Cena 2: O Dia das Cinzas

Página 9 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Seg 13 Nov 2017, 17:06

Ao ver a cena só me passa um pensamento:

[Minha Nossa Senhora!!!!]

Assim que vejo ele gritando começo a tirar o casaco pensando em fazer uma corda. Mas paro assim que ele consegue se firmar em uma janela. Assim falo em português:

Como você está soldado?

Mal espero a resposta e começo a olhar no teto algum lugar para eu subir no telhado.

Aguente aí, já estou chegando.

Assim que achar um local, subo com a cabeça em pensamentos de raiva do soldado inconsequente e da movimentação dos alemães lá embaixo.

[Esse rapariga ainda vai me matar! A se vai... Depois ainda têm a coragem de falar "serviço de preto".]

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Seg 13 Nov 2017, 17:15

Teste1: Subir no Telhado
Maedhros efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

Teste2: Pular de Prédio
Maedhros efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

(off: esqueci de colocar no outro post. Irei jogar o equipamento para o outro lado. Com as armas desengatilhadas. Detalhe importante kkk)

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Seg 13 Nov 2017, 17:41

Dificuldades dos testes:
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Seg 13 Nov 2017, 18:06

Vieirinha e Sabão
Resultado dos Testes:
Atletismo (Vieirinha) 13+6 vs Dificuldade 11+4. Sucesso.
Atletismo (Sabão) 10+5 vs Dificuldade 7+2. Sucesso.
Atletismo (Sabão) 9+5 vs Dificuldade 11+2. Sucesso.

Vieirinha salva a própria vida ao conseguir subir pela janela. Não fossem seus braços fortes e físico invejável, é bastante provável que estaria morto neste exato momento, vítima da queda. O soldado podia não ser o mais forte do batalhão, mas podia derrotar qualquer um na queda de braço nos botequins. Do jeito que cai para dentro do quarto de mulher do outro prédio, Vieirinha percebe uma garota deixando o ambiente aos gritos. O apartamento invadido está ocupado e já se escuta os passos dos moradores ecoando pelo corredor. Vieirinha se põe de pé e é quase surpreendido pelos rifles camuflados arremessados por Sabão. Talvez seja uma boa hora de desocultar um deles. A última trouxa é a das garrafas incendiárias, e agora é difícil não dizer que alguma não tenha quebrado no impacto. Sem tempo de verificar, Vieirinha olha para os próprios braços e os vê sangrando. Os cacos de vidro perfuraram sua carne e agora queimam de dor. Precisará improvisar um curativo rapidamente.

Enquanto isso, Sabão procura um alçapão no forro que leve até o telhado. Ele o encontra perto da porta de um dos quartos, onde as paredes são próximas, e usando de um estilo ninja de escalada, apoiando um pé em cada parede, consegue alcançá-lo bem a tempo. Os moradores do prédio que o perseguiam veem o negro subindo pelo forro e ficam estarrecidos. Lá em cima, Sabão afasta as telhas do local imundo e abafado e consegue acesso ao telhado. Com muito cuidado, o sargento passa o corpo por entre os caibros e se vê apoiando o corpo contra o vento sobre o telhado. A estrutura é muito inclinada, algo entre 30 e 45°, venta e é possível escutar os sons da confusão entre a multidão e os soldados na rua. Sem tempo para o medo, Sabão identifica a janela por onde Vieirinha entrou, apruma seu rumo e corre para o salto!

E por muito pouco Sabão não quebrou a beirada do telhado no pouso e caiu. O sargento foi de cara no outro telhado e partiu algumas telhas, mas está inteiro e vivo. Talvez o chacoalhão tenha desregulado alguma coisa no seu peito, o coração bate forte feito o de um cavalo, e está suando horrores. Suas mãos tremem, mas nada além disso. Agora é questão de abrir espaço para dentro do telhado e procurar outro alçapão para o pavimento mais superior deste prédio.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por †_Junior_† em Ter 14 Nov 2017, 00:30

Respondo quando sou indagado sobre o Rádio (inglês):

Na verdade, senhor Isabelle, o rádio original tivemos que arremessar do planador durante a queda para tentarmos escapar com vida. Mas ao encontrarmos os destroços de um dos planadores, consegui recuperar o rádio que os planadores usavam para se comunicar. Acredito fortemente que se conseguir algumas peças certas, algum tempo e sorte, poderia torná-lo em um rádio utilizável até o porto de Le Havre e facilitar nossas comunicações.

Faço uma pequena pausa e continuo:

Eu também, alternativamente, poderia utilizá-lo para tentar interceptar algumas transmissões alemães. Talvez dê algum trabalho e não há garantias, mas como é de curto alcance no momento sem melhorias, poderia tentar interceptar transmissões de rádios simples, próximas a nós e poderíamos ficar a par de patrulhas próximas e estratégias alemães.

Faço uma nova pausa e levo as mãos instintivamente como quem vai pegar os óculos até que me lembro que estou sem. Esfrego as mãos com um pouco de nervoso e respiro fundo. Olho para Daniel e Madame Lotta enquanto discutem e me movo um pouco como se fosse me intrometer na conversa mas acabo falando nada. Apenas observo o homem um pouco mais e desvio o olhar.


_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:6       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro, gládio, 20 metros de corda e escudo pequeno.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
†_Junior_†

Mensagens : 329
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Ter 14 Nov 2017, 11:36

Notando a aproximação do grego, me levanto apoiado na arma, e digo (fr):
Venha, vou lhe ajudar com o rádio.

Caso ele aceite e passe a caminhar comigo, digo (fr):
Então, amigo, algum conselho com a moça? Como são as coisas na Grécia? Vocês ainda fazem da forma tradicional, com rituais animados?

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Ter 14 Nov 2017, 16:59

Ainda com a adrenalina do salto, começo a tirar as telhas para entrar no forro. Se preciso uso o pé para quebrar algumas telhas para descer rápido. Antes de adentrar na escuridão do sótão, dou uma olhada nas horas do relógio de pulso para ver se estamos atrasados para chegar na igreja até o horário combinado. Antes escuto se há algum som de combate por parte dos tais rebeldes franceses que iriam nos ajudar. E então procuro por uma passagem para o prédio.

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vercenorax em Ter 14 Nov 2017, 21:55

Em consideração às ordens de Isabelle digo a meus homens considerando que eles não saíram do canal pois não havia ordenado isso, em russo digo:
Podem ficar onde estão, mas atentos!

Sobre a discussão dos planos táticos, pondero:
Farrremos assim, pois crrreio que seja a única opçon: Tomarrremos ou ocuparrremos, vai dependerrr do ânimo do fazendeirrro, um celeirrro, eles son melhorrres que casas, pois o andarrr de estocagem do feno pode serrrvirrr como ninho de observaçon ou para um sniperrr. Iron à cidade o inglês aqui, você Isabelle, eu e Daniel. Olho para ele e digo, abrindo um parênteses na conversa: Você vai ficarrr perrrto de mim, assim consigo arrrrrrancarrr sua coluna se você fizerrr merrrda de novo! Retomo o plano: O grrrego se acharrr conveniente ficarrr parrra tentarrr interrrceptarrr as comunicaçons alemãs sinta-se à vontade parrra isso, mas se forrr melhorrr irrr a Honfleurrr parrra angarrriarrr peças é por decison dele, eu non sou rrradialista enton ele decide. Você Isabelle nos levarrrá até a igrrreja de Santa Catarrrina e se houverrr brrrasileirrros vivos, esperrro que eles nos encontrrrem lá. Entrrrarrremos da maneirrra mais disfarrrçada possível e sairrremos da mesma forma, se houverrr a necessidade, o que imagino que haverrrá, de rrroubarrrmos um caminhon parrra voltarrrmos a Le Hevrrre, farrremos à noite. A melhorrr entrrrada agorrra imagino serrr porrr terrrrra seca ou porrr outrrro lugarrr que sugirrra serrr melhorrr, Isabelle, você é quem conhece o terrrrrritórrrrio. Ficarrron no que acharrrmos parrra posto avançado, meus homens, o outrrro soldado inglês, os parrrtisans e Madame Lotta. Sugirrro como comando do posto na nossa ausência, um conselho composto porrr Lotta, o soldado inglês. Me viro a ele e indago: Norrrman é seu nome, corrrrrreto? E finalizo: E um de meus homens. Me viro a eles e digo: Tirrrem na sorrrte quem serrrrá nosso reprrresentante.

Finalizando:
Este é o plano, alguma considerrraçon ou adiçon?

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 368
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Ter 14 Nov 2017, 22:03

Até que enfim o corpo parou de tremer...

O soldado dá uma olhada na janela oposta e vê que o sargento não está mais lá... Mais uma rápida olhada em volta... O quarto, visivelmente de mulher, parece vazio...

Ele olha os braços e pensa...

"Cacete! Que estrago que eu fiz..."

Pega seu rifle, desenrola e engatilha, a pistola na cintura está preparada para qualquer embate à curta distância...

Com movimentos curtos e rápidos o caipira, enquanto lamenta em sua mente o fato de ter se permitido ir parar nessa loucura, ajoelha ao lado da cama e apressadamente retira os cacos de vidro que ainda estavam fincados no braço... Isso dói... O soldado aperta os dentes e avermelha o rosto... Rapidamente ele puxa o lençol que estava cuidadosamente estendido sobre a cama e rasga um pedaço generoso (olha em direção à porta), essa tira ele enrola no braço direito, como se fosse uma faixa, no final dá um nó apertado com o auxílio dos dentes (ainda olhando para a porta)... Puxa mais um pedaço do lençol e amarra o outro braço pronto... Isso deve parar o sangramento e proteger os ferimentos...

Em seguida o soldado pega o bornal onde estavam as garrafas com óleo e despeja o conteúdo próximo ao chão para não fazer muito barulho assim da pra ver que algumas se quebraram... ele nem tem tempo direito de se lamentar mas pensa...

"Droga... isso poderia fazer um belo estrago..."

Sem perder mais tempo, vira o bornal do avesso, recoloca as garrafas dentro e coloca o bornal no ombro, enfia a coronha do rifle do sargento no bornal (de forma que a ponta do mesmo fique alinhado com seu ombro) e cuidadosamente vai caminhando para a porta do quarto...

"Calma soldado... Já basta de loucuras por hoje..."

Pensa enquanto se movimenta suavemente para a saída, tentando ouvir algum som ou movimento... Respira fundo e pensa consigo mesmo...

"Vaaaamo cabôco!"

No caminho dá uma parada... coça a cabeça com a ponta do rifle e pensa...

"Onde raios está aquele sargento?"

Off [A ideia é chegar até o vão da porta e tentar enxergar onde aquela guria se meteu... sem contar que deve ter mais gente aqui... Se der tempo... dou um pulo rápido na cozinha... uma faca ou um cutelo seria um bom aliado]

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Qua 15 Nov 2017, 13:04

Ao ouvir que estou escalado para a cidade e que o tenente soviético me protegerá, começo a tatear o bolso pensando:
Onde estão meus francos? É minha chance de conseguir cigarros.

Percebendo que perdi o que tinha nas batalhas, chuto uns pedaços de terra e espero.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Qua 15 Nov 2017, 23:00

Confirmo a informação do sargento, falando com Isabelle:
Não, o rádio que usaríamos para estabelecer comunicação foi danificado na queda do planador, o que temos aqui é o rádio de curto alcance da aeronave.

Escuto com dificuldade a fala do russo e digo, ainda tentando reconhecer algum divisa nele que identifique sua posição para avaliar se ela um superior ou subordinado:
O russo está certo. Boris não é? Vamos até a igreja e tentar descobrir o que aconteceu com o brasileiros, obter informação e nos reunir agora é prioridade, o comandante Rémy precisa tomar ciência da situação.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Qui 16 Nov 2017, 00:53

Robert, Daniel, Cristhian e Boris
Isabelle pega o mapa e tenta se localizar. Ele empresta um isqueiro e queima a ponta de um graveto para servir de carvão, de forma que pudesse riscar o mapa, enquanto responde a Robert:

- Lunetas como esta são caras e difíceis de se encontrar. Pergunte aos homens, mas não vi nenhuma desde que conseguimos as armas.

Ele escuta atenciosamente a Cristhian, mas não consegue esconder a frustração a respeito do rádio, respondendo:

- Isto é mau. Os alemães tomaram nosso rádio antes pouco antes do início da operação. Estamos mudos desde então. Bem, um rádio de curto alcance é melhor do que nada. Mas eu não entendi, ele está funcional ou não?

Antes que Cristhian pudesse responder apropriadamente, Boris se intromete. Percebendo isso, Daniel puxa papo com o sargento grego. Lotta foi incapaz de responder a Daniel, e se retirou entre os partisans no canal.

Enquanto Boris passa todo o plano, Robert examina seu uniforme discretamente. O britânico jamais vira um uniforme da marinha soviética antes, mas lhe parece bastante provável que Boris e seus homens tenham adulterado para não serem comprometidos se forem pegos. Uma insignia ainda está visível, exibindo duas faixas estilizadas e três estrelas.

Ao que parece, todos concordaram com o plano do soviético, e Serguei se prontifica a ficar como representante. Isabelle faz algumas considerações:

- Eu peço apenas que não sejamos violentos com os locais. Há alemães o bastante para serem odiados, não há motivos para que minar nosso apoio aqui. Certamente haverá alguém nessas terras que disponha seu celeiro. Bem, se o especialista em rádio julgar possível conseguir as peças que precisa na cidade, não há outro aqui senão ele capacitado para tanto. E eu peço apenas uns minutos a mais com este mapa, Boris, não me demoro.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vercenorax em Qui 16 Nov 2017, 07:31

(Off: pessoal, leiam sempre onde houver "R", ele tremido, me cansei de escrever com todos aqueles r's. hehehe)

Respondo a Isabelle:
À vontade Isabelle. Também espero que os franceses sejam solidários à causa.

Respondendo ao inglês:
Exato! Seu nome é Robert, correto? Segundo Tenente, Divison de Terra?

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 368
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Qui 16 Nov 2017, 19:05

Sabão e Vieirinha
Vieirinha mal teve tempo de apertar o nó no segundo braço que um homem alto apareceu a toda na porta do quarto. O soldado imediatamente empunha o rifle e aponta firmemente para a cabeça do sujeito. O outro homem para de súbito, e seu semblante foi de suspeito a intimidado em um segundo. É um homem próximo dos 40, certamente o pai desta família, e veste roupas simples e informais. Vieirinha tem o rosto duro e determinado, e não diz uma palavra. Ambos se encaram silenciosamente por momentos de tensão, e o homem levanta lentamente as mãos, se afastando da porta e dizendo algo baixinho que Vieira não compreende.

Ao retornar para o corredor, o sujeito dispara a correr e grita ordens aos familiares. Vieirinha não deixa o quarto nem abaixa o rifle, e escuta os gemidos de duas mulheres e uma criança talvez, seguidos por duas portas batendo subitamente. Os moradores devem ter abandonado o apartamento às pressas, mas isso não é um bom sinal para o soldado.

Enquanto isso, no telhado, Sabão vê que tem menos de uma hora para chegar até a tal igreja, e torce para que a torre de madeira que avistou seja do lugar certo. Ele escuta apenas os sons da confusão na rua detrás, e às vezes um tiro ou outro. Então usa o próprio pé para abrir caminho pelas telhas até o forro, igualmente imundo e quente. Está escuro e demora um minuto para seus olhos se acostumarem, mas ele acha um alçapão similar ao do outro prédio, por onde pode entrar em algum apartamento do último andar.

Vieirinha escuta um grande gato preto andando no telhado, quebrando as telhas e entrando ruidosamente no forro.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Qui 16 Nov 2017, 23:19

Sem tirar os olhos da porta o soldado segura o rifle pela ponta e bete com a coronha no forro pra tentar chamar a atenção do mamute ruidoso que está destruindo o forro do apartamento...

Logo em seguida, retoma o movimento planejado se dirigindo à porta com o rifle empunhado...

"Droga sargento desce logo daí, nosso tempo está acabando porra, precisamos sair daqui urgente!"

Fala o soldado um pouco mais alto na esperança do sargento ouvir...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Qui 16 Nov 2017, 23:29

Enquanto aguardo, cruzo os braços pra ver o contato entre o representante da monarquia e do socialismo.

Ao ouvir Isabelli mencionar a luneta quebrada, dou um sorrisinho e depois me viro, procurando, com os olhos, Lotta entre os partisans.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Sex 17 Nov 2017, 00:04

Vou em direção ao alçapão e antes de descer por ele, tiro o revólver da cintura porém sem engatilhar. Caso escute Vieira, respondo:

Olha o respeito, rapariga! Quero ver movimentação! Pegue as coisas, já estou descendo! Você consegue andar com esses corte? Encontre a saída desse apartamento!

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza Ontem à(s) 19:25

OFF: pow, tem que manter os rrrrr


Respondo À Boris:
"Sim. Seu uniforme porém, parece ser da Marinha. Ainda estou curioso de porque os russos estão operando aqui na França, Stálin pretende puxa o tapete do Hitler?"
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar Ontem à(s) 21:07

Vieirinha e Sabão
Sabão desce pelo alçapão para o corredor do apartamento, quase caindo sobre o próprio Vieirinha. O soldado avança pelo apartamento com o rifle preparado. Não é nada espaçoso, mas até então era ocupado por uma família inteira. A cozinha divide espaço com a sala e a área de serviço, tem apenas um banheiro e outros dois quartos. O almoço estava sendo preparado, mas a cozinheira ainda teve tempo de apagar os fogos.

Vocês recuperam seus pertencer rapidamente e Vieirinha descobre que apenas uma garrafa trincou, mas foi o suficiente para encharcar o bornal de gasolina. Agora vocês devem decidir como farão com as armas antes de descer para a rua. Se antes não chamavam atenção o bastante, agora fedem a esterco e gasolina e carregam um rifle alemão em plena vista. É possível procurar algo útil para levar do apartamento, mas isso levará tempo.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum