HALT, BALTAZAR, QUIROMAN, ALASTOR E GARRUK:
O líder, ameaçado pela adaga diz:
Citação:
Dois de vc´s, segurem os anões, veremos até onde vai a fidelidade do elfo para com seus amigos, se essa adaga se movem, matem eles!


Enviado por: Mingo - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 15:34:07
Chego, me ocuto na mata de maneira que posso ataca-los e me preparo para atirar uma flecha no lider, respiro profundamente enquanto me preparo, lembro dos anos de treino, da vida com meu mestre e de todos os dias que pratiquei com o arco, até fazer com que ele seja uma continuação de meu corpo.

[Agora é a hora, preciso salvar o sobrinho de irvem]

Dados para o tiro de arco (acredito que não preciso jogar o dado de iniciativa, afinal estou escondido nas arvores)

[1d20]

Enviado por: j_carvalho - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 15:51:25
Eu pego o meu arco e atiro em um dos dois, na expectativa de faze-los soltar os anoes, por causa do susto.
[1d20]

Enviado por: j_carvalho - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 15:53:32
Eu pego o meu arco e atiro em um dos dois, na expectativa de faze-los soltar os anoes, por causa do susto.
[1d20]

Enviado por: Baltazar - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 15:56:15
- É claro que estou usando magia. Eu sou um mago. Ou será que os seus superiores esqueceram isso?
* Pergunta ele, olhando-o ainda com a adaga flutuando no ar.
- Se você não mandar eles saírem de perto dos meus amigos anões, essa adaga irá parar em sua garganta.
* Disse olhando-o severamente, estudando-o.
- Sei bem de que os anões e eu morreriamos satisfeitos se você morresse sofrendo com essa adaga na garganta. Talvez nós até consigamos sobreviver, mas você, irá morrer. E ainda por cima, à toa.
* Ele dá uma pausa.
- Quer mesmo arriscar sua vida?

Enviado por: j_carvalho - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 16:29:37
OFF: Eu estou sem o meu equipameno, pois eu percebi que na minha EF nao esta somado com a absorçao?

Enviado por: Aurhus - quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 21:05:57
Aproveito a distração para ir até os cavalos e conseguir minha arma de volta.

Enviado por: Leonardo - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 15:08:45
Quando um dos soldados vem atras de mim corro o mais rápido que eu posso na direção dele carregando a pedra que eu usei para escapar e dou com toda a força que eu posso juntar bem no joelho dele, depois tomo a arma da mão dele.

(Carga)

[1d20]

Enviado por: Samyaza - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 15:26:21
HALT:
A flecha sai em direção ao líder acertando-o bem no meio do pescoço, ele cai no chão com a força do disparo, se debatendo em desespero segurando a flecha que está atravessada.
Citação:
Sistema: M4*-4=0, tirou 17, vermelho, 75%, causou 14 pontos de dano na EF. *+2 por estar oculto



QUIROMAN:
Sem nem ao menos descer do cavalo, vc dispara contra um dos soldados que segurava os anões, a flechada faz o soldado cambalear, girar e cair no chão.
Citação:
Sistema:L6-1=3, tirou 13,laranja, 50%. causou 10 pontos de dano na EF, não, vc está com o equipamento eu que esqueci de somar, já corrijo.



BALTAZAR:
Antes mesmo que vc terminasse a frase, uma flecha penetra até a metade no pescoço do líder deles que cai ao chão se debatendo. Outra flecha atravessa a mata próxima e atinge um dos soldados que seguravam Garruk.


GARRUK:
Vc atravessa o acampamento dos soldados até os cavalos e consegue encontrar seu punhal dentro de uma mochila.


ALASTOR:
Vc começa a correr em fúria em direção ao soldado.
Citação:
sistema: a manobra carga exige que o personagem fique uma rodada em corrida, antes de usá-la.

Enviado por: Baltazar - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 15:44:12
Ele fica visivelmente surpreso com a morte repentina do líder, e diz:
- Eu não falei que não ia adiantar nada?
Falou, e rapidamente fez a adaga ir na direção do guarda mais próximo dele, para mata-lo.


Teste para o ataque ao guarda mais próximo>>>[1d20]

Enviado por: j_carvalho - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 21:36:57
Eu Paro e penso: será que foi o meu tiro que tambem acerou o lider. Paro um pouco e penso melhor... com certeza nao foi o meu tiro que acertou ele.
Pausa dramatica
Deve ter mais alguem aqui, eu paro e procuro algguem ao redor escondido nas moitas.
Percepçao 2
depois disso eu olho para o outro guarda e vejo que um dos anoes vai atacalo, na tentativa de ajudar e atiro uma flexa no guarda.

[2d20]
Tiro e percepçao!

EDITADO

Enviado por: j_carvalho - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 21:56:27
OFF: Porque a rolagem do meu dado nao apareceu!!!
Vou rolar aqui.

Enviado por: Aurhus - quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 22:33:09
Vou pra cima do soldado mais próximo e enfrento ele em combate não letal.
Dados:[1d20]

Enviado por: Mingo - sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 11:23:10
assim que minha fecha sai do arco já pego outra em minha aljava, vejo o lider e o soldado cair, faço a pontaria no outro soldado e atiro.

[Ainda bem que cheguei a tempo]

(Off, continuo oculto nas arvores, então não preciso de iniciativa certo?)

[1d20]

Enviado por: Mingo - sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 11:29:22
Critico. [1d20]

Enviado por: Leonardo - sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 11:37:58
(Então lá vai o dado para Carga e continua a ação que eu tinha escrito antes)

(Carga)

[1d20]




(off: Samyasa, ai cara, você bem que podia rever o conceito de usar um dado pra cada ação né Anxious )

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 13:29:48
BALTAZAR:
A adaga voa em direção a um dos soldados e faz um corte profundo no braço dele. Vc percebe alguém atrás de vc que diz:
Calma, vou ajudá-lo...
Vc reconhece a voz de Seymar que com a ajuda de uma faca começa a libertá-lo.


ALASTOR:
Vc avança pra cima de um dos soldados, salta e tenta acertar-lhe a pedra no rosto, mas o soldado percebe o ataque e gira o corpo no momento do ataque.
Vc escuta um grito:
ALASTOR!! AQUI!! TENHO UM PRESENTE!!!
Seymar sorridente, mostra-lhe um martelo, enquanto desamarra Baltazar.


GARRUK:
Vc avança pelas costas de um dos soldados, porém, tropeça numa pedra.
Vc precisa rolar a verificação da falha, role outro d20.


HALT:
Fazendo pontaria a flecha sai com extrema precisão e penetra fundo pela boca do soldado atravessando-lhe a cabeça, o soldado cai imóvel no chão.

(off: é um arco ou um fuzil?)


QUIROMAN:
Vc olha ao redor e não vê nada ou alguém de diferente, o tempo perdido vasculhando a mata atrapalha o seu disparo que passa longe de qualquer um dos soldados.

OFF: sua rolagem não apareceu pq quando se vc editar uma postagem e depois rolar o dado, ele não aparece mesmo, é um critério de segurança pra evitar que jogadores editem suas postagens até que tenham resultados bons.


SOLDADOS:
O soldado percebe seu ataque pelas costas e gira o corpo com a lança acima da cabeça acertando-lhe o ventre.
O golpe perfura fundo o ventre de Garruk que cai no solo, contorcendo-se de dor.


O soldado que foi atacado por Alastor, após se desviar do ataque posiciona a lança abaixo de Alastor fazendo com que ele caia sobre a ponta da lança e com um movimento joga-o ao chão.


Outro soldado corre até os cavalos e pega uma besta protegendo-se atrás do cavalo.

Vou realizar o teste de moral dos soldados.

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 14:27:15
[1d20]

Enviado por: Baltazar - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 14:28:23
Baltazar vê que errou no ataque e tenta acertar novamente no guerreiro, dessa vez, para mata-lo.
<[1d20] para o ataque>
- Obrigado, Seymar.
Agradece ele, e procura seu cajado rapidamente entre as coisas dos guardas.

Enviado por: Mingo - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 14:32:05
vendo que minnha pontaria continua letal me encho de confiança e me mantendo oculto nas arvores procuro outro soldado para atirar, ao escolher meu alvo respiro fundo e miro com calma, atirando com a certeza de mais um tiro letal.

[1d20]

Enviado por: Samyaza - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 14:37:39
SOLDADOS:
O soldado que foi pra trás do cavalo, percebendo a nítida desvantagem grita aos outros:

Retirada! Retirada!

Ele sobe no cavalo e liberta os outros cavalos assustando-os e fazendo-os correr, os outros soldados tentam fugir a pé mesmo, apenas o que foi ferido pela adaga de Baltazar, fica, pedindo que o esperem e que o ajude.

Enviado por: Baltazar - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 14:54:43
{OFF}: O guarda está com alguma arma perto dele?

Enviado por: j_carvalho - segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 18:46:13
Eu espero todos os guardas airem entao eu me revelo

Enviado por: Mingo - terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 10:52:34
tento acerta um dos soldados fujões (de preferência oq deu ordem de retirada)

[Malditos covardes! que tipo de homem foge de uma briga??]

Dado [1d20]

Enviado por: Leonardo - terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 11:55:10
(Eu fui ferido pela lança é isso??)

Caso não.

Pego o martelo que Seymar me jogou me levanto e corro alguns passos atras do fujões, gritando:

VOLTEM SEUS COVARDES!! SÃO MUITO VALENTES CONTRA UM ANÃO DESARMADO NÃO É???

Depois volto e vejo Garruk ferido gravemente e corro até ele:

Essa não!! E aqueles facínoras espantaram os cavalos!! Precisamos deles pra levá-lo até a curandeira!!!

Enviado por: Samyaza - quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 16:26:07
BALTAZAR:
Seu cajado está junto com algumas mochilas dos soldados.
OFF: apenas as armas que eles estão empunhando.

HALT:
Seus disparos passam bem próximos a um dos guardas, obrigando-o a reduzir consideravelmente a corrida pra não ser atingido, os demais guardas atravessam a estrada e se embrenham na mata.

ALASTOR:
Sim, vc foi ferido pela lança.

QUIROMAN:
Fugindo da investida do grupo, os guardas desaparecem no meio da mata.


TODOS:
Após a fuga dos guardas, a situação de vc´s seria excelente, a maré virou favorável a vc´s, exceto pelo ferimento de Alastor e Garruk que está inconsciente no chão, ferido por uma lança. Caminhando até ele e tentando ajudar, Seymar diz:

Precisamos fazer alguma coisa, rápido!

Enviado por: Leonardo - quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 16:50:24
Na adrenalina do momento não senti inicialmente muita dor quando corri atras dos soldados, mas quando volto para ver Garruk sinto uma dor onde fui ferido e ponho a mão pra ver se está sangrando, depois digo pra todos:

Droga, precisamos voltar para a cidade e levá-lo ate a curandeira, Argh!! E eu também...


Enviado por: Mingo - quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 16:59:56
Saio da mata sem falar nada para os demais, verifico rapidamente se o lider esta vivo, se a estiver olho para ele com olhar sério e digo

Não gosto de deixar alguém sofrendo, mas se vc não responder minhas perguntas eu vou deixar você agonizando até morrer, sua morte sera lenta e dolorosa, portanto me diga. Quem mandou você e oq quem te mandou quer com o Elfo?


Enviado por: Baltazar - quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 19:40:26
- Vergonhoso.
Comenta Baltazar, guardando a adaga que pregara do líder em seu cinto. Até agora, não notara a situação de Alastor e Garruk.
Ao ver a situação dos amigos, ele corre até as mochilas dos soldados e abre uma por uma, tentando encontrar ataduras ou coisas do tipo para poder usar.
- Qual é a cidade mais próxima daqui?
Pergunta apressadamente, ainda procurando. Ele dá uma olhada nas roupas dos guardas, vendo o que poderia aproveitar das mesmas
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1038
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum