Cena 2: O Dia das Cinzas

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Sex 03 Nov 2017, 10:42

Enquanto espera a resposta do sargento Vieira corre mais uma vez os olhos pela rua para ver se existe algum local ideal para esconder seus pertences...

Somar + 5 de atenção ao resultado

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Sex 03 Nov 2017, 10:42

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'D6' :

Resultado :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Dom 05 Nov 2017, 12:33

Quando fico encurralado, começo a suar frio pensando que talvez seria nosso fim. Escuto Vieirinha enquanto olho nas direções procurando alguma saída, beco ou coisa que nos tire dali. Começo a olhar para os prédios e falo a Vieirinha:

Talvez tenha uma quarta alternativa, Vieira. - Aponto discretamente para os prédios e falo - Acho que podemos nos esconder em alguns desses prédios. Possivelmente alguns deles pode ter uma saída para a rua atrás e assim saímos dessa maldita confusão. E te respondendo, sim, não podemos largar esse material. Já não basta ser apenas nós dois, desarmados não podemos ficar. Vamos entrar em algum desses prédios e esperar que dê tudo certo. Antes enfrentar os moradores que os alemães.

Procuro algum prédio próximo para entrar.

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Dom 05 Nov 2017, 16:50

Ao escutar o soviético, digo (Fr):
Iiiii, caralho, são nossos aliados.

Corro, gritando:
Isabelli? Isabelli?

Ao ver que todos estão vivos, dou um sorriso de alívio e digo (Ing):
Camaradas e cidadãos do mundo livre, bem-vindos à França.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 07 Nov 2017, 01:20

Robert, Daniel, Boris e Cristhian
O tiroteio é interrompido e Daniel lança o ultimato que, para sua surpresa, é respondido com a voz pouco amigável de Boris. Daniel é o primeiro a correr e a alcançar o pequeno canal que serviu de trincheira para a equipe de soviéticos, Isabelle, e o grupo previamente identificado composto por soldados britânicos. O líder dos partisans é encontrado com as duas mãos tapando os ouvidos com força. O francês com certeza acreditou que aquele era o seu fim e foi difícil convencê-lo do contrário.

Enquanto Daniel acenava da parte mais elevada, ele é surpreendido por uma coronhada no flanco direito, bem sobre o rim, e com um pontapé vindo - nada surpreendentemente - de Madame Lotta.

- Você abriu fogo contra aliados, seu merda! - ela golpeia Daniel já caído no chão com outro chute - Nós devíamos ter atirado em você, não neles!

Robert, Cristhian e Norman observam a cena sem entender muito bem o que acontece. Ao que parece, o grupo grande que abriu fogo trata-se na verdade dos partisans reunidos pelo homem do General de Gaulle. Os outros quatro soldados estrangeiros, que se anunciaram anteriormente como soviéticos, são um fator inesperado na missão. O francês que até pouco tinha anunciado sua posição, o tal "Isabelle", é o líder dos partisans. Entre os próprios britânicos há apenas um soldado, Norman, um grego operador de rádio de nome Cristhian, e o Segundo Tenente Robert Locksley, sniper que acaba de ser baleado gravemente no ombro e que teve a luneta do rifle destruída. O soldado Norman é capaz de estancar o sangramento, mas não há ninguém na equipe com habilidades e ferramentas necessárias para remover a bala. A mulher que acaba de golpear um dos partisans se identifica como Madame Lotta, e junto com ela tem um grupo de 12 partisans franceses, armados com rifles e submetralhadoras conhecidas para Locksley. O homem golpeado se apresenta como Henry, mas outros integrantes do grupo revelam que seu nome é na verdade Daniel.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Ter 07 Nov 2017, 14:02

Quando a mulher descontrolada começa a me atacar, ainda caído eu digo (Fr):
Vocês preferem morrer a matar?

Com o fim das pancadas, me levanto com um sorriso amarelo e digo:
E quem lhe ajudaria a melhorar suas habilidades ao volante?

Depois vou até o oficial soviético e faço uma continência.

Ao ouvir a apresentação do grego, penso:
Mas que porra essa desgraça está fazendo aqui?

Me aproximo do sniper só o suficiente pra ver se ele carrega divisas em seu uniforme.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Ter 07 Nov 2017, 21:53

Vieirinha e Sabão
O pelotão de reforço avança contra a multidão e o tumulto se torna violento. Sem tempo para discussões, vocês se embrenham no meio das pessoas e forçam a passagem até o prédio mais próximo, onde vocês sobem os cinco degraus até a soleira em um único salto e forçam a porta, que cede num empurrão. À sua frente se revela um corredor estreito e elevado, e o som de três disparos sucessivos de rifle se propaga às suas costas.

Seus passos fortes ecoam no piso de madeira. As várias portas dispostas nas duas paredes estão trancadas e apenas uma minúscula janela quadrada se releva no fim do corredor e na parte mais elevada. Sem escolha, vocês tomam a escada e sobem para o pavimento superior, empurrando dois homens no meio do caminho. Com toda a movimentação e violência nas ruas, os moradores se trancaram nos seus apartamentos, e vocês conseguem ouvir alguns deles arrastando móveis para obstruir as portas.

Vocês continuam a subir e foi só nos fundos do último andar que encontraram um apartamento desocupado, com a porta bloqueada por algumas tábuas com avisos em francês que vocês se apressam em remover. O interior mostra sinais de um incêndio recente e ainda fede a fumaça, mas a janela de um dos quartos, destruída pelo fogo, faceia as costas de outro prédio.

A distância entre os prédios é algo entre 2,5 a 3 metros, e as janelas estão quase no mesmo nível. A queda de quase 15 metros, contudo, seria gravíssima e potencialmente letal. É o último andar dos dois prédios e os telhados são muito inclinados. Vocês devem decidir entre tentar o salto arriscado ou bolar outro plano. Se alcançarem o outro prédio, poderão descer para a outra rua e se libertarem dos pelotões nazistas. Vocês escutam os passos rápidos e as vozes de moradores do prédio os perseguindo.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por †_Junior_† em Ter 07 Nov 2017, 22:44

Olho para o homem exaltado que além de atirar no tenente, parece ter a boca maior que a própria capacidade de raciocínio. Respondo em francês, um pouco trêmulo:

Eu não sei quanto a você, mas estou aqui para acabar com a Alemanha e não para tirar vidas de aliados valiosos. Você talvez precise pensar mais em uma próxima ocasião ou poderá colocar em grande risco uma missão.

Olho para o tenente ferido e digo em inglês:

Bom, agora precisamos de ajuda médica especializada para cuidar dele. Estamos com o rádio da missão, apesar de estar um pouco danificado.


_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:6       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro, gládio, 20 metros de corda e escudo pequeno.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
†_Junior_†

Mensagens : 329
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Qua 08 Nov 2017, 16:26

Vieirinha chega bem próximo à janela e, percebendo o estado da esquadria comprometida pelo pequeno incêndio enfia o pé com as botinas largas quebrando a estrutura abrindo um vão livre, em seguida retira do bornal os tecido que envolviam as garrafas de óleo, os mesmos que anteriormente ele usava para que as garrafas não batessem uma na outra chamando atenção e fazendo barulho, enrola cada tecido em uma das mãos, vaí até a porta, pega uma das tábuas que prendiam a porta joga o bornal para o sargento e olhando pra ele diz...

"Não temos muito tempo..." Dá um suspiro segurando a tábua na mão e completa - "Sabe rezar sargento?"

Em seguida com toda força joga a tábua em direção à janela oposta...

(A ideia é a seguinte... A tábua quebrando a janela o passo seguinte é pular e se agarrar na esquadria - Nessas horas os 6 pts de atletismo tem que dar uma força- o tecido é para não retalhar a mão no processo...
Em seguida o sargento joga o material e espera pelo sargento do outro lado para ajudá-lo na chegada.)

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Qua 08 Nov 2017, 16:27

Teste do arremesso da tábua...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Qua 08 Nov 2017, 16:27

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'D6' :

Resultado :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Qua 08 Nov 2017, 16:28

Teste do salto...

O que der soma-se mais 6 de atletismo...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Qua 08 Nov 2017, 16:28

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'D6' :

Resultado :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Qua 08 Nov 2017, 20:50

Respondo ao grego (ing):
Acabar com a Alemanha? Você é um cara engraçado. Está vendo esses soviéticos? Stálin apertou a mão de Hitler porque não pode vencê-lo. Nós? Só podemos, no máximo, atrasá-los.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Qua 08 Nov 2017, 21:48

Me levanto colocando a mão no ombro numa tentativa inútil de aliviar a dor enquanto olho para a luneta do rifle destruída e comento com Chris e Norman:

"Deve ser por isso que a França está precisando de ajuda... "

Olho ao redor dos demais tentando memorizar rostos e outros detalhes mais fáceis de serem distinguidos, demoro particularmente mais nos homens de aparência estranha enquanto penso:

"O que esses homens estão fazendo aqui?"

Por fim me porto à Isabelle:

"Segundo Tenente Robert Locksley, da Inglaterra. Fomos enviados pelo General de Gaulle para fornecer ajuda à França Livre, infelizmente, tivemos imprevistos no caminho. Esse é o Sargento Christian, ele é o técnico em rádio responsável por estabelecer comunicação entre a França e Inglaterra. "

A última frase é dita enquanto aponto para Chris, em seguida, falo em tom pesaroso:

Senhor, precisamos nos retirar, combatemos uma patrulha fluvial alemã alguns km daqui, provavelmente eles vão voltar. Assim que conseguirmos abrigo, solicito uma reunião com o senhor e seu alto comando. Tenho motivos para crer que à França corre um perigo maior do que o atual.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Maedhros em Qui 09 Nov 2017, 20:29

Ao escutar os barulhos de moradores começo a olhar o ambiente vendo se há algo para obstruir o caminho, como um armário ou coisa do tipo. Mas o que eu pensando de verdade é em algum plano para nos tirar daquela situação. Fico ainda mais nervoso com o som dos tiros. Meio que desligado do ambiente e pensando numa maneira de sair, pego as coisas de Vieirinha e concordo com a cabeça. Quando de repente escuto um barulho e não vejo mais o soldado no cômodo que estamos.

Soldado? Praça Vieira, onde você esta?


Dados para Raciocínio (7):
Maedhros efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

avatar
Maedhros

Mensagens : 303
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Sex 10 Nov 2017, 14:56

Dificuldade dos testes (na ordem que foram lançados)

Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Sex 10 Nov 2017, 16:06

Vieirinha e Sabão
Resultados dos testes:
Atletismo (Vieirinha) 13+6 vs Dificuldade 10. Sucesso.
Atletismo (Vieirinha) 7+6 vs Dificuldade 11+4. Falha.
Raciocínio (Sabão) 12+7 vs Dificuldade 13+4. Sucesso.

Vieirinha abandona o bornal com Sabão, mas o sargento mal percebeu o movimento. Enquanto Sabão vasculhava o apartamento em busca de algo grande o suficiente para obstruir a porta de entrada, Vieirinha arremessou a tábua com força e precisão o bastante para despedaçar o vidro da janela do outro prédio. Um grito feminino assustado ecoa do ambiente, e Vieirinha conclui corretamente que a outra janela pertence a um quarto de mulher. Sabão não conseguiu encontrar nada que pudesse arrastar, já que o apartamento foi desocupado e apenas a aparelhagem fixa continuou no imóvel, feito as pias e armários da cozinha e banheiro.

Nesse momento, Vieirinha se posiciona na esquadria da janela que anteriormente teve o caixilho removido com as próprias botas. Ele mede a distância mais uma última vez, respira fundo, se prepara para o salto e arremessa o corpo com toda a força que conseguiu reunir. O soldado estica os braços no meio do ar e o coração quase para de bater...

Mas o salto não foi bem sucedido, e Vieirinha dá de peito na travessa inferior da janela. Sem conseguir apoiar-se em lugar nenhum, o corpo do soldado escorrega rapidamente e tem os antebraços feridos gravemente pelos cacos de vidro que ainda se prendiam na janela. No desespero da queda eminente, Vieirinha sequer geme dos cortes lancinantes, mas consegue segurar o corpo com as mãos enfaixadas no peitoril da janela. Suas mãos e braços tremem do súbito esforço de suportar o peso do corpo todo, seus pés não encontram ponto de apoio nenhum na parede lisa.

No apartamento, Sabão escuta os gemidos retardados do praça e corre para o quarto, onde vê da janela com a estrutura destruída o Soldado Vieira pendurado apenas pelas mãos no peitoril da janela do outro prédio. Ele tem as mãos enfaixadas e portanto o apoio está prejudicado. Também não consegue apoiar os pés em lugar nenhum da parede, e tem sangramentos nas mãos ou braços. O desespero invade a mente do sargento, que pensa poucas possibilidades imediatas: tentar pedir ajuda aos moradores deste prédio e do outro, de alguma forma; subir até o telhado pelo forro do apartamento, de onde poderá pular para o outro telhado (uma distância cerca de 4 palmos mais curta além da possibilidade de correr para ganhar impulso); ou ainda trançar suas próprias roupas improvisadas de agricultor e lançar a corda para Vieirinha se segurar.

Vieirinha: vou lançar duas dificuldades para um teste de Atletismo. Você deve vencer a menor delas para conseguir se segurando, ou vai cair. Se vencer a maior delas, conseguirá puxar o corpo para cima até o quarto, e terá se salvado da queda. Mas não se prenda somente a este teste, você pode tentar outras ações também.

Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,
Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Sex 10 Nov 2017, 16:12

Cacete... Vamos lá
O que der é mais 6...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Sex 10 Nov 2017, 16:12

O membro 'Vieirinha' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'D6' :

Resultado :

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:14       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro e gládio.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vieirinha em Sex 10 Nov 2017, 16:39

"MEU DEUS!!!"

Grita o soldado desesperado ao conseguir se segurar... Ele já tinha passado por situações de perigo de morte reais, mas dessa vez o temor se misturava com um sentimento de frustração e raiva...

"Morrer em um embate, em uma troca de tiros, foi assim que eu sempre imaginei que morreria... Mas morrer fugindo?!"

"Vai morrer fugindo desgraçado? Vai morrer fugindo desgraça!?"

Grita o soldado pendurado, quase em choque com a dor dos braços cortados...

De súbito um calor percorre a espinha dele... Sua mente então é invadida pela imagem da irmã, a qual de forma bárbara havia sido atacada no interior de São Paulo, o que fizera com que ele se tornasse um matador frio... Mas vivo... Ao mesmo tempo os olhos da criança que ele viu por ultimo no navio enquanto desciam com o salva-vidas...
Aquele calor arrancou de dentro dele uma força que ele mesmo achava não ter mais e com um grito de dor e desespero o soldado se puxa para cima, jogando os antebraços cortados como um gancho na esquadria...

Em seguida, apoia a mão direita, trêmula, sobre a base da esquadria e, prendendo sua respiração, com as forças que lhe sobram nas pernas patina desesperadamente na parede com os pés, se forçando para cima ao mesmo tempo que lança o tronco para frente.

Sem controle ele cai para dentro do cômodo e, ao se ver em chão firme, para por um instante... Talvez recuperar o fôlego possa fazer com que a dor diminua, quem sabe?

"Puta merda! Essa foi por pouco..."

O soldado começa a rir baixo ao sentir uma tremedeira inexplicável...

"SE CONTROLA VIEIRA!" - Pensa o soldado - "Antes que o sargento veja isso..."

O sorriso para e os olhos se arregalam em um semblante sério e extremamente cansado

"Caramba... ainda tenho que ajudá-lo a vir pra cá..."

Pensa o soldado, exausto e ainda no chão, quase imóvel não fosse pelos tremores terríveis por todo o corpo...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 41
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Vercenorax em Dom 12 Nov 2017, 17:28

Eu olho o cinismo de Daniel e respondo a ele:
Forrram 2 avisos em cima de merrrda que você fez! Non haverrrá um terrrceirrro!

Seguindo:
Eu sou Borrris Andrrravitch, Tenente Seniorrr da Marrrinha Soviética. Esses são Dimitrrri, Ivan e Serrrguei, meus subalterrrnos, Tenentes da Marrrinha Soviética. Estamos aqui em misson de obserrrvaçon. Non temos condiçon de voltarrrmos agorrra, seguirrremos o canal ou arrrrrranjarrremos um meio de irrr até o porrrto, temos que verrr como ficou a cirrrcunstância porrr lá. Crrreio que serrá um pouco difícil porrr estarrrmos em uma turrrma muito grrrande. Sugere aborrrtarrr a misson do porrrto Isabelle? O inglês aqui disse que havia uma patrrrulha fluvial, o navio deve ter sido interrrceptado também.

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 368
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Hugar em Dom 12 Nov 2017, 21:21

Daniel, Cristhian, Robert e Boris
Daniel não precisou investigar Robert por muito tempo para perceber a insígnia de elevada patente no uniforme inglês, e ele próprio se apresentou como segundo tenente. É provável que ele não saiba que a bala que destruiu a luneta do rifle saiu da arma de Daniel, ou ele já estaria com os pulmões cheios de água do canal.

Isabelle assiste a tudo atordoado, respondendo com sinais breves de cabeça, sem saber exatamente como proceder. O homem tira a boina e limpa o suor da calvície aparente, voltando a colocá-la. Ele primeiro responde ao Sargento Cristhian quando ele lhe dá a notícia do rádio:

- Ah então o rádio se salvou? Que bom, não estamos de todo perdidos. Onde está ele? Eu jurava que era um equipamento grande. - Isabelle dá uma olhada rápida em volta procurando o rádio.

Robert o aborda imediatamente, e ao fim do seu relato, antes que Isabelle pudesse formular uma resposta, Boris se apresenta aos ingleses e já se intromete a conversar com o líder partisan. Isabelle observa os arredores um tanto preocupado e murmura:

- Patrulhas no Sena... estamos em campo aberto... - Finalmente ele consegue se decidir em grita ordens ao grupo todo em alto e bom som - Todos para dentro do canal, agora! Vamos nos ocultar aqui por alguns minutos! Completem seus cantis e verifiquem as armas!

Apesar dos partisans responderem imediatamente aos seus comandos, e a equipe de Robert também por imitação ao tenente, os soviéticos aguardaram a confirmação de Bóris em russo. Um grupo mais seleto se reuniu ao redor de Isabelle para discutir a situação, composto por Boris, Robert e Cristhian, ainda que o operador de rádio estivesse meio tímido e preferisse ouvir a falar no começo. Isabelle responde ao relatório de Robert inicialmente (francês):

- O Coronel Rémy agradece o seu auxílio, tenente Locksley. Infelizmente, estamos cientes dos seus imprevistos. Encontramos o segundo planador próximo ao campo de pouso combinado. - Ele olha com pesar para Robert - Ninguém sobreviveu. Recuperamos armamento, munição e provisões dos legionários abatidos, são estes que pode ver nas mãos dos partisans agora. Não pudemos dar um destino honrado aos corpos, contudo, e dado o decorrer da missão eu acredito que os alemães logo os encontrarão também. - Ele suspira pesadamente - Toda a operação parece comprometida. Meu grupo foi emboscado na rota segura pelos campos e bosques, perdemos 10 caminhões e quase todos os voluntários. Tenho medo de pensar no que pode ter acontecido aos brasileiros ou mesmo ao nosso QG em Le Havre.

Então Isabelle se volta às manifestações de Boris. O francês se ergue um pouco, ainda sem comprometer seu esconderijo, e conta seus números rapidamente:

- Estamos em quase duas dúzias de homens aqui. A missão previa que nos reuniríamos de madrugada e o time de assalto tomaria o porto de Honfleur, possivelmente antes mesmo que o navio brasileiro aportasse. Bem, o time de assalto está morto, e o prazo limite para tomada do porto se esgotou às 07:30. Ainda que pensemos no caso mais otimista, de que os brasileiros não foram afetados de nenhuma forma, o protocolo preveria uma última manobra antes de tentar assaltar o porto: uma reunião secreta na Igreja de Santa Catarina, no centro de Honfleur. Eles enviariam um emissário para tratar do plano de ataque. Ainda que pudéssemos tomar o porto, na atual situação estamos impedidos de transportar a carga até Le Havre. - Isabelle pensa um pouco antes de continuar - Poderíamos obter alguns caminhões na própria Honfleur, sejam de solidários à nossa causa sejam roubados. O problema é como nos aproximar do porto ou da cidade em um grupo tão grande?

Isabelle olha a sua volta buscando verificar o estado dos homens e se volta a falar baixinho com o grupo:

- Podemos continuar nos movendo pelas fazendas até próximo do porto, e então ocultar a maior parte do grupo em alguma casa ou celeiro, ficariam de prontidão. Um grupo menor, disfarçado, poderia invadir Honfleur e, de lá, tomar a decisão para nosso próximo passo. Precisamos saber o que houve com os brasileiros, precisamos retornar a Honfleur, e precisamos de comunicações! Alguém tem um mapa da região?

Enquanto tudo isso transcorria, Daniel descansava com as costas apoiadas no talude do canal. Toda aquela correria e os tiros lhe deixaram cansado. Não tão surpreendentemente, ele vê Madame Lotta se aproximar e se sentar a sua frente. Ela observa o francês com um olhar julgador e odioso:

- O moral dos homens está baixo. Nem mesmo Isabelle consegue esconder isso. Você abre fogo contra nossos próprios aliados e não parece nem um pouco afetado com isso. Sinceramente, eu começo a torcer para que você seja o espião de que todos estão suspeitando, para que eu mesma possa te matar.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 739
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Samyaza em Dom 12 Nov 2017, 22:11

Concordo com Isabelle e ofereço o meu mapa e a mim para ir disfarçado,mas comento:

"Seria de muita utilidade se vcs tivessem um rifle novo ou pelo menos uma luneta"

Enquanto mostro minha arma danificada.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Blanchard em Seg 13 Nov 2017, 09:40

Ao ver o olhar de Lotta, fecho os olhos e espero que ela diga o que quiser. Enquanto ela fala, abro – com dificuldade, pelo braço ferido – a camisa e digo, enquanto aponto para meu tronco (fr):
Aqui seria uma boa opção. Pulmão. No fígado, talvez. Ou na cabeça, se você acha que ela é vazia. Você será afetada, cara parceira, quando for pega pelos nazistas, sob o quase eterno olhar de espera de Britânicos e Soviéticos.

No meu caso, os alemães já o conseguiram por quase duas vezes. Ser morto por você seria um fim bastante desejoso. Ou talvez pelo sargentinho grego. Vocês não teriam força pra destruir meu espírito.


Puxo a arma pra perto de mim e digo:
E vocês ainda me matariam pelas costas, outro grande alívio.  

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 692
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 2: O Dia das Cinzas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum