Cena 2: O Dia das Cinzas

Página 23 de 29 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24 ... 29  Seguinte

Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Ter 06 Mar 2018, 14:51

Tempo sempre era um fator decisivo em combate, além disso, operar em terreno favorável era sempre a melhor opção. As canaletas me deixariam lento demais e me arrastando não teria a menor chance de defesa, ligar qualquer coisa poderia ser útil mas sem a certeza do que cada coisa faria era arriscado demais, subir era desfavorável, não possuía uma perícia elevada em escalada, pelo menos não maior do que minha capacidade de não ser percebido, percorrer distâncias tentando me equilibrar seria mais difícil do tentando não ser visto. 

Respiro fundo e dou uma última olhada ao redor respeito o limite que não atrapalhe minha camuflagem, então sigo em direção aos fundos do galpão mesmo que precise passar em frente às portas, apenas procuro na direção que estou indo, quais coisas, caixas, entulhos, equipamentos, possam servir para me ocultar.

Teste de investigação para encontrar locais para me esconder depois da porta e teste de camuflagem para percorrer a distância sem ser visto.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Ter 06 Mar 2018, 14:51

O membro 'Samyaza' realizou a seguinte ação: Lançar dados


#1 'D6' :

#1 Resultado :


--------------------------------

#2 'D6' :

#2 Resultado :
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Ter 06 Mar 2018, 14:53

rolei errado, os d6 que faltam em cada teste, na mesma ordem.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Ter 06 Mar 2018, 14:53

O membro 'Samyaza' realizou a seguinte ação: Lançar dados


#1 'D6' :

#1 Resultado :


--------------------------------

#2 'D6' :

#2 Resultado :
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 06 Mar 2018, 19:18

Teste de Raciocínio do Líder de Esquadrão: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 06 Mar 2018, 20:18

Cristhian
Resultado do Teste:
Persuasão (Cristhian) 9+0 vs Raciocínio (Líder do Esquadrão) 13+0. Falha.
O líder do esquadrão se endireita e faz uma careta súbita de desconfiança e surpresa para o que você fala. Embora você sabia que parte do que falara é verdade, não se expressou de forma legítima nem aos seus ouvidos. Ainda assim, o suposto líder do esquadrão fica confuso com o você diz e lança longos olhares aos dois subalternos, que dão de ombros.

- Ataque ao oberleutnant? - ele volta a se curvar para perto de você - Do que você está falando? - Você percebe que ele não está mentindo - Vocês dois sabem de algo? - Ele indaga aos próprios soldados e então aperta o cano da submetralhadora contra a sua testa com força - É bom começar a falar, filho da mãe, ou não tenho motivo nenhum pra manter vocês dois vivos.

Nessa hora vocês ouvem vozes altas, gritos de comando em um inglês estranho, e o barulho de movimentação. Logo em seguida, o portão da frente do prédio é assaltado e se abre violentamente, e tiros são disparados contra todas as janelas do primeiro e segundo andares, quebrando os vidros e acertando a laje. Os alemães se contorcem de susto, e o líder do esquadrão grita ordens:

- Wilhelm! Vigia esses dois e os mate se tentarem fazer algo! Friedrich, você vem comigo! Posição defensiva nas janelas!

Dito e feito, Wilhelm aponta a pistola firme com as duas mãos contra o seu rosto. Ele é jovem, raspou a barba impecavelmente, e sua de nervosismo pela testa. Os outros dois invadem os cômodos adjacentes e ocupam as janelas.

Sabão, Boris, Dinho e Vieirinha
Sabão é o primeiro a coordenar as forças, imediatamente aprovado por Isabelle, mas então contradito pelo próprio Boris que, agora armado, assume a liderança da carga contra a fortificação. Boris é seguido por Dinho e Vieira, sobrando a Sabão os falsos comandos a soldados imaginários. Até mesmo Isabelle se junta a força de ataque.

Boris contorna a Tenência e ataca a porta da frente, usando seu corpo maciço de aríete, escada acima. Bastou uma única investida e as dobradiças de aço cederam, se desprendendo do batente. A enorme porta de madeira cai para o interior da pequena guarita, um cubículo sem nenhuma laje ou telhado que o esconda da chuva ou faça sombra. Boris ignora a posição defensiva e sobe as escadas com a determinação de um rinoceronte. Antes mesmo que chegasse na pequena torre de vigia no final da escada, o soviético abriu fogo por cima do muro contra as janelas, gastando todas as balas do carregador em rápida sucessão e recarregando o rifle logo em seguida.

Afinal, parecia que os rifles soviéticos não se diferenciavam tanto assim dos demais. De qualquer forma, Boris já sentia saudade do seu SVT semiautomático.

Além do muro há um grande pátio gramado ocupado por uma única árvore de copa bastante alta e volumosa. O fundo e o flanco esquerdo são fechados pelas construção da fortaleza e, exceto pela árvore, não há nenhum obstáculo para se esconder até lá. Vocês podem espiar daqui as portas que dão acesso ao prédio do fundo e do lado esquerdo, abertas no momento. Ver fotos do post anterior.

As janelas do segundo andar do prédio do fundo são guarnecidas imediatamente após os disparos por dois soldados, um em cada janela. Um deles carrega uma submetralhadora e o outro um rifle de serviço. Não mais que dois de vocês podem se abrigar adequadamente atrás do muro e atirar ao mesmo tempo, os demais ou se expõem ou não atiram.
Iniciativa dos alemães: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Ataques: Hugar efetuou 2 lançamento(s) de dados (d20.) :
,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 06 Mar 2018, 20:24

Dificuldade dos testes de Medicina e Resistência: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 06 Mar 2018, 21:01

Thierry e Nate
Resultado dos Testes:
Medicina (Thierry) 13+8 vs Dificuldade 12+3. Sucesso.
Medicina (Nate) 12+8 vs Dificuldade 13+2. Sucesso.
Thierry foi bem capaz de controlar os ânimos dos partisans compatriotas. Afinal, o homem que chegara a pouco e operara milagres tinha moral entre os feridos. Ele sabia o que estava fazendo, limpando, higienizando e desinfetando. Estudava isso, mas não lembrava da última chance que teve de atender a tanto de uma única vez. Talvez enfermeiras fossem mais adeptas deste serviço, ainda que não tão bem instruídas. Usuário da morfina, Thierry tinha que vigiar a quantidade administrada, frequentemente esquecia-se dos fortes efeitos sentidos quando se usa pela primeira vez. O prisioneiro parece relaxar rapidamente. Após limpar bem, não identificou nenhum dano grave a nenhum órgão vital. Uma boa noite de descanso, longe do front e da ação, bastaria para colocar o homem fora de perigo, embora ainda fosse cedo demais para prever quanto tempo precisaria para se recuperar por completo.

O procedimento custou-lhe linha de sutura, sulfonamida, álcool, plasma, morfina, gaze e esparadrapos, recursos que se esvaem mais rápido que o imaginado. Durante a cura, e antes de aplicar a morfina, Thierry faz algumas perguntas ao prisioneiro, que demora a responder qualquer pergunta, mas por fim cede:

- Walther. Meu nome é Walther. Sirvo o Obergefreiter Ludwig Freiherr, em missão sob as ordens do Oberleutnant Kapp.

Entretanto, Thierry percebe que Walther se contém nas respostas, e dificilmente irá revelar qualquer informação espontaneamente (teste de Interrogatório necessário).

Enquanto isso, Nate realizou procedimentos similares em si próprio. Não era preciso ter concluído a faculdade de medicina para saber fazer isso, preocupando-se apenas em identificar eventuais ferimentos internos que não tivesse percebido, antes que piorassem. Nate regula bem mais a risca os recursos médicos em si próprio, conforme treinamento recebido nas forças armadas. Seus esforços pelo dia de hoje bastavam, e administrou anti-inflamatórios. Se sua recuperação fosse rápida o bastante, não levaria até o fim de semana para estar novo em folha.

Após observar o andamento do outro médico, Nate vai até Norman e fica satisfeito em ver a armaria improvisada. Entretanto, a quantidade de munição e de armas era terrivelmente baixa, e sabia que eles não teriam a menor chance contra um ataque direto se os alemães soubessem onde eles estavam.

- Negativo, senhor. - Norman responde prontamente, limpando a Sten - Nossas ordens foram de descansar e montar sentinela, não sabemos se temos homens treinados para realizar patrulhamento sem entregarem a si próprios. Além da cerca-viva e desses prédios, não há nenhuma defesa preparada. Ordens?

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Ter 06 Mar 2018, 22:32

Vieira se atira no chão procurando abrigo por trás da altura do muro, olha em direção aos sargentos e diz...

>Com certeza esse touro bravo vai querer seguir levando tudo no peito, seria uma boa ideia dar cobertura com fogo supressor para que os galegos não tenham tempo de atirar nele... Mas eu sou só um soldado... Quais são as ordens?

Já preparando o rifle para mais tiros, confere no que ainda levava no bornal a quantidade de munição e as opções, já que o Sabão destruiu sua ultima bomba incendiária na igreja...

Antes mesmo de qualquer ondem o soldado observa bem o local procurando por quaisquer que sejam as alternativas de ataque ou de avanço que não sejam sair de peito aberto contra a metralhadora... Os tiros, por mais que não tenham sido letais, ainda o lembram de que é necessário cautela e ele sabe que não teriam muito tempo antes que reforços chegassem ao local...

>Sargentos... Er... Desculpe mas, acho que devemos nos apressar pq daqui a pouco vai chover galego pra cá... E eu sinceramente não quero estar aqui... Quando avisei na igreja o Gigante ali ficou de firula com o tio de nome estranho e quase morremos por isso... Desculpe a ousadia mas precisamos ser mais precisos...

Comenta o soldado enquanto observa o que fazem os estrangeiros malucos...

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 175
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Status: 4 Lesões / 4 Ferimentos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Qua 07 Mar 2018, 10:46

Digo para Nate (inglês):
Senhor, tem papel e lápis? Pode conseguir com alguém da casa, caso não tenha?

Quando conseguir algo pra anotar, olho as indicações do uniforme dele, anotando-as, anoto seu nome, os nomes dos superiores e continuo (Alemão):
Walther, Walther. Tenho boas e más notícias pra você. A boa é que você não vai morrer destes ferimentos. A má é que você ainda pode morrer, da fúria desses sujeitos ensanguentados que parecem querer vingar cada tiro que foi disparado contra eles.

Então nos conte sobre as operações de ontem, como foram montadas, com que observação e com que quantidade de soldados. Até onde elas vão e qual o objetivo principal?


Blanchard efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,


_________________
INFORMAÇÕES:

EH:14     EF:13    KARMA: 10
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
Blanchard

Mensagens : 757
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Thierry Henry
Posto: Partisan
Status: Intacto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Qua 07 Mar 2018, 11:54

Assim que entro analiso toda situação rapidamente e olho a porta aberta do prédio após o pátio. Assim que percebo os vultos nas janelas, vejo que não há muito tempo para uma corrida sem risco.

[Isso aqui não vai ser fácil.]

Alerto em inglês os outros:

The windows!!! Germans there!!!

Escuto tudo que Viera diz e respondo em português:

Sim, Viera! Temos que sumir logo daqui! Olho nas janelas! Tome uma cobertura! Use a árvore se necessário! - Depois me dirijo a Dinho - Sargento!!! Precisamos de mais gente lá dentro!!! Estou entrando!!!

Dito isso corro em disparada em direção a porta com minha pistola em mãos.

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 336
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Status: 1 Lesão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vercenorax em Qua 07 Mar 2018, 13:27

Depois de estar dentro do prédio eu me contenho antes de avançar e vejo os alemães nas janelas. Quando Francisco trata de atravessar o pátio dou-lhe cobertura atirando no soldado de submetralhadora. Vou me manter numa posição em que tenha defesa e possa atacar. Dito isso me viro a Isabelle e digo:
Você e Wolff cubrrram nossa rrretaguarrrda. Diga isso a ele!

Depois me viro a Vieira e digo a ele:
Me ajude a darrr coberrrturrra à Frrrancisco. Assim que abaterrrmos os alemãs avançamos.

Vou atacar o soldado com a sub.

Iniciativa.
Vercenorax efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

Ataque.
Vercenorax efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 444
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 24
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Status: 1 Lesão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Constâncio em Qui 08 Mar 2018, 11:32

Ao ver Francisco correndo no pátio em direção a porta, imediatamente Dinho da a ordem ao Soldado Vieira: - Vieiraa!! Dê cobertura ao Sabão enquanto ele avança! Pode crivar esses alemão de bala. Vamos sair daqui vivos e com o comunicante. Na primeira boa oportunidade vamos avançar com tudo pra dentro do prédio e resgatar o companheiro -. Wolff rapidamente toma postura ao ver Isabelle cobrindo a retaguarda dos demais e o da suporte cobrindo o perímetro fora do alcance dele. Com seus olhos atentos aos arredores, diz em francês ao Isabelle: - Tranquilo amigo. tô de olho aqui também! Vamos avançar o mais rápido possível, antes que chegue reforço e a tempo de tirar nosso aliado vivo de lá de dentro. Qualquer suspeita, atire sem dó! -.

_________________
" Quem não vive para servir, não serve para viver! "
avatar
Constâncio

Mensagens : 36
Data de inscrição : 17/11/2017
Idade : 24
Localização : Olímpia - SP

Ficha do personagem
Nome: Wolff
Posto: Primeiro Sargento
Status: 2 Lesões

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Qui 08 Mar 2018, 20:35

Dificuldade do teste de Investigação: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Teste de Atenção dos soldados: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por †_Junior_† em Qui 08 Mar 2018, 20:42

[Então ele não sabe nada...]

Eu olho para o solado mais novo e fico fixo no olhar na pistola. Caso eu perceba alguma movimentação que distraia o soldado e ele fraqueje a mão da pistola ou vire o rosto, tentarei desarmá-lo.

†_Junior_† efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:9        ABSORÇÃO:12      EF:14       KARMA:8

EQUIPAMENTOS: Punhais, Roupa Tingida, Flauta de Madeira, Calçado e Luvas, Capa, Cachecol, Par de Botas, Cinto, Mochila de Couro e Cantil.

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
†_Junior_†

Mensagens : 390
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 24
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Status: 2 Lesões / 4 Ferimentos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por †_Junior_† em Qui 08 Mar 2018, 21:11

(segue o d20 se for necessário)

†_Junior_† efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:9        ABSORÇÃO:12      EF:14       KARMA:8

EQUIPAMENTOS: Punhais, Roupa Tingida, Flauta de Madeira, Calçado e Luvas, Capa, Cachecol, Par de Botas, Cinto, Mochila de Couro e Cantil.

EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:


avatar
†_Junior_†

Mensagens : 390
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 24
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Status: 2 Lesões / 4 Ferimentos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Qui 08 Mar 2018, 21:16

Robert
Resultado do Teste:
Investigação (Robert) 13+0 vs Dificuldade 11+0. Sucesso.
Camuflagem (Robert) 15+10 vs Atenção (Soldados) 4+5. Sucesso.
Você examina a frente e sua visão é obstruída pela carga guardada no armazém: paletes, contêineres e caixas. E isso é ótimo! Você continua tendo lugar para se esconder. Após averiguar com alguma precisão qual seria o melhor lugar para continuar sem ser visto, você assume os riscos e dispara!

Por alguns segundos, você se sentiu nu diante de todo o Parlamento Britânico. Você estava subitamente completamente exposto, em plena luz do dia, e sendo procurado por atiradores. Você usou um único segundo para espiar o lado de fora do galpão e seu coração quase salta pela boca: você vê o que pareceu ser o vulto de um único soldado correndo na mesma direção de você, só que do lado de fora. Ele não te viu porque estava mais adiantado que você.

Você se enfia no espaço apertado entre dois paletes e se permite avaliar a situação apenas quando tem a certeza de que está rodeado de obstáculos e na parte mais escura. Isso não significa que os alemães sabem o seu destino e se adiantaram para armar uma emboscada. Isso seria loucura! Você acabou de pensar no plano. Podem estar apenas te procurando pelo lado de fora do galpão, talvez em direção a outro depósito. Por outro lado, o soldado que você viu pode não estar sozinho, e talvez os alemães tinham tido tempo o bastante para conhecer as rotas de fuga do porto.

Sua análise revelou os seguintes elementos de interesse:

Ponte Rolante: você encontrou a botoeira pendente que aciona a ponte rolante do galpão. Este armazém é dotado de uma ponte rolante (uma espécie de viga horizontal que suspende uma carga por guincho e pode andar ao longo do comprimento do galpão, junto ao teto) e ela é controlada por uma botoeira conectada por um cabo. A ponte não está transportando nada no momento, mas você pode tentar manobrá-la para derrubar uma carga sobre os alemães. O simples movimento da ponte seria uma distração gigantesca.

Empilhadeira: uma pequena empilhadeira está estacionada próxima ao corredor principal, ainda com o palete no garfo. Admitindo que ela esteja operacional, você poderia tentar pilotar a máquina! Obviamente, você teria que usar o corredor principal para isso e seria impossível se esconder.

Enquanto pensava, você é surpreendido pela segunda porta lateral do galpão se abrindo! O facho de luz entra e ilumina o interior. Um segundo pelotão, de uns 10 soldados, entra pela enorme porta de lata. Eles começam a varrer o galpão pelo meio. Um deles vai até um painel de força e aciona a iluminação interna, tornando o lugar claro feito o dia. Agora você tem um pelotão te procurando pelas costas e outro a frente de você!

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Sex 09 Mar 2018, 18:01

Vou interromper o meu trajeto, vou ficar me movendo lentamente entre os  paletes, contêineres e caixas. Fico observando tudo com o devido cuidado até que o grupo que procura à frente "passe" transversalmente a mim então, retomo novamente o trajeto.

Teste de Investigação, Camuflagem e Atenção respectivamente.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Sex 09 Mar 2018, 18:01

O membro 'Samyaza' realizou a seguinte ação: Lançar dados


#1 'D6' :

#1 Resultado :


--------------------------------

#2 'D6' :

#2 Resultado :


--------------------------------

#3 'D6' :

#3 Resultado :
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Dom 11 Mar 2018, 22:58

Vieira ouve as ordens dos dois sargentos e o pedido do Russo. Ele responde com uma continência informal, mais como um sinal da afirmativo.

Como já estava no chão próximo ao muro de proteção, ele se arrasta e se protege de forma que possa abrir fogo livremente contra os alemães...

Os dois primeiros tiros são sem a intenção de acertar, apenas espaçados o suficiente para, junto dos tiros do Russo, dar ao Francisco tempo de se proteger...

Os próximos tiros serão dados com toda a habilidade que ele tem no rifle, e que Deus tenha piedade daqueles galegos, pq os que não caírem na bala, vamos abrir na unha!

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 175
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Status: 4 Lesões / 4 Ferimentos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Seg 12 Mar 2018, 22:14

O soldado então se posiciona no muro ao lado de Boris e virando-se rapidamente dispara com o rifle na direção do alemão que está com a submetralhadora

_________________
INFORMAÇÕES:

EH:22     EF:36    KARMA: 0
EQUIPAMENTOS: nenhum
EXPERIÊNCIA: 0xp


FICHA DO PERSONAGEM:




"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 175
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Status: 4 Lesões / 4 Ferimentos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Seg 12 Mar 2018, 22:14

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'd20' :

Resultado :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1287
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 33
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Status: 2 Lesões / 1 Ferimento

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 13 Mar 2018, 18:23

Robert
Você aguardou em segurança na sua posição por alguns minutos, monitorando atentamente a movimentação dos pelotões a sua frente e atrás de você. Para sua infelicidade, o pelotão a frente se dividiu em duas equipes de busca de cinco integrantes cada, a primeira avançando em direção ao fim do galpão e a segunda investigando a área entre onde entraram e o pelotão que já te procurava.

Enquanto isso, o grupo que estava as suas costas continuou avançando sistematicamente. Os soldados dos dois pelotões conversam, suas vozes ecoando na estrutura metálica do galpão, sem que você consiga entender uma palavra sequer. Os grupos estão abrindo os contêineres de forma ordenada e investigando todos os pequenos espaços. Em certo momento, você consegue observar a ação por completo: o líder de pelotão ordena e fica de prontidão a frente do contêiner, enquanto um soldado aponta a arma em direção à porta e o outro realiza a abertura ruidosa do metal. O líder do pelotão examina o interior com uma lanterna e então seguem em direção ao próximo.

Seu coração acelera, um soldado subiu as escadas que levam a uma plataforma elevada, cerca de 3 metros acima do chão, garantindo a ele visão privilegiada. Você se movimenta lentamente, mantendo-se sempre oculto dos grupos de caçada. Porém isso é insuficiente para te fazer avançar qualquer distância significativa. Qualquer tentativa de correr em direção ao fundo do galpão seria inútil, impossível não ser visto. Contudo, ficar parado significa ser encontrado mais cedo ou mais tarde. Você precisa pensar em uma forma de distraí-los para que possa avançar.  

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 13 Mar 2018, 18:26

Iniciativa de Wilhelm: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Ataque no pior dos casos: Hugar efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 13 Mar 2018, 19:46

Cristhian
Resultado do Combate:
Cristhian ataca Wilhelm
Poder Ofensivo = Sorte (5) + Combate Corporal (3) + Surpresa (3) + Desarmar (2) - Lesões (2) = 11
Poder Defensivo = Defesa Natural (5) = 5
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (11) / Poder Defensivo (5) = 2

Wilhelm foi desarmado!
Você examinou a situação com rapidez impressionante, mesmo para você. Sabendo que os primeiros tiros são aqueles que mais assustam, e examinando a tensão evidente no inimigo, você calculou friamente as possibilidades e esperou pelo disparo. Tudo ocorreu exatamente como você planejou... ou quase.

Pátio da Tenência: um soldado experiente puxa o gatilho com rapidez. O estopim deflagra a munição, propelindo o projétil ao longo do cano, suas raias impondo movimento de giro. A bala é ejetada do cano do rifle, mais rápida que o próprio som. Em uma fração de segundo, o projétil alcance a janela do segundo pavimento e colide contra o peitoril de madeira. O soldado errou o alvo por exatos dois centímetros. A energia do impacto devasta as fibras da madeira, arremessando lascas em todas as direções. Um desses fragmentos encontra o olho do inimigo.

O líder do pelotão grita e xinga de dor, ele achou ter sido atingido. Wilhelm se distrai com o gemido do superior, e tira os olhos de vocês dois. Com um único impulso, você golpeia as mãos do seu algoz com a bota e se coloca de pé. A pistola dispara em um ato reflexo, atingindo as tábuas do chão perto de Lotta. O flash da detonação e o barulho do disparo são intensificados pelo corredor. Você disfere um soco contra a têmpora esquerda do seu inimigo, atordoando-o por um instante, e um segundo golpe de bota que arranca a pistola de sua mão direita e a arremessa para os degraus da escada, atrás dele.  

Vieirinha, Sabão, Boris e Dinho
Resultado do Combate:
Boris ataca Otto
Poder Ofensivo = Sorte (17) + Rifle (7) - Lesões (1) = 23
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Impenetrável (10) = 20
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (23) / Poder Defensivo (20) = 1

Vieirinha ataca Friedrich
Poder Ofensivo = Sorte (13) + Rifle (5) - Lesões (4) = 14
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Impenetrável (10) = 20
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (14) / Poder Defensivo (20) = 0

Otto ataca Boris
Poder Ofensivo = Sorte (4) + Submetralhadora (3) = 7
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Impenetrável (10) = 20
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (7) / Poder Defensivo (20) = 0

Friedrich ataca Vieirinha
Poder Ofensivo = Sorte (Cool + Rifle (3) = 11
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Impenetrável (10) = 20
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (11) / Poder Defensivo (20) = 0

Otto recebe 1 Lesão.
Boris e Vieira abrem fogo antes mesmo que Sabão consiga deixar a proteção do muro. Sem rifles semi-automáticos, seus disparos são mais lentos que desejavam para providenciar fogo de supressão para o companheiro. Mesmo as janelas do prédio estando tão próximas, vocês sequer conseguem mirar apropriadamente, sendo alvos das rajadas curtas da submetralhadora alemã. Quando conseguem colocar a cabeça por cima do muro por mais de um segundo, os inimigos estão quase completamente ocultos, e não há a menor possibilidade de uma bala dessas atravessar uma parede de pedra!

Felizmente, os alemães encontram a mesma dificuldade em acertá-los. Expondo pouco mais que apenas a cabeça, não há muito em que mirar. É nessas horas que vocês desejavam um maldito lança-chamas ou um lançador de granadas! Apenas Boris foi capaz de provocar o mínimo dano após sucessivos disparos, ele acha, acertando o soldado com a submetralhadora perto do rosto. Com sorte, foi um tiro de raspão. Com azar, nada mais que um susto.

- Nos esconder aqui será inútil, sargento! - Isabelle grita com Dinho, ambos completamente protegidos detrás do muro, nos degraus da escada - Precisamos fazer alguma coisa, os alemães chegarão aqui a qualquer momento! Precisamos agir! - Dinho vasculha os arredores, ainda sem nenhum sinal das forças inimigas, mas foi pouco mais de um minuto desde que chegaram ali.

Nisso, Sabão fez a peregrinação de uma vida. O que eram quilômetros de Romaria comparados a metros de fogo cruzado? O preto correu como nunca correu nem mesmo nos morros do Rio de Janeiro. Balas cortaram o ar acima de sua cabeça, e sabe-se lá quantas tentaram acertá-lo! Uma falsa esperança de se esconder detrás do tronco da árvore deixa sua cabeça tão logo quanto aparece, e ele salta através da porta aberta para o interior da Tenência.

O lugar parece ser uma ampla recepção de formato retangular, com balcão de atendimento à direita, mesinhas e cadeiras elegantes de espera, quadros antigos que retratam Honfleur, e um belo lustre bem ao centro. Uma escada elegante sobe a parede oposta à entrada e leva para o segundo pavimento. Um corredor à direita, depois do balcão de recepção, leva aos outros cômodos desse andar. À esquerda, uma porta rústica aberta leva aparentemente a um andar inferior. Dois corpos de soldados alemães alvejados por balas descansam ao pé da escada, encostados na parede.

Você escuta o disparo e enxerga o clarão de um disparo vindo do segundo andar, bem próximo a escada. Segundos depois, você escuta o som de um objeto duro caindo contra os degraus acarpetados da escada.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 880
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 24
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 23 de 29 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24 ... 29  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum