Cena 1: Céus em Chamas

Página 10 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Qua 19 Jul 2017, 20:57

Robert e Cristhian

De volta ao bosque, Cristhian faz uma análise rápida do equipamento. Estava sem seus óculos e a noite já era escura o bastante mesmo que os tivesse. O jovem apalpa e chacoalha o equipamento, chegando até mesmo a fungar para buscar algum cheiro de queimado. Nada. O transceptor está com todas as peças e, se o bom Deus quiser, estará funcional quando receber alimentação adequada. Vão precisar roubar algumas pilhas em algum lugar para fazer o rádio funcionar. Qualquer análise mais profunda irá requerer pelo menos uma hora, além de iluminação e ferramentas adequadas de eletricidade, e nada disso está disponível. Dessa forma, o mais prático será arranjar pilhas e testar seu funcionamento antes de qualquer avaliação técnica.

Vocês improvisam uma mochila para carregar o equipamento. Cristhian e Norman carregam Fasbarch, um braço em cada homem, enquanto Robert lidera o pequeno pelotão a frente, sempre examinando cautelosamente o terreno adiante com a luneta de seu rifle. O próprio tenente assume o fardo do rádio, certamente um fardo menor que o peso de um homem.

O caminho escolhido são as matas à margem do Sena. Com certeza não é o caminho mais rápido, mas certamente é o mais encoberto. As primeiras luzes da manhã surgem e, com elas, as últimas horas de Fasbarch. O piloto dá sinais de que não suportará o resto do caminho até Honfleur.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Qua 19 Jul 2017, 22:22

Daniel e Boris

Os partisans e soviéticos sobreviventes rolam no chão após a explosão. Os corpos dos mortos, deixados ao abrigo do caminhão, foram desmembrados e agora carbonizam lentamente. Daniel sente seu corpo coberto da terra arremessada sobre ele pelo projétil, que insiste em encontrar as fendas no casaco e nas botas. Suas mãos raladas e arranhadas, seus músculos doloridos. Os soviéticos se arrastam e recuperam as armas, voltando-se imediatamente na direção do caminhão incendiado. Formam-se duas fileiras de homens deitados na relva lado a lado, cada uma voltada a um dos flancos, seus espíritos destruídos aguardando pela destruição dos corpos, pelo ataque final alemão.

- Homens! - Isabelle brada aos partisans ao lado de Daniel - Este não é o final com o qual eu havia sonhado quando deixei minha casa pela manhã de ontem. Não! O meu sonho é de uma França livre! Livre dos alemães, livre do nazismo, livre desta guerra! E eu juro pela Virgem Maria que me aguarda, eu vou lutar pelo meu sonho nem que isto me custe meu último respiro! Homens, lutem comigo!

E assim, os partisans gritam bradam em uníssono quando a infantaria alemã avança pelos dois flancos em um movimento de pinça. E quando as armas inimigas enfrentaram as armas dos sobreviventes, também enfrentaram uma força inesperada. Porque agora os alemães também eram alvos da própria metralhadora atirando em suas costas. Serguei disparava em longas rajadas poderosas, que destruíram toda a manobra. A infantaria nazista estava agora acuada pela frente e por trás e dividida em dois grupos separados por um caminhão em chamas, sem qualquer tipo de abrigo!

Uma granada repentina explode na posição mais próxima da estrada. Daniel escuta mais uma vez a voz grave e retumbante de Boris, que foi capaz de percorrer quase 250 metros em menos de um minuto, gritando ordens e atirando!

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Qua 19 Jul 2017, 23:24

Sabão e Vieirinha

Enquanto Sabão se deita no chão coberto de folhas secas de um jeito estranho, paletó por cima da cabeça, Vieirinha coloca o rifle nas costas e tira o cinto da calça para escalar uma árvore que julga ser alta o bastante. O soldado mede o tronco e começa a subir usando a peconha. O primeiro palpite não foi bom, a copa estava muito cheia de folhas e não era muito alta, então Vieirinha desce e tenta novamente em outra. O soldado só se deu por satisfeito na terceira árvore, quando suas pernas já se cansavam, mas não era culpa sua, estava simplesmente escuro demais para avaliar.

Era claramente verão, pois as copas estavam todas cheias de folhas muito verdes. Vieirinha tem bastante tempo para observar os arredores, e percebe que o navio que tomado pelos alemães continua parado no mesmo lugar e que os holofotes continuam acesos. Deve haver movimentação lá, mas não é impossível determinar o que. Além disso, o bosque não se estendia tanto quanto imaginavam para o norte, e a foz do Sena estava próxima, talvez a menos de 500 metros em linha reta. A cidade ao sul estava quase completamente às cegas, e um toque de recolher era provável, mas Vieirinha tinha certeza de ver o contorno dos prédios contra o céu. Ao leste, bem além do navio, não havia muito o que enxergar na escuridão e o soldado supôs tratar-se de uma grande planície sem morros. Ao oeste, contudo, há uma colina larga que arrasta até o sul. Com certeza, seu topo é o melhor local de observação.

Enquanto isso, Sabão se demorou em esparramar papéis pelo chão. No princípio, o sargento ficou preocupado em não misturar tudo e tirar os papéis de ordem e tentar usar o menor tempo possível. Mas logo percebeu que isso era impossível. Eram tantos papéis, sobre uma variedade de assuntos, e todos já haviam sido retirados dos arquivos de forma bagunçada, que Sabão logo percebeu que levaria um dia inteiro para ler tudo aquilo.

Com um pouco de domínio sobre a mente, Sabão tentou ordenar os temas no máximo que sua limitada cabeça conseguia. Em algum tempo, Sabão descobre papéis pouco importantes que relatam o dia a dia da embarcação em detalhes, até mesmo a quantidade de papel higiênico usada nos banheiros. Mas uma pasta em especial chama a atenção de Sabão. Os papéis são únicos, não seguem as estruturas dos demais, e comparam as cargas do navio. Ao que parece, os documentos oficiais alfandegários foram falsificados, e o navio brasileiro está transportando uma grande carga de... armas.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vieirinha em Qui 20 Jul 2017, 08:35

Vieirinha desce satisfeito com o que viu...

"Preciso agora ficar de prontidão e assim que o sargento sair de seu casulo eu aviso o que vi... Nossa melhor chance é à oeste..."

Então ele se senta sobre algumas raízes grandes e apanhando o rifle fica observando em volta e de ouvidos bem ligados... O silêncio daquela mata parecia muito convidativo para um sono... caso eles já não tivessem dormido mais do que o suficiente no navio...

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 83
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 40
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Maedhros em Qui 20 Jul 2017, 15:30

Assim que percebo a importância e o assunto dos papéis, decoro em qual pasta está enquanto guardo de volta na roupa.

[Meu São Cristóvão! Eu achando que nossa missão já era loucura, ainda por cima carregamos um arsenal junto!]

Desligo a lanterna e me dirijo a Vieirinha dizendo enquanto devolvo seu paletó:

A coisa é bem maior que pensávamos, Vieirinha. Além de estarmos tentando roubar os planos alemães, parece que o cargueiro tinha uma enorme carga de armas e material bélico fora do conhecimento de todos pelo jeito, exceto pelo Tenente Barca e certamente do Capitão Mourão. Parece que uma tal de "Paiol à brasileira" corria enquanto a concentrávamos em outra missão. O que precisamos agora é de abrigo para que eu possa saber mais dessa operação paralela, talvez seja isso o motivo de tantos alemães lá no cargueiro.

Dou uma pausa ajeitando os documentos nas roupas enquanto falo:

Então, achou algum terreno alto para nos dar um bom ponto de vista ou alguma estrutura pra abrigo?

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

Inventário - Sabão
avatar
Maedhros

Mensagens : 290
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vercenorax em Qui 20 Jul 2017, 22:12

Brado aos meus subalternos (russo):
POZHAROTUSHENIYE!!!!!!!!!!! (FOGO SUPRESSOR) ABATAM TODOS! ELES NÃO DEVEM SABER QUE ESTAMOS AQUI!

Aos franceses:
FOGO! DISPARRREM MATEM TODOS! NÃO DEIXEM UM RRRESPIRRRANDO!


_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 352
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vercenorax em Sex 21 Jul 2017, 15:56

Iniciativa.
Vercenorax efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

Ataques (Boris, Dimitri, Ivan e Serguei)
Vercenorax efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

Vercenorax efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

Vercenorax efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

Vercenorax efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :

_________________
"Sete Anéis para os Senhores Anões em seus Rochosos Corredores"

"Se for pra acabar em fogo, todos queimaremos juntos!"


INFORMAÇÕES:
EH:62       ABSORÇÃO:15      EF:18       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: corvo Roac.

EXPERIÊNCIA: 55xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Vercenorax

Mensagens : 352
Data de inscrição : 07/10/2013
Idade : 23
Localização : Cachoeira de Minas/Lavras

Ficha do personagem
Nome: Boris Andravitch
Posto: Primeiro Tenente
Especialidade: Infante de Assalto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Blanchard em Sex 21 Jul 2017, 16:38

Quando ouço Boris percebo que podemos sobreviver. Obedeço as ordens e me posiciono para atirar as balas que ainda estão prontas.

Tiros: Blanchard efetuou 4 lançamento(s) de dados (d20.) :
, , ,

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 672
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Samyaza em Sex 21 Jul 2017, 20:13

Lamentavelmente não valia mais a pena desgastar os outros por Fasbarch, aguardo mais alguns minutos para encontrarmos um local bem encoberto e instruo o pessoal para parar e peço que o deixem sentado com as costas encostadas numa árvore enquanto chamo-os para uma conversa em voz baixa:

Tenho algumas coisas a dividir com vocês, primeiramente,vcs devem ter notado que Fasbarch não sobreviverá, só o que podemos fazer agora é aliviar a dor dele, espero que entendam a minha decisão e que façam o mesmo por mim se eu um dia estiver na mesma condição dele.

Agora a outra parte, o ataque dos alemães ainda não me desce goela abaixo, eles dispararam contra um veículo aliado sem tentar fazer o menor contato o que me faz considerar a ideia de que eles sabiam que os passageiros ali não eram nazistas. Agora não sabemos o quanto de informações os nazistas tinham sobre nós, talvez sabiam apenas que não eram aliados a ocupar os planadores ou no pior dos casos eles sabem de todo o plano, possivelmente tendo até nossas fichas, considerando essa possibilidade eles colocariam como alvos o rádio e Christhian, o primeiro já foi destruído e agora faremos eles pensarem que o segundo tbm.

Christhian, quero que troque todas as peças do seu uniforme que contenham seu nome e a insígnia da sua especialidade, não esqueça os cordões. Como não sabemos o quanto de informações eles tem de nós, informe se vc possui alguma marca de nascença, tatuagem ou algo que possa identificá-lo além do seu rosto.

Agora existe uma terceira possibilidade, se os nazistas tinham informações sobre a missão, conseguiram-na por sorte ou por trabalho árduo de inteligência, no caso da segunda opção, não haveria pq dispensar tanto trabalho por causa de um sargento e um rádio, ainda temos o risco de que eles estejam nos usando para encontrar onde estão escondidas as forças francesas, nesse caso, teremos que cuidar para não sermos seguidos e garantir que não vamos levar o lobo até as ovelhas.

Agora vamos dar uma morte digna à Fasbarch, usarei uma faca para não fazermos barulho, mas depois teremos que atingir seu rosto para torná-lo irreconhecível e favorecer nosso disfarce.


Espero algum comentário deles, em seguida aguardo Chris trocar as peças com o piloto peço que aproveitem a luz do dia para comer rapidamente, secar os pés, axilas e virilhas, peço para o soldado avaliar as armas e colocá-las em condição de uso, uma de cada vez, enquanto isso dou fim ao pobre do piloto mas só depois que tivermos prontos para partir é que vou golpeá-lo com a coronha da arma para desfigurar-lhe o rosto, assim evito de fazer os homens ficarem olhando para o amigo nesse estado enquanto comem e tentam descansar um pouco.
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1056
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vieirinha em Sab 22 Jul 2017, 08:44

"Aqueles desgraçados... Provavelmente nos enviaram pra morrer... Agora só resta saber se o Bandido do Mourão estava apoiando alguma força rebelde ou até mesmo os próprios nazistas..."

Vieirinha se levanta, veste o paletó e empunhando novamente o rifle, voltando-se para o sargento diz:

"Olha sargento... ainda está meio escuro mas pelo que pude ver a mata não é tão grande como imaginávamos para o norte, tem um rio bem próximo por ali, acho que menos de 500 metros mais ou menos, talvez seja fácil sermos emboscados se ficarmos aqui mesmo. A cidade do outro lado está completamente escura, certeza que os bostas dos alemães impuseram um toque de recolher, tava muito escuro mas pude ver à luz da lua o contorno das casas. Praquele lado ali foi por onde viemos, tentei ver depois do navio mas não consegui enxergar muito, acho que pode ser uma grande planície sem morros. Acredito que nossa melhor chance seja pelo oeste, por la eu vi uma colina larga que vai até o sul. Com toda certeza, se chegarmos até o topo ficaríamos no melhor local de observação... Droga! Se eu tivesse uns binóculos e um rifle de longo alcance eu poderia apagar uma porção de alemães sem ter que me aproximar desses filhos da puta!"

Para um pouco observa o rifle e de supetão se volta para o sargento e diz:

"E aí? Qual é o plano?"

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 83
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 40
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Sab 22 Jul 2017, 12:32

Iniciativa da Infantaria Alemã: Hugar efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

Ataques da Infantaria Alemã (na ordem): Hugar efetuou 8 lançamento(s) de dados (d20.) :
, , , , , , ,

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Maedhros em Sab 22 Jul 2017, 13:25

Escuto tudo o que Vieirinha falou atentamente. Quando ele me indaga, falo:

Bem, parados é que não podemos ficar. Vamos até o morro, precisamos aproveitar a noite o máximo que puder para nos movermos. Amanhã eles irão achar o bote e certamente irão deduzir que alguém conseguir fugir. Vai ser praticamente um "gato e rato", não vou mentir pra você. E você sabem quem é os "ratos" aqui. - Dou uma pausa para ver as horas no relógio de pulso - Vamos para o morro então, o mais rápido que pudermos.

Dessa vez vou na frente na direção aonde Vieirinha apontou.

(off: que hrs é isso no jogo?)

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

Inventário - Sabão
avatar
Maedhros

Mensagens : 290
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por †_Junior_† em Seg 24 Jul 2017, 11:18

Olho triste uma última vez para o piloto e falo para ele:

Você foi vital para o sucesso da missão companheiro. Agradeço por suas habilidades. Vá em paz.

Depois disso, troco todo o uniforme com o do piloto como foi instruído, com um pesar ao carregar aquela nova roupa. Faço um sinal negativo para o tenente quando me indaga sobre marcas de nascença. Assim que troco a roupa, aproveito para fazer uma refeição rápida com o que temos e tentar me secar um pouco.


_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:6       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro, gládio, 20 metros de corda e escudo pequeno.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
†_Junior_†

Mensagens : 319
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Seg 24 Jul 2017, 21:31

Resultado do Combate:
Infantaria Alemã venceu a Iniciativa.
A Infantaria Alemã está flanqueada.

Soldado 1 ataca Boris Andravitch
Poder Ofensivo = Sorte (2) + Rifle (3) = 5
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (5) / Poder Defensivo (10) = 0

Soldado 2 ataca Dimitri
Poder Ofensivo = Sorte (16) + Rifle (3) = 19
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (19) / Poder Defensivo (15) = 1

Soldado 3 ataca Ivan
Poder Ofensivo = Sorte (17) + Rifle (3) = 20
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (20) / Poder Defensivo (15) = 1

Soldado 5 ataca Daniel Blanchard
Poder Ofensivo = Sorte (17) + Rifle (3) = 20
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (20) / Poder Defensivo (15) = 1

Soldado 6 ataca Partisan 1
Poder Ofensivo = Sorte (13) + Rifle (3) = 16
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (16) / Poder Defensivo (15) = 1

Soldado 7 ataca Isabelle
Poder Ofensivo = Sorte (3) + Rifle (3) = 6
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (6) / Poder Defensivo (15) = 0

Soldado 8 ataca Partisan 2
Poder Ofensivo = Sorte (4) + Rifle (3) = 7
Poder Defensivo = Exposição Mínima (10) + Visibilidade Parcial (5) = 15
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (7) / Poder Defensivo (15) = 0

Boris Andravitch ataca Soldado 1
Poder Ofensivo = Sorte (10) + Rifle (7) + Flanco (0) = 17
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (17) / Poder Defensivo (10) = 1

Dimitri ataca Soldado 2
Poder Ofensivo = Sorte (Cool + Submetralhadora (5) + Flanco (3) = 16
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (16) / Poder Defensivo (10) = 1

Ivan ataca Soldado 3
Poder Ofensivo = Sorte (5) + Rifle (5) + Flanco (5) = 15
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (15) / Poder Defensivo (10) = 1

Partisan 1 ataca Soldado 6
Poder Ofensivo = Sorte (Cool + Rifle (3) + Flanco (2) = 13
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (13) / Poder Defensivo (10) = 1

Isabelle ataca Soldado 7
Poder Ofensivo = Sorte (18) + Pistola (5) + Flanco (4) = 27
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (27) / Poder Defensivo (10) = 2

Partisan 2 ataca Soldado 8
Poder Ofensivo = Sorte (7) + Rifle (3) + Flanco (2) = 12
Poder Defensivo = Exposição Parcial (5) + Visibilidade Parcial (5) = 10
Poder de Ataque = Poder Ofensivo (12) / Poder Defensivo (10) = 1

Dimitri recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Ivan recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Daniel recebeu 1 Lesão que piorou para Ferimento e saiu do combate.
Partisan 1 recebeu 1 Lesão e continua em combate.

Soldado 1 recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Soldado 2 recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Soldado 3 recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Soldado 6 recebeu 1 Lesão e continua em combate.
Soldado 7 recebeu 2 Lesões e continua em combate.
Soldado 8 recebeu 1 Lesão e continua em combate.

A infantaria inimiga está flanqueada! Serguei atira em rajadas poderosas contra os alemães. Alguns se voltam e contra-atacam a escuridão, mas a maioria continua de frente para os partisans, enfrentando em dois grupos principais. Acuados, os inimigos atiram com tudo o que tem.

Os dois soviéticos sobreviventes obedecem às ordens de Boris e enfrentam o inimigo. Dimitri carrega uma submetralhadora, e reforça o poder de Serguei, agora pela frente. Suas rajadas encerram-se rapidamente e ele recarrega a arma.

- Estou sem munição! - ele grita em russo para Boris - Este é o meu último pente!

Dimitri e Ivan são atingidos de raspão pelo fogo inimigo.

- Senhor, precisamos de suporte! - Ivan gritou por cima do fogo cruzado, também em russo, para seu comandante - Precisamos de granadas ou de um maldito morteiro!

O próprio Boris não é atingido, mas enfrenta um soldado inimigo já sujo do próprio sangue. O soviético o fere sobre o ombro, mas é incapaz de parar o jovem que atira e grita de dor. Boris não sabia ainda, mas o rapaz era o mesmo que momentos atrás ferira Daniel.

Os dois partisans sobreviventes armados dos rifles alemães capturados atiram, deitados na relva juntos de Isabelle e Daniel. Eles ferem o inimigo, mas, assim como os outros, não foram capazes de derrubar nem sequer um nazista. Um deles foi atingido de raspão, e sangra. Isabelle foi o mais hábil de todos, mas não acertou nenhum ponto vital.

Daniel se adianta e foi o primeiro a atirar, mas se apavora e hesita quando um disparo inimigo acerta a terra um palmo a frente da Luger. Daniel vira o rosto cheio de terra, contrai os músculos, e é atingido. O tiro de rifle passa perigosamente perto do nariz, rasga a bochecha esquerda do francês e sai perto da orelha do mesmo lado. Daniel larga a Luger ainda cheia de balas e grita de dor, levando as duas mãos à face e sentindo o sangue quente escorrer.

- Daniel! - Isabelle segura Daniel pelo ombro com determinação - Aguente firme! Vamos dar o fora daqui!

Isabelle rola por cima dos partisans até próximo dos soviéticos e grita para Boris, em inglês:

- Nos tire daqui! Tem mais deles vindo pelo Leste! Não temos a menor chance!

Daniel: você foi atingido antes que pudesse atacar e, como não pode receber mais nenhuma Lesão, piorou para um Ferimento. Você precisa passar em um teste de Resistência para superar a dor e voltar a agir. Até se recuperar deste Ferimento, receberá penalidades em testes de Carisma.


_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Blanchard em Ter 25 Jul 2017, 11:10

Não ouço o que Isabelli diz e nem sinto seu toque. Penso em pegar a Luger e acabar de vez com isso, mas se ainda não estou morto, talvez ainda consiga que seja num carro ou junto de uma moto. Tiro a mão pra ver quanto sangue escorre e ao perceber que é bastante, puxo a manga da camisa e seguro com força.

Resistência
Blanchard efetuou 3 lançamento(s) de dados (D6.) :
, ,

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:24       ABSORÇÃO:11      EF:13      KARMA: 07
EQUIPAMENTOS: Alaúde, estojo de higiene, estojo de jogos, roupa nobre, botas de couro, capa, cinto e luvas, 3 cantis, lanterna, roupa para inverno, Barraca de lona, Algemas, Giz, Pederneira, Fumo, Ferramentas para manusear armadilhas, 3 garrafas de vinho, mochila com jóias (17 p.o.), gema (manga rosa). Gládio e Escudo Grande. 
CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento
EXPERIÊNCIA: 36xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
Blanchard

Mensagens : 672
Data de inscrição : 06/10/2013
Localização : [roll="D6"]x[/roll] [roll="d20"]1[/roll]

Ficha do personagem
Nome: Daniel Blanchard
Posto: Partisan
Especialidade: Piloto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Ter 25 Jul 2017, 16:45

Robert e Cristhian

Quando Robert expõe o plano aos colegas, Norman se revolta:

- O senhor vai matá-lo? - Norman tenta controlar a voz baixa para que Fasbarch não escute - Pelo amor de Deus, o homem nos trouxe até aqui, fez o melhor que um piloto poderia fazer e é isso que ele merece? Uma faca na garganta? Todos nós aqui somos voluntários, e eu não me voluntariei pra ter este destino. Estamos aqui para matar os malditos alemães, e não para matarmos uns aos outros!

Ele se afasta, se vira em direção em Fasbarch, hesita e depois volta.

- Não sabemos o que está acontecendo aqui. O senhor não sabe e está tomando decisões sem saber. O seu dever é nos manter vivos, e não enfiar facas em nossas goelas. - Norman enfrenta Robert nos olhos - Não parece o mesmo homem que salvou o piloto do rio algum tempo atrás. Prefiro ser capturado que ter uma morte indigna dessas.

Norman entrega a submetralhadora, juntamente com a munição e granadas e excesso de peso, a Cristhian. Antes ele tira a morfina do kit de primeiros socorros.

- Esta morfina é minha. Se quer o piloto morto, me mate também.

Norman vai até o piloto, aplica a morfina, e o joga sobre seus ombros. Ele volta a caminhar, desta vez carregando Fasbarch sozinho.

- Vamos ter tempo para comer depois que chegarmos em Honfleur.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Ter 25 Jul 2017, 17:08

Vieirinha e Sabão

Sabão e Vieirinha tentam se orientar em solo, na escuridão abaixo da copa das árvores, se movimentando em direção ao oeste e, menos intensamente, ao sul. O céu começa a mostrar os primeiros sinais de luz, azulando lentamente e favorecendo a visão. Amanhecerá em menos de uma hora.

As árvores vão ficando esparsas e o bosque vai ficando para trás. Logo, Sabão e Vieirinha identificam a saída e são surpreendidos por um vilarejo adiante, cerca de 150 metros. São uns poucos casarões de dois andares, antigos, de pedras, em uma rua de terra batida que leva ao sul, para a cidade. É um grande terreno com poucas árvores e todo sorte de artigo rural. Parece ser uma pequena comunidade ruralesca. Há umas árvores ao fundo, e ainda não chegaram na base do morro. É provável que haja outra comunidade, assim como essa, na base do morro.

Vocês tem duas opções óbvias: atravessar o vilarejo pelo campo aberto, em linha reta até a base do morro; ou tentar contornar às escondidas pelo bosque e dar a volta por trás até o pé do morro. A primeira opção trás como risco serem descobertos, já que, apesar dos obstáculos, é um terreno muito aberto. A segunda atrasará vocês, aumentando o trajeto em uns 500 metros.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vieirinha em Qua 26 Jul 2017, 00:17

Vieirinha vê que não conseguiram ser rápidos o suficiente para aproveitar a escuridão como aliada, então ele maneia a cabeça e diz para o Sargento...

"E daí Sargento? Vamos atravessar o vilarejo ou contornar pelo mato?

Se formos pelo mato vamos nos atrasar... Se quiser ir pela cidade é simples... A primeira pessoa, seja quem for que aparecer eu passo o fogo e grito "Alfidezem"... Acho que é isso que os alemães falam né?
Hehehehe... DUVIDO que mais alguém saia na rua..."

Então engatilha o rifle enquanto dá uma gargalhada abafada pela respiração ofegante...

avatar
Vieirinha

Mensagens : 83
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 40
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vieirinha em Qua 26 Jul 2017, 00:19

De repente ele fica sério, e exclama:

"PUTS... Se tiver um cachorro na rua melhor ainda... Eles gritam mais quando morrem..."

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 83
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 40
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Vieirinha em Qua 26 Jul 2017, 00:21

Dá maus uma gargalhada e com um rosto pensativo diz...

"Caraca... Viu aquele desgraçado alemão que matei no navio? Porra! Dei quatro tiros no desgraçado e ele nem deu um pio!?"

_________________
"A morte é só uma questão de perspectiva...
De quem mata...
e de quem morre...
"

Soldado Aníbal Vieira

"A paz queremos com fervor
A guerra só nos causa dor
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor"

Canção do Exército
Exército Brasileiro
avatar
Vieirinha

Mensagens : 83
Data de inscrição : 02/02/2017
Idade : 40
Localização : Olímpia

Ficha do personagem
Nome: Aníbal Vieira
Posto: Soldado
Especialidade: Guerrilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Samyaza em Qua 26 Jul 2017, 15:13

A insubordinação de Norman me surpreende, eu tbm não queria dar fim ao piloto, mas ela não parece que vai resistir até Honfleur, porém, o mais importante agora era trazer Norman de volta, como atirador de elite, sem uma linha de frente para suporte eu seria inútil num combate não planejado, precisava dele e ele só estaria comigo se confiasse em mim, depois de chegarmos, avalio se ele ainda tem condições de se manter na missão mas, por enquanto, preciso dele ao meu lado, haveria sacrifício de material, que merda! Sempre lamento quando alguém se envolve emocionalmente e isso compromete recursos, mas vamos lá convencer o soldado a lutar mais um pouco. Assim que ele pega a morfina falo em tom firme, não ameaçador, não raivoso, apenas firme enquanto me aproximo:

Soldado, isso é material do exército britânico, deixe onde estar.


Assim que termino coloco minhas mãos sobre os seus ombros e aperto suavemente a fim de demonstrar carinho e contrabalancear a última frase, então, num tom mais baixo, falo de forma amena:

Antes que vc dê a morfina à Fasbarch me responda, qual é a nossa missão?
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1056
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Maedhros em Qua 26 Jul 2017, 15:40

Escuto Vieirinha franzindo o cenho:

["Alfide-o-que"? Como um caipira desses sabe alguma coisa de alemão? Já vi soldado chamando a mãe no tiroteio, mas ficar louco desse jeito é a primeira vez.]

Depois que ele fala tudo, reprimo-o falando:

Shhhiiiiuuuu!!! Tá ficando maluco, soldado?! O que tinha naquela janta que te fez isso?! - Depois de dar uma analisada no terreno e na vila, me agacho e falo diretamente a Vieirinha - O morro é nosso objetivo secundário. De nada nos adianta subir lá e não saber para onde ir. Vê aquele curral ali? - Aponto para um celeiro ou curral - Vamos nos esconder lá até eu saber o que era essa "Paiol à brasileira". Nenhum tiro sem minha ordem, Vieirinha. Ali deve morar gente comum como a gente e que deve odiar tantos os alemães como nós, então sem chumbo. Temos que aproveitar enquanto há tempo. Daqui a pouco esses roceiros aí vão acordar e começar as atividades deles. Rezemos pra que ninguém nos veja. Agora, vamos para o celeiro. Pronto?

Após a confirmação de Vieirinha tomo frente na corrida em direção à estrutura.

_________________
What the hell kind of name is Soap?

A cobra está fumando!

Inventário - Sabão
avatar
Maedhros

Mensagens : 290
Data de inscrição : 07/10/2013

Ficha do personagem
Nome: Sabão
Posto: Segundo Sargento
Especialidade: Artilheiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Hugar em Qua 26 Jul 2017, 18:33

Robert e Cristhian

Norman hesita um instante antes de responder a Robert, com a morfina ainda na mão:

- Nos encontrarmos com os franceses, auxiliar os legionários a tomar o Porto de Honfleur, observar o transbordo da carga do navio, retornar a Le Havre e entregar o rádio operacional ao Coronel Rémy. - Ele diz tudo decorado - Mas agora sem o rádio, e sem os legionários, eu já não sei mais.

Norman revela uma expressão confusa no semblante.

_________________
Best job I ever had...
avatar
Hugar

Mensagens : 696
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 23
Localização : Itajubá - MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Samyaza em Qua 26 Jul 2017, 20:51

Solto as mãos do ombro dele lentamente e enquanto falo dou dois tapinhas de leve nele indicando camaradagem e aprovação :

Muito bem, muito bem, é isso mesmo soldado. Agora antes de darmos a morfina a ele, me diga se vc entende que, se cumprirmos a missão, podemos salvar muitas pessoas desse povo? Entende que o peso de cada decisão que tomamos aqui coloca em risco a possibilidade de salvarmos ou não essas pessoas?
avatar
Samyaza
Admin

Mensagens : 1056
Data de inscrição : 04/10/2013
Idade : 32
Localização : Franco da Rocha / SP

Ficha do personagem
Nome: Robert Locksley
Posto: Segundo Tenente
Especialidade: Franco-Atirador

Ver perfil do usuário http://vingadornegro.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por †_Junior_† em Qua 26 Jul 2017, 21:23

Observo aquela situação e deixo o tenente falar e tomar as rédeas. Como líder, deixo que tome as decisões e as ações que julgue necessárias. Apenas olho para Norman e quando vejo seu semblante confuso, digo:

O tenente tem razão, Norman. Nenhum de nós quer fazer o que precisa ser feito agora. Mas o nosso companheiro está muito ferido e parece que não resistirá até nosso destino. Não é uma morte digna morrer enquanto é carregado até lá. E, infelizmente, se pensarmos racionalmente, arrastá-lo apenas nos atrasará.
Ele cumpriu seu dever com a pátria a que serve nos mantendo vivos durante a queda do avião. Tenho certeza que ele ficará decepcionado se formos capturados e colocarmos seu esforço que custou sua vida em vão.


Faço uma pausa e completo:

Quanto a missão, creio que agora tudo que possuímos são informações. Em uma guerra, informações podem são tão importantes quanto quantidades de homens e armas. Precisamos chegar até Le Havre e colocar o Coronel Remy a par da situação atual.

Enquanto falo, meu semblante varia de triste a incomodado, pois nunca havia presenciado ou feito o que o tenente propunha. Inspiro profundamente durante as pausas de fala, demostrando a tensão que também me encontrava.

_________________
INFORMAÇÕES:
EH:41        ABSORÇÃO:0       EF:6       KARMA:0

EQUIPAMENTOS: Manto com capuz, gaita, mochila de couro, gládio, 20 metros de corda e escudo pequeno.

CARACTERÍSTICAS GASTAS: Nenhuma até o momento

EXPERIÊNCIA: 41xp


FICHA DO PERSONAGEM:
avatar
†_Junior_†

Mensagens : 319
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 23
Localização : Recife PE

Ficha do personagem
Nome: Cristhian Theofilakis
Posto: Primeiro Sargento
Especialidade: Operador de Rádio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cena 1: Céus em Chamas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 10 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum